Android Geek
O maior site de Android em Português

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito)

Desde que lhe foi posta a vista em cima que fãs da Samsung e entusiastas do Android em geral elogiam a chegada do Galaxy Note 9, o mais recente smartphone da Samsung. Este entusiasmo tem razões evidentes. No papel, é tudo o que poderiamos desejar, oferece todas as especificações que o utilizador pode imaginar num design lindo, mas familiar, composto por nada além de vidro e metal.

Há vários anos que a chegada de um novo Note é um dos pontos altos do mercado de tecnologia móvel. 2018 não foi, felizmente, excepção e a Samsung voltou a apresentar neste Galaxy Note 9 uma aposta segura e fiável que só pode ser classificado como uma peça de engenharia fenomenal.

Assim como nos desportos de alta competição, mais ou menos um décima pode diferenciar um vencedor de um derrotado, também no mercado de smartphones todos os detalhes importam, e a Samsung sabe bem disso.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 1

Desde que lhe foi posta a vista em cima, que fãs da Samsung e entusiastas do Android em geral elogiam a chegada do Galaxy Note 9, o mais recente smartphone da Samsung. Este entusiasmo tem razões evidentes, no papel, é tudo o que poderiamos desejar, oferece todas as especificações que o utilizador pode imaginar num design lindo, mas familiar, composto por nada além de vidro e metal.

Com o Galaxy Note 9, a Samsung promete uma bateria fantástica, uma produtividade nunca antes possível graças a uma S Pen agora equipada com Bluetooth, bem como horas de entretenimento com um grande e fantástico ecrã Super AMOLED assim como colunas stereo. É quase o que se poderia chamar de smartphone perfeito. O único ponto controverso neste Galaxy Note 9 são as suas evidentes semelhanças com o seu antecessor Galaxy Note 8.

Em equipa que ganha não se mexe, ou mexe?

Estou a usar um Galaxy Note 9 há 15 dias e estou pronto para partilhar a minha experiência.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito)

Especificações Galaxy Note 9

Digamos que queremos o melhor conjunto de especificações num smartphone Android com todas as especificações que pensamos desejar ou precisar. O Galaxy Note 9, considerando que tem tudo do que melhor se faz na indústria é uma aposta segura. Os detalhes que vos podem afastar de um Note 9 são o preço, ergonomia ou quererem uma camera tripla.

O Galaxy Note 9 possui o mais recente processador da Qualcomm,, muita RAM, fantásticas câmaras traseiras duplas, resistência à água, bem como ampla autonomia da bateria. Se tivéssemos a possibilidade de desenhar o nosso próprio smartphone de raiz, muitas das escolhas da Samsung seriam as nossas no que a componentes diz respeito.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 3

A lista de especificações do Galaxy Note 9 apresentam um display Super AMOLED QHD + de 6.4 ″ (2960 × 1440, 516ppi), processador Snapdragon 845, 6GB de RAM com 128GB de armazenamento ou 8GB de RAM com armazenamento de 512GB, câmaras duplas na traseira (12MP grande angular com dupla abertura + telefoto de 12MP, ambas com OIS), bateria de 4.000mAh, carregamento rápido e carregamento sem fio rápido, NFC, MST, scanner de íris, leitor de impressões digitais, reconhecimento facial e Android 8.1 sob o novo Samsung Experience. E temos um acessório que não pode deixar de ser mencionado, a cada vez melhor S Pen.

 

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 4

 

Especificações Samsung Galaxy Note 9

  • Ecrã Super AMOLED de 6,4 polegadas, com uma resolução Quad-HD+ e formato 18.5:9;
  • Proteção de Gorilla Glass 5 no ecrã;
  • Android Oreo (8.1);
  • Processador Exynos 9810 ou Qualcomm Snapdragon 845 ou Exynos 9810, dependendo da versão;
  • 6GB/8GB de RAM, dependendo da versão;
  • 128GB/512GB de memória interna, dependendo da versão;
  • Dupla-câmara traseira, com 12MP cada. Uma delas com uma abertura variável entre f/1.5 e f/2.4. Ambas com
  • Estabilização Ótica de Imagem;
  • Possibilidade de gravação de vídeo a 960fps com resolução HD;
  • Câmara frontal de 8MP com abertura de f/1.7;
  • Bluetooth 5.0;
  • Bateria não removível de 4000mAh;
  • Carregamento rápido via wireless e entrada USB-C

