Android Geek
O maior site de Android em Português

Congresso dos EUA e Casa Branca estão a trabalhar para proibir ZTE e Huawei

De acordo com a Bloomberg, o governo de Trump está a considerar uma ordem executiva que possa “restringir significativamente” as empresas de telecomunicações estatais chinesas de operarem nos Estados Unidos. Não nomeia explicitamente a ZTE e a Huawei, mas sim a lei é feita à medida.

A Huawei e a ZTE, duas multinacionais de telecomunicações sediadas na China, estão a ser criticadas pelos Estados Unidos e outros governos pelos laços das mesmas com o governo chinês. A ZTE quase encerrou o ano passado devido a uma proibição de importação, e agora a Huawei e a ZTE podem ser impedidas de vender equipamentos de telecomunicações para os Estados Unidos.

 

De acordo com a Bloomberg, o governo de Trump está a considerar uma ordem executiva que possa “restringir significativamente” as empresas de telecomunicações estatais chinesas de operarem nos Estados Unidos. Não nomeia explicitamente a ZTE e a Huawei, mas sim a lei é feita à medida. A ordem supostamente ainda não foi apresentada ao presidente Trump, e a Casa Branca não confirmou a informação da Bloomberg.

Congresso dos EUA e Casa Branca estão a trabalhar para proibir ZTE e Huawei 1

No ano passado, a ZTE quase fechou devido a uma proibição de importação pelos Estados Unidos, que entrou em vigor depois da empresa ser apanhada a violar  sanções comerciais ao Irão. A proibição foi suspensa depois da ZTE pagar mais de US $ 1 bilião em multas, mas a ZTE ainda está sob fogo pelo seu papel na implantação de redes 5G.

Alguns membros do Congresso dos EUA apoiaram agora uma provisão no National Defense Authorization Act que proibiria equipamentos de rede da Huawei, ZTE e outras entidades chinesas.

No entanto, a disposição não entrou na lei final. Um grupo bipartidário de parlamentares, liderado