Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei e rivais chinesas fortalecem o seu lugar no mercado da Rússia

Um deles é o mercado da Rússia, onde a Huawei consegue manter o primeiro lugar no mercado de smartphones, consecutivamente na Q3 de 2020.

A Huawei vive uma fase de emoções mistas, a empresa enfrenta as acusações e as sanções dos Estados Unidos por um lado, mas por outro sobrevive de alguma forma em muitos outros mercados. Um deles é o mercado da Rússia, onde a Huawei consegue manter o primeiro lugar no mercado de smartphones, consecutivamente na Q3 de 2020.

Huawei e rivais chinesas fortalecem o seu lugar no mercado da Rússia 1

Podem ver a nossa análise ao mais recente flagship da Huawei, Mate 40 Pro aqui.

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório acerca do mercado de smartphones na Rússia, para a Q3 de 2020. Apesar das coisas não estarem muito favoráveis para a Huawei no geral, a mesma mantém a liderança no mercado de smartphones online na Rússia, com um cota de mercado de 27,8%. Isto significa um aumento de 2,2% YoY desde 2019, mas um declínio de 7,2% QoQ. Com tudo isto os smartphones da sua antiga sub marca Honor, ajudam bastante nestes números, com a venda dos equipamentos Honor 30 no mercado de equipamentos 5G.

As vendas gerais de smartphones aumentaram 5% YoY na Rússia, em que as vendas de smartphones online chegou a 34%, na Q3 de 2020. Isto é um aumento de 2% QoQ, da Q2. O relatório menciona que as regras de distanciamento social, aliado às promoções e ofertas, levou a este aumento nas vendas online.

A Honor ofereceu cupões de descontos, para aumentar as suas vendas, e empresas como a Xiaomi conseguiram bater a Samsung. A marca consegue colocar os modelos Redmi Note 8, Redmi Note 8A, Redmi Note 9 nos primeiros 3 lugares. A marca chinesa Realme também consegue entrar no Top 5 pela primeira vez, com um aumento de 1,7% YoY.

Relacionado:  Paypal: O Aliado perfeito do Android

Huawei e rivais chinesas fortalecem o seu lugar no mercado da Rússia 2

Apesar da Samsung dominar o lucro geral dos segmentos offline e online, perdeu a sua maioria no mercado online para a Huawei. De fato os seus Galaxy A51 e A31, estão entre os mais vendidos equipamentos online, mas o seu mercado offline na Q3 é de 26,3%, ficando atrás da Xiaomi e Huawei. Embora o relatório também mencione que isto acontece porque, a Samsung decidiu focar-se mais no mercado offline.

A lista revela que a Apple encontra-se no quarto lugar, com uma cota de mercado online de 8,3%. Quanto às plataformas online, M.Video-Eldorado, a maior cadeia de eletrónicos da Rússia, lidera a plataforma online, com uma cota de mercado de 32,5%.

As marcas chinesas fortalecem as suas posições no mercado, de gama de entrada e gama média. Isto é evidente com estes dados da Q3 de 2020, que ainda menciona que os preços médios de smartphones, desceram 5% YoY na Rússia, e situa-se agora em 187 euros.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!