Ecrã Samsung Galaxy Note 9

Em comparação com o Galaxy Note 8 do ano passado, o ecrã do Galaxy Note 9 é 0,1 "maior, de acordo com as especificações da Samsung. Devido a esse aumento no tamanho, a resolução permanece a mesma em 2960 × 1440, o pixel por polegada desce ligeiramente de 521ppi para 516ppi. Este detalhe é vísivel a olho nu? Claro que não. Mas já que vamos falar das semelhanças entre os dis, também é importante salientar as diferenças.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 5

Em termos de cores, este ecrã é extremamente semelhante ao que foi encontrado no Galaxy Note 8 e até no Galaxy S9 / S9 +. As cores são brilhantes e bem saturadas, mas não muito exageradas. Uma opção no menu Configurações permite ajustar o modo de ecrã. Aqui, o utilizador pode definir vários perfis de exibição, alguns mais quentes, enquanto outros são mais suaves (azul) para os olhos. No Adaptive Display, o utilizador pode ajustar o equilíbrio de cores, bem como aceder a opções avançadas para ajustar exatamente o que deseja na escala RGB.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 6

Dentro do menu Configurações, os utilizadores podem ainda escolher em qual resolução o ecrã será exibido - HD + (1480 × 720), FHD + (2220 × 1080) e WQHD + (2960 × 1440). Durante a maior parte do nosso teste, usámos a opção WQHD +, para ver como o funcionamento no máximo afectaria o desempenho e a duração da bateria, especialmente durante a reprodução de vídeo e jogos. É um ecrã espectacular. Não há dúvidas.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 7

 

Outros recursos padrão suportados pelo ecrã, incluem um Filtro de Luz Azul, Brilho Automático que rastreia seu próprio uso para fornecer configurações inteligentes, bem como o Always On.

Bateria Samsung Galaxy Note 9

O Galaxy Note 9 tem sido um dos maiores exemplos de como um terminal bem construído com recursos de topo pode fazer maravilhas pelas nossa produtividade em movimento, mas para ser efectivamente uma ferramente de produtividade em movimento, é necessário que tenha uma bateria a acompanhar. Dentro deste Galaxy Note 9 temos uma bateria de 4.000mAh, que é muito maior do que os dispositivos Galaxy Note anteriores da Samsung. Para comparação o Galaxy Note 8 tinha uma bateria de 3.300mAh e o Note 7 tinha 3.500mAh. Parece que a Samsung está confiante na sua tecnologia de bateria este ano, incluindo mesmo muitas referências sobre a vida da bateria na sua campanha de marketing para o dispositivo.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 8

Na minha utilização ficou evidente que a bateria é melhor do que qualquer outro Samsung que tenha testado. Sou um utilizador intensivo de smartphones , e o facto deste Galaxy Note 9 com o seu ecrã gigante me tenha durado um dia completo de utilização é um recorde para um Samsung (nas minhas mãos). A minha utilização é muitas pesquisas na internet, e-mails, redes sociais, Spotify, alguma Netflix e muitas redes sociais (é trabalho!).

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 9

Como referi mais acima, usei sempre o equipamento na sua resolução máxima, pelo que se a reduzir os resultados de autonomia seriam ainda melhores. Mas a minha perspectiva de um teste a um equipamento é leva-lo ao limite, não é andar a poupar recursos para que pareça bem na fotografia. Concordam comigo certamente.

Não foi o equipamento com melhor autonomia que já testámos, mas está sem dúvida num Top 5, se a duração da bateria é importante para vocês, o Galaxy Note 9 vai corresponder bem.

Aqui estão algumas amostras de bateria

Câmara Samsung Galaxy Note 9

Na parte de trás deste telefone, o utilizador encontrará duas câmaras, ambas de 12 megapixels e capazes de resultados de topo. Uma lente é grande angular, a outra é classificada como teleobjetiva. O sistema de câmara possui recursos de abertura dupla, bem como estabilização ótica de imagem (OIS), levando a fotos e vídeos imaculados, independentemente das nossas mãos trêmulas ou da iluminação.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 10

De acordo com as especificações, a grande angular é listada como Super Pixel Dual Pixel com AF, F1.5 / F2.4 e OIS. A teleobjectiva tem AF, F2.4 e OIS. Para a faixa de zoom, há zoom óptico de 2X, bem como zoom digital de até 10X. Na frente para as selfies, o utilizador encontrará uma camera de 8 megapixels com AF e F1.7.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 11

As câmaras deste Galaxy Note 9 são muito boas, assim como as de todos os outros telefones da Samsung. Não é perceptivel um grande salto de qualidade comparado com o Galaxy S9 ou Galaxy Note 8, mas os detalhes nas fotos quando ampliados são surpreendentemente definidos.

