Android Geek
O maior site de Android em Português

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos

Quando a entrada de fones Jack 3.5mm foi retirada pela primeira vez de um smartphone topo de gama o futuro era previsível. Os Galaxy Buds Live são o expoente máximo dessa evolução.

A evolução dos smartphones e das capacidades e preços da conectividade móvel resultaram em novos e completos serviços de Streaming que nos levam a exigir mais dos nossos equipamentos e dos acessórios que os acompanham. Quando a entrada de fones Jack 3.5mm foi retirada pela primeira vez de um smartphone topo de gama o futuro era previsível. As marcas apostam cada vez mais em fones de ouvido TWS que proporcionem uma experiência de topo em qualidade de som, autonomia e design.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 1

A Samsung é uma das melhores empresas do mundo a desenhar e construir electrónicos de consumo e portanto a sua nova aposta em fones de ouvido TWS não pode nem deve deixar ninguém indiferente.

No entanto, nos últimos anos, usei vários fones de ouvido sem fio diferentes, onde se inclui os primeiros Gear Icon X da Samsung, Galaxy Buds, FreeBuds 3 com uma passagem pelos Sony WF-1000XM3, mais recentemente, os FreeBuds 3 Pro.

Eu tenho um estilo de vida muito ativo e quer me esteja a deslocar a pé, transportes ou trotinete aprecio a liberdade que os fones de ouvido sem fio oferecem, já encontrei várias soluções que proporcionam uma experiência confortável de usar na maior parte do dia. Mas não tinha experimentado nada como os Galaxy Buds Live da Samsung.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 2

Enquanto estávamos na fase de rumores e fugas de informação estes fones eram chamados pela comunidade tecnológica como "Beans", os nossos colegas da Leak até usaram o titulo de "Feijões mágicos" na sua análise.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 3

A razão para esta alcunha carinhosa é obviamente pelo formato destes fones de ouvido que se assemelham a dois pequenos feijões, também lhes podíamos chamar pequenos rins, mas isso já era esticar a corda.

Os Galaxy Buds Live são um par de fones de ouvido sem fio muito interessantes por vários motivos, vamos detalhar a nossa experiência com estes fones de ouvido nesta análise.

Especificações Técnicas

  • Peso e Dimensões: Buds -> 27.2 x 17.3 x 15.5 mm (5.6g) // Caixa -> 50.0 x 50.2 x 27.8 mm (42.2g)
  • Bateria: Buds -> 60mAh // Caixa -> 472mAh com suporte a carregamento sem fios.
  • Altifalantes e Microfone: 12mm driver AKG, 3 microfones
  • Conectividade: Bluetooth 5.0 BLE
  • Codec: AAC, SBC, Scalable Codec
  • Sensores: Proximidade, Acelerómetro, sensor de toque
  • Resistência IPX2

Em primeiro lugar, em vez de se enterrarem nos nossos ouvidos como a maioria dos fones de ouvido intra-auriculares, os Buds Live ficam na superficíe externa semelhante aos AirPods da Apple e ficam presos pelas saliências superiores da orelha. Para alem do tamanho reduzido, conseguem apresentar recursos de última geração, como cancelamento de ruído ativo (ANC) e equalizador.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 4

O mais importante, é que são os fones de ouvido sem fio mais confortáveis ​​que já usei. Às vezes, até me esqueço que os tenho nos ouvidos, o que não é algo que não consigo dizer da maioria dos outros fones de ouvido sem fio.

A grande dúvida sobre os Galaxy Buds Live é se o seu design exclusivo permite que o ANC funcione tão bem quanto a Samsung afirma. Infelizmente, as vantagens do design em leveza e ergonomia não potenciam um bom ANC, ainda assim, os Galaxy Buds Live oferece vários recursos assinaláveis ​​que os diferenciam de outros fones de ouvido sem fio, e destacam-se também pelo conforto que eu aprecio.

