Android Geek
O maior site de Android em Português

Quais as submarcas de Smartphones Android que existem e qual a razão da sua existência?

Abaixo vamos ver quais as principais marcas e submarcas que estão atualmente no Android. Números que cresceram significativamente nos últimos meses. Quais as submarcas que estão atualmente no mercado?

Mais recentemente foi a Lenovo, que criou o Lemeng Mobile e a  VIVO com a sua subsidiária IQOO  a aderir a esta moda no Android.  Estamos a falar da tendência de criar submarcas para atacar diferentes segmentos.

Muitas marcas no mundo mobile apostaram na criação de marcas secundárias com a qual pretendem aumentar a sua presença no mercado de tecnologia móvel. Normalmente, essas marcas diferem da origem em vários aspectos.

Abaixo vamos ver quais as principais marcas e submarcas que estão atualmente no Android. Números que cresceram significativamente nos últimos meses.

Quais as submarcas que estão atualmente no mercado?

 

Huawei e Honor

Quais as submarcas de Smartphones Android que existem e qual a razão da sua existência? 1

Possivelmente, a submarca mais conhecida é a Honor. 


Foi criada em 2013 como parte do grupo Huawei
. Esta marca geralmente lança modelos que têm alguns aspectos em comum com os smartphones Huawei. Em muitos casos, o design ou algumas das especificações são semelhantes. Embora desde o início tenha sido orientada de maneira diferente.

Tecnicamente, a Honor globalizou-se em 2015, mas a empresa alcançou uma participação mais abrangente em 2018. A Honor havia penetrado em cerca de 70 países desde 2015, mas não tinha mão-de-obra para apoiar a estrutura em alguns países. No ano passado, expandiu os seus tentáculos e, neste ano, conseguiu um crescimento significativo.

Quanto ao desempenho da Honor nos mercados estrangeiros este ano, a taxa anual de crescimento de vendas deve exceder 150%. Em termos da sua participação no mercado externo, deve ser entre 20% / 30%, o que é bastante significativo. Analisando o mercado russo como exemplo: No mercado russo no ano passado a Honor tinha cerca de 9 pontos, e agora tem 22-24 pontos.” Segundo dados da GfK, a participação de mercado da Honor na Rússia em agosto de 2018 foi de 18,9%, ficando em segundo lugar no mercado. Em outras palavras, dentro de quatro meses, a participação de mercado da Honor na Rússia aumentou cerca de 3-5%,  uma taxa de crescimento extremamente rápida.

Quais as submarcas de Smartphones Android que existem e qual a razão da sua existência? 2

Os  preços da Honor são geralmente inferiores aos da casa mãe. Inicialmente, foi criada como uma resposta à Xiaomi no mercado Android na China.

Número 1 na China  número 2 na Índia, número 4 em França e com um crescimento de 200% no Reino Unidoe 500% em Espanha vemos que a Honor é muito mais do que uma submarca da Huawei mas sim um dos grandes intervenientes no mercado de tecnologia móvel.

Honor sempre teve smartphones mais baratos. Além disso, é uma marca orientada principalmente para um público jovem. Correm também alguns riscos em algumas ocasiões, como forma de se diferenciarem dos telefones que a Huawei possui nas suas gamas.

A Huawei e Honor têm gerido de forma exemplar a sua presença no mesmo grupo , com duas marcas diferentes. Embora haja rumores que a Honor possa vir a ser totalmente independente, algo que só o futuro dirá.

 

ZTE e Nubia

Quais as submarcas de Smartphones Android que existem e qual a razão da sua existência? 3

Duas marcas bem conhecidas na China e em grande parte da Europa. A ZTE fez as manchetes em 2018 devido ao embargo que sofreram nos Estados Unidos e que teve tantas consequências para a empresa.  A história entre a ZTE e Nubia é  bastante curiosa. A Nubia começou a sua jornada no mercado em 2012, como subsidiária da ZTE. Embora, três anos depois, tenha se tornado uma marca independente. Desde aí os smartphones são lançados com o nome Nubia.

Desde então, é conhecido como uma marca associada. Embora ainda faça parte do grupo, já que a ZTE detém 49,9% da empresa. A Núbia lançou modelos muito interessantes, como o Nubia X com os seus dois ecrãs ou o seu smartphone de jogos Red Magic. Então o utilizador começa a fazer um nome no mercado com esses modelos.

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Ok.. Então e se não tivermos câmara frontal e a traseira servir de ecrã secundário? A nubia diz que sim é nós só podemos dizer.. Uau!