Temos ainda o já conhecido Super Slow-Mo. Com ele, o utilizador pode capturar vídeo em até 960FPS. Usá-lo não é tão bom quanto esperava, mas funciona. Para usar este recurso, o utilizador alternará o modo entre os diversos modos disponíveis na aplicação Câmara e, em seguida, escolherá se deseja que o Super Slow-Mo detecte movimento automaticamente ou se deseja capturá-lo manualmente. Eu opto por captura manual, simplesmente porque eu não quero perder um momento porque o equipamento não detectou o movimento. O utilizador terá que decidir se deseja uma captura múltipla ou individual. A opção multi-take permite capturar vários segmentos de câmara lenta num vídeo continúo. A captura única é um clipe de 0,2 segundo em câmara lenta ou um clipe de 0,4 segundo, dependendo da qualidade desejada. Mas este é um recurso que usarão ocasionalmente, pela minha experiência.

Além do Super Slow-Mo, a Samsung inclui tudo o que o utilizador poderia pedir numa câmara de smartphone. O Galaxy Note 9 tem um modo de retrato Live Focus, ferramentas Pro, opções de panorama e hyperlapse, etc. o utilizador pode gravar vídeo em até 4K e 60fps, tirar fotos com a voz e gravar em HDR. Mais uma vez, tem tudo e, inclui a capacidade de criar AR Emoji.

 

Galaxy Note 9 uma nova e melhorada S Pen

A S Pen deste Galaxy Note 9 é sem dúvida o seu recurso mais exclusivo. Esse tem sido o caso desde que foi introduzido pela primeira vez. Mas apesar de uma S Pen não ser propriamente uma novidade, a do Note 9 aumentou o nível. Temos Bluetooth!

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 12

A S Pen do Note 9 permite controlar o telefone à distância. A conectividade Bluetooth permite tocar no botão da Caneta para alternar entre músicas, tirar fotos, alternar entre slides, pausar vídeos e abrir uma aplicação usada com frequência. É uma atualização incrivelmente útil. A caneta é carregada dentro do telefone e faz isso em cerca de um minuto, e fornece o que parece ser horas de uso.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 13Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 14

Além de ter conectividade Bluetooth, os truques padrão da S Pen estão aqui, como gravação de ecrã, anotações, criação de GIFs, coloração, scroll, mensagens ao vivo e muito mais.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 15

Galaxy Note 9 Software

O Galaxy Note 9 vem com o Android 8.1 "Oreo" abaixo da skin personalizada da Samsung, com o nome de Samsung Experience. É a mesma skin que temos visto há alguns anos e, na verdade, não mudou assim tanto. Os utilizadores podem personalizar a aparência com temas, mas se já usaram um smartphone Samsung antes, sabem bem o que esperar.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 16

Como outros telefones de vários outros OEMs, o Galaxy Note 9 vem com a skin personalizada da Samsung, agora chamada Samsung Experience, skins e recursos agregados trazem valor e substância ao sistema operativo Android. Por exemplo, a Samsung trouxe a funcionalidade multi-task anos antes do Google e até mesmo da Motorola assim como a funcionalidade Always On Display. O que quero dizer é que, se o utilizador gostar de coisas como Game Launcher, Smart Stay, Modo de uma mão, Apps de assistência ao dispositivo, Smart Capture, Easy Mute, Video Enhancer, Edge Panel e muito mais “Advanced Features”,  Os telefones Samsung são um ótimo lugar onde os encontrar.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 17

Nos últimos anos, ficou a ideia de que as Skins personalizadas prejudicam o desempenho dos dispositivos, mas hoje em dia é claro que, pelo menos no que diz respeito à Samsung, esse não é o caso. Este smartphone é dotado de muitos recursos para que o utilizador possa navegar pelas aplicações com extrema rapidez e nunca senti que o desempenho do telefone tenha sido prejudicado devido ao software. Se gostam do Android da Samsung, vão adorar o Galaxy Note 9.

 

Hardware / Ergonomia Galaxy Note 9

O Galaxy Note 9 é lindo, é mesmo um telefone bonito e elegante e que se mantèm-se fiel á identidade da Samsung, com o seu infinity display e ausência de notch. Mas não é a experiência ergonómica que considero ideal. O desbloqueio seja por reconhecimento facial, sensor de iris, ou impressão digital é mais lento do que em outros equipamentos concorrentes e o tamanho do dispositivo não permite uma utilização confortável com apenas uma mão. É um Note, é grande. Eu sei!