Galaxy Buds Live Design

 

Não há como negar o facto de que os Buds Live têm um formato e Design curioso . Eles são evidentemente, em forma de feijão e quase parecem que não vão caber nos ouvidos correctamente quando lhes pegamos pela primeira vez.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 5

Há uma pequena barbatana rectangular nos botões que os prende no lugar. Descobri que a ponta padrão funcionou perfeitamente para mim, mas a Samsung felizmente inclui tamanhos adicionais na caixa para aqueles com ouvidos menores ou maiores.

As colunas dos Buds Live estão localizadas na parte inferior de cada fone de ouvido, o que torna difícil dizer qual dos Buds entra em que ouvido. Levei um dia para me habituar a colocar os Galaxy Buds Live nas orelhas corretamente, mas é apenas uma questão de hábito. Uma dica é torcê-los um pouco assim que os colocarem nos ouvidos para os fixar melhor.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 6

Eu usei os Buds Live por mais de 6 horas por dia em alguns casos e não senti nenhum desconforto. Isso é algo que não posso dizer sobre outros fones de ouvido como os FreeBuds 3 Pro, que eram os fones de ouvido sem fio mais confortáveis ​​que já usei .

Embora algumas pessoas possam não gostar da maneira como os Buds Live encaixam nos ouvidos porque não sente tão seguro quanto os fones de ouvido, eu prefiro esse design um tanto exagerado e dou os parabéns à Samsung por tentar algo diferente.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 7

Os Galaxy Buds Live tem uma construção sólida embora não sejam pesados nos ouvidos. A capa de carregamento sem fio dos Buds Live é igualmente impressionante. É um pouco mais plástica, e parece leve e oca. A parte traseira da caixa de carregamento possui uma porta USB-C, e o gabinete também é compatível com carregamento sem fio Qi.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 8

Assim como precisei de algum tempo para me habituar a colocar os Galaxy Buds Live correctamente nos ouvidos, esta dificuldade tambem se verificou ao colocar os fones no seu estojo de carregamento. Assim que memorizei que o contato de carga em cada Bud está localizado dentro da ponta de borracha, colocar os Buds Live na caixa tornou-se um processo simples e intuitivo.

Em relação às cores, os Galaxy Buds Live estão disponíveis em 'Mystic Bronze', 'Mystic White' e 'Mystic Black'. Os fones de ouvido Mystic Bronze são os mais impressionantes e foram estes que a Samsung nos enviou para testar. Todas as cores disponíveis têm um brilho que alguns podem não gostar.  Mas como os fones de ouvido não ficam para fora das orelhas, são um pouco mais discretos do que outros fones de ouvido.

Qualidade de som surpreendente

Se estão à procura de fones de ouvido sem fio capazes de rivalizar com a qualidade de som dos fones de ouvido fechados, não são os Galaxy Buds Live que vos vão encher as medidas.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 9

Com isso dito, os Galaxy Buds Live apresentam uma qualidade sonora de qualidade sem nos arrebatar. A paisagem sonora é definitavamente ampla com ênfase em agudos graças aos drivers de 12 milímetros dos Buds Live. Há até mesmo uma boa quantidade de graves nestes fones de ouvido sem fio, contanto que o utilizador os mantenha bem presos aos ouvidos. Podem aumentar um pouco os graves com o EQ dos fones de ouvido.

Assim como outros fones de ouvido, os Galaxy Buds Live apresentam um design ventilado que evita a sensação subaquática de bloqueio de ar que algumas pessoas experimentam com fones de ouvido com cancelamento de ruído. Isso também parece ajudar os Buds Live a oferecer um palco sonoro mais amplo.

Infelizmente, o cancelamento de ruído ativo é quase imperceptível. É uma melhoria em relação aos Galaxy Buds + da Samsung, que não apresentam cancelamento de ruído ativo, mas se esperam um ANC digno desse nome.. não vão encontrar.

Em parte, isso deve-se ao facto de que os Galaxy Buds Live não entram no canal auditivo do utilizador, em vez disso, ficam do lado de fora. Isso torna a tarefa de cortar o som do mundo exterior uma tarefa muito mais difícil.