Uma publicação compartilhada por androidgeek.pt (@androidgeek.pt) em

A ZTE já regressou à atividade e novos smartphones são esperados para breve. Além disso, a empresa está muito envolvida no desenvolvimento de 5G em vários países onde se inclui a China. Durante muito tempo, procuraram posicionar-se como um dos líderes neste campo. Uma estratégia que parece estar a dar bons resultados até agora.

Xiaomi, POCO e Redmi

Logotipo Xiaomi

A Xiaomi tem sido uma das mais recentes empresas a aposta na criação das suas próprias submarcas. Só em 2018 quando a marca POCO foi criada, é que vimos uma marca secundária apontar como alvo o Android high-end. Uma marca que almeja competir com a OnePlus. Portanto, o seu objetivo é lançar smartphones dentro da faixa alta, mas com preços menores do que os normalmente encontrados neste segmento.

O primeiro smartphone nascido desta nova marca foi o POCO F1 ou o Pocophone F1. Um smartphone que seduziu desde a sua apresentação. Por esse motivo, é uma marca que pode ter potencial se souber como se afirmar neste segmento do Android topo de gama.

Mais recentemente foi a criação da Redmi, que aconteceu em janeiro de 2019. Até então, a linha Xiaomi Redmi era a mais modesta da marca. Geralmente apresentava modelos de entrada ou média baixa gama, com preços acessíveis. Mas agora torna-se uma marca independente, dentro do grupo Xiaomi. Eles inspiraram-se na Huawei e Honor pois o objectivo é ganhar quaota de mercado à submarca da Huawei.

No princípio pensava-se que Redmi lançaria modelos de gama média e baixa. Mas parece que terão presença em todos os segmentos de mercado. Já que podemos esperar até um topo de gama da sua parte, com Snapdragon 855 incluído.

 

 

OPPO e Realme

Quais as submarcas de Smartphones Android que existem e qual a razão da sua existência? 4

OPPO faz parte de um grupo empresarial onde se incluem também a Vivo e OnePlus, chamado BBK Electronics. Um dos maiores produtores de smartphones do mundo, com especial sucesso na Índia e na China. A OPPO também tem sua própria submarca, como outras empresas no Android. No da Oppo a submarca é a Realme. Uma marca que teve um percurso peculiar.

Foi introduzida no mercado em 2010, como uma gama de telefones OPPO. O primeiro modelo desta estratégia o Royal OPPO. A meio do ano passado foi estabelecida como uma marca independente. A Realme é especialmente orientada para um público jovem.

Desde o verão de 2018, os primeiros smartphones Realme começaram a chegar ao mercado como uma marca independente. Por enquanto, a marca foca os seus esforços no mercado asiático, especialmente na China. Não está descartado que no futuro venham a ser lançados no mercado europeu.

Vivo e IQOO

Vivo faz uma Xiaomi com IQOO, sua nova marca de smartphones

Uma dos mais recentes submarcas a tornar-se oficial. A Vivo anunciou em meados de fevereiro a criação do IQOO, sua nova submarca. A marca chinesa está comprometida com a mesma estratégia que outras empresas no Android seguiram. Por isso, vão lançar uma série de smartphones diferentes da marca original.

Começou por haver rumores de que a IQOO seria uma marca que iria concentrar-se no segmento de smartphones de  jogos. Embora a primeiro fuga de informação de um telefone IQOO tenha sugerido que seria um modelo standard o primeiro da marca.

Portanto, por enquanto, É uma incógnita a direção que a Vivo levará com essa marca. Parece claro que serão modelos premium, topo de gama, em que a marca pode mostrar a sua capacidade de inovação. Mas teremos que esperar alguns meses até o primeiro smartphone IQOO chegar ao mercado.

 

 

Lenovo e Lemeng Mobile

Quais as submarcas de Smartphones Android que existem e qual a razão da sua existência? 5

A Lenovo foi a mais recente marca no Android a criar uma submarca, e junta-se assim a esta lista de empresas que criaram uma submarca. no caso, alguns dias depois da Vivo anunciar a sua.

A Lenovo tem uma nova marca chamada Lemeng Mobile. A Lemeng Mobile esteve incluída dentro da Lenovo no passado. Só que a fabricante não lançava smartphones há anos. nas suas origens, os modelos da Lemeng Mobile tinham como foco características de música ou som. Não se sabe se será a mesma estratégia que seguirão neste caso. Mas é algo que devemos saber em breve.

A Lenovo é a mais recente das marcas no Android a criar uma submarca, embora com certeza não seja a última.

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link