Samsung acelera produção de ecrãs dobráveis para acompanhar a procura

A concorrência é uma coisa má para a Samsung? Não, porque a Samsung Display tem o controlo total sobre o mercado dobrável, e está tudo preparado para aumentar a produção nos próximos meses.

Dado o sucesso estrondoso do Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 3, não é muito surpreendente que os OEMs queiram todos um lugar a bordo do comboio de alta velocidade dobrável. Fabricantes chineses como Huawei, Xiaomi e Oppo já mergulharam no lucrativo mercado; outros como Vivo e Realme deverão seguir o exemplo em breve.

Samsung acelera produção de ecrãs dobráveis para acompanhar a procura 1

A concorrência é uma coisa má para a Samsung?

Não, porque a Samsung Display tem o controlo total sobre o mercado dobrável, e está tudo preparado para aumentar a produção nos próximos meses.

Um relatório de The Elec diz-nos que a Samsung Display quer aumentar a produção dobrável na sua fábrica do Vietname. Atualmente, as sete linhas disponíveis podem produzir até 1,5 milhões de unidades por mês. A Samsung quer acrescentar mais três linhas e aumentar esse número para 2 milhões de unidades. No entanto, o investimento está na sua fase inicial. A Samsung Display ainda está em processo de aquisição de equipamento e espera-se que a produção em grande escala comece apenas em finais de 2022.

Num futuro não muito distante, a Samsung espera enviar anualmente 18 milhões de ecrãs dobráveis. 13 milhões destes são destinados à utilização interna da Samsung, uma vez que está bastante otimista quanto às vendas dos Galaxy Z Fold 3 e Galaxy Z Flip 3. Além disso, a Samsung precisa garantir quantidades suficientes de ecrãs para o Galaxy Z Fold 4 e Galaxy Z Flip 4 com lançamento previsto para o próximo ano.

Vai gostar de saber:  Honor Magic V com especificações de câmara e bateria divulgadas

A procura dos painéis OLED da Samsung disparou, levando-a a aumentar a produção. Embora os painéis dobráveis continuem a ocupar um nicho muito pequeno, é apenas uma questão de tempo até que se tornem mainstream, especialmente se os rapazes da Apple usarem ecrãs Samsung no ainda não lançado iPhone dobrável. A Samsung Display terá de produzir muito mais de 18 milhões de painéis nesse caso e será interessante ver como a Samsung lidará com o aumento da procura.

Fonte

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!