Sonoridade polivalente

A Samsung oferece uma aplicação móvel no Android e no iOS, que permite que o utilizador ligue e desligue o ANC facilmente, mude os controlos de toque, brinque com o equalizador e até mesmo faça o Download actualizações. Há alguns anos os acessórios da Samsung eram exclusivos para usar com equipamentos Samsung, portanto é bom ver que esses tempos já lá vão.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 10

Por falar em recursos do Equalizador, podem mudar a configuração dos Buds Live entre 'Suave', 'Reforço de graves,' 'Dynamic,' 'Clear,' 'Treble Boost' e, finalmente, normal, que é a configuração que eu normalmente usei.

Embora alternar entre dispositivos geralmente funcione muito bem e seja um processo simples de um clique, às vezes também pode ser complicado. Certa vez estava a tentar desligar os Galaxy Buds Live do meu Note 20 Ultra para os ligar ao meu MateBook e os Buds Live apenas se reconectavam continuamente ao Note 20. Xenofobia tecnológica?

Fui forçado a desligar o Bluetooth do smartphone para que os Buds Live seconectassem ao meu MateBook. Dada a ausência de botão de sincronização no estojo dos fones de ouvido, é precisa deixá-lo aberto com os fones de ouvido lá dentro para emparelhar com um novo dispositivo, o que não ajuda em nada. Esta situação ocorreu-me apenas uma vez, mas decidi partilhar para poder detalhar a forma de emparelhamento dos Buds Live.

Galaxy Buds Live - Notas

 

Existem algumas outras coisas dignas de nota sobre os Galaxy Buds Live. Primeiro, embora eles ofereçam um alcance Bluetooth decente, não tem um alcance tão longo quanto o que experimentei com outros fones de ouvido sem fio. No entanto como a maioria dos utilizadores provavelmente usará esses fones de ouvido perto do smartphone ou laptop, esse não é um problema significativo.

Embora os Buds Live sejam uns dos meus fones de ouvido favoritos de tudo o que já experimentei, a duração da bateria dos beans é mediana, semelhante a outros fones de ouvido sem fio concorrentes que apresentam cancelamento de ruído ativo.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 11

Descobri que, por experiência própria, a vida útil da bateria varia entre quatro e seis horas, dependendo do dispositivo ao qual estão conectadas. Como esperado, desligar o ANC estende a vida da bateria para cerca de sete ou oito horas, o que é algo que eu fiz algumas vezes, já que o cancelamento de ruído ativo dos Buds Live não funciona muito bem de qualquer das formas. Com o estojo de carregamento dos fones de ouvido, teremos cerca de 29 horas de duração total da bateria.

Análise Samsung Galaxy Buds Live. Os fones não se medem aos palmos 12

Ao contrário de outros fones de ouvido que usei, é muito fácil tocar acidentalmente no Galaxy Buds Live e saltar faixas ou desativar o cancelamento de ruído. Os fones de ouvido são extremamente sensíveis ao menor toque e descobri que, mesmo quando os movia levemente nos ouvidos, acabava por interromper a música ou reproduzi-la novamente.

Embora os Galaxy Buds Live tenham três microfones, onde se inclui dois externos e um interno, não achei que as chamadas de voz e a qualidade do áudio do Google Hangouts fosse particularmente impressionante. O áudio não é nada mau, mas a qualidade não é melhor do que a que experimentei com outros fones de ouvido sem fio.

Também é importante notar que os Buds Live são apenas IPX2 resistentes à água e poeira, o que não tem a mesma durabilidade que os fones de ouvido de outros fabricantes nesta faixa de preço. Isso significa que se o utilizador suar muito ao fazer exercícios no ginásio, estes podem não ser os fones de ouvido para vocês. Provavelmente não são os melhores fones de ouvido sem fio para aqueles interessados ​​em usá-los no ginásio.

Finalmente, embora Bixby seja o assistente de voz padrão, Podem alterar isso facilmente na aplicação Galaxy Fit da Samsung.

Preço e Disponibilidade

Os Galaxy Buds Live já estão disponíveis em Portugal e apesar do preço de lançamento ser de 199€ já é possível encontrá-los por cerca de 149€ que é um preço excelente para este produto.

 

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!