Android Geek
O maior site de Android em Português

Mulher processa Samsung depois do seu Galaxy Note 9 ter-se incendiado

Depois dos sucedidos incidentes que ocorreram com o Samsung Galaxy Note 7, a Samsung tem sido criticada, e consequentemente tem estado sobre olhares  constantes a todos os novos equipamentos que têm sido apresentados, no que se toca à segurança dos mesmos. Um pouco menos de um mês depois do Galaxy Note 9 ter sido oficialmente colocado à venda, já existe um relatório de uma mulher residente em Nova York, que alegou que o seu Galaxy Note 9, terá se incendiado, de forma aleatoriamente, enquanto o mesmo se encontrava na sua bolsa.

Depois dos sucedidos incidentes que ocorreram com o Samsung Galaxy Note 7, a Samsung tem sido alvo de várias criticas, e consequentemente tem estado sobre olhares constantes quando novos equipamentos são apresentados, no que se toca à segurança dos mesmos, nomenadamente o mais recente Galaxy Note 9.

Um pouco menos de um mês depois do Galaxy Note 9 ter sido oficialmente colocado à venda, já existe um relatório de uma mulher residente em Nova York, que alegou que o seu Galaxy Note 9, terá se incendiado de forma espontanea, enquanto o mesmo se encontrava na sua bolsa. Diane Chunge é uma corretora imobiliária em Nova York, e de acordo com seu processo recentemente aberto contra a Samsung, ela encontrava-se num elevador quando se apercebeu que o seu Galaxy Note 9 estava estranhamente quente. No qual ela referiu que o guardou na sua bolsa, no qual uns minutos depois, Chunge  "ouviu um som assobiante e estridente, e notou uma fumaça espessa".

Galaxy Note
Galaxy Note 7 que se incendiou espontaneamente

Chunge conseguiu sair do elevador com ajuda de um segurança, testemunhas no local mencionaram que alguém que estava com ela no elevador, atirou o smartphone escaldante para um balde de água. Agora Chunge abriu um processo contra a Samsung por danos que sofreu, no entanto não foi mencionado quais esse dados foram. Fora isso ainda vem referido que a mesma pretende exigir à Samsung para parar com a produção do Galaxy Note 9. Depois do incidente, um porta-voz da Samsung, prenunciou-se em nome da empresa:

Não recebemos nenhum relato de incidentes semelhantes envolvendo um dispositivo Galaxy Note 9 e estamos a investigar o assunto.

Acredita-se que este foi um acaso único e isolado, uma vez que neste momento todos os telefones da Samsung passam agora por uma rigorosa despistagem de segurança da bateria após o lançamento do Note 7, mas mesmo assim, estamos curiosos em ver se algum relatório adicional é exposto sobre este incidente.

NOTA EDITORIAL: Ponderámos seriamente não publicar esta informação, porque não achamos que seja relevante qual o equipamento que se incendiou, mas sim quais as razões pelas quais isso aconteceu. E a esta informação não tivemos acesso. Não acreditamos que haja qualquer problema com os equipamentos Galaxy Note 9 ou qualquer outro da Samsung. Estamos a testar este modelo há cerca de duas semanas e tudo nos leva a crer que é 100% seguro.

 

Através de