 

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 18

Dentro deste corpo não está apenas o seu grande ecrã de 6,4 ″, mas uma bateria de 4,000mAh. É preciso um pouco de espaço para colocar esta bateria num telefone, também tem um sistema de câmara dupla, leitor de íris, leitor de impressões digitais, colunas stereo, conector de 3,5 mm para fone de ouvido, resistência à água, NFC, MST e mil outros detalhes para que a experiência seja a melhor possível. Para acomodar todas essas coisas, e ainda conseguirem um dispositivo tão bonito quanto o Galaxy Note 9 não é nada menos que uma maravilha de design e engenharia. A traseira e a frente do telefone são todas de vidro, enquanto as laterais são de metal.

Na mão, o telefone é relativamente pesado. Parece um smartphone caro (e é), um daqueles que não gostariamos de deixar cair porque 1000€ custa um pouco a dar, seja qual for o nosso rendimento. Embora possamos dizer que o design do Galaxy está a ficar um pouco ultrapassado, sem ter mudado muito ao longo do passado desde o Galaxy S6 (todo vidro e metal), continua a ser um design muito refinado que imagino ser difícil de melhorar. Para onde a Samsung pode ir em termos de Design? Imagino um telefone com menos painel na parte superior e inferior, mas depois ficamos com o problema de onde colocar as câmaras, sensores e colunas. A Samsung leva uma menção honrosa e a nossa admiração por se manter fiel a si própria.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 19

Mas nem tudo é perfeito, como já referi anteriormente, desbloquear o equipamento não é a experiência mais fluída que já tive num smartphone Android. Para desbloquear o equipamento com o sensor de iris ou reconhecimento facial é necessário activar o ecrã, este é um passo a mais do que num Huawei P20 Pro que por exemplo que usa o giróscópio para prever quando queremos desbloquear o telefone. Paralelamente o sensor biométrico de impressão digital não tem a melhor localização. Não me interpretem mal, está bem melhor do que no Galaxy Note 8, mas devido à altura do telefone, a Samsung colocou o sensor bem alto na parte traseira. Não jogo Basket, mas tenho as mãos grandes e até para mim é uma posição desconfortável de alcançar com o dedo indicador, forçando-me a esticar o dedo indicador um pouco mais para alcançar o sensor. É verdade que é uma questão de hábito, mas o movimento não é natural e ergonomia é o contrário de esforço para utilizar o equipamento.

Galaxy Note 9 - Bixby

 do Bixby porque tem que ser, porque na verdade não há nada nesta funcionalidade que considere atraente o suficiente para lhe dar uso. A Samsung queria que o utilizador controlasse cada aspecto do seu telefone por voz mas falhou porque é demasiado complexo e a curva de aprendizagem era muito grande. Com o Bixby 2.0, fizeram algumas mudanças para apenas permitir que o Bixby trabalhasse com aplicações selecionadas que agora têm um conjunto muito menor de acções. A Samsung quer que o utilizador a use para reservar hotéis ou encontrar restaurantes, saber o tempo ou controlar alguns dispositivos domésticos inteligentes, mas já existe um assistente melhor que faz isso - o Google Assistant.

O Bixby não é um motivo para comprar o Note 9. Mas também não é problemático, quem sabe num futuro próximo venhamos a dar-lhe melhor uso.

Disponibilidade e Preço

Como não podia deixar de ser um FlagShip da Samsung como o Galaxy Note 9 está disponível essencialmente em todo mundo. Aqui em Portugal, o utilizador pode encontrá-lo em operadoras e em grandes lojas, a partir do preço de 872€ online até perto de 1000€ nas lojas físicas mais populares.

Análise Samsung Galaxy Note 9 - em equipa que ganha não se mexe (muito) 20

Veredito

O Galaxy Note 9 é um sonho de telefone. É provavelmente um dos melhores telefones do mercado porque tem e faz tudo. Temos um Hardware fantástico que inclui um dos melhores processadores do mercado, e temos a maior bateria já vista num dispositivo Galaxy Note. O único ponto menos positivo que apontamos é a ergonomia do equipamento, poderá ser difícil para alguns utilizar o equipamento de forma segura e confortável como fazem com outros equipamentos com o mesmo tamanho de ecrã. A velocidade e facilidade de desbloqueio ainda está uns pontos atrás de outros equipamentos. Quanto ao preço, eu sei que podem parecer valores exagerados, mas este equipamento vale cada centavo, é uma peça de engenharia extraordinária e da qual é impossível não gostar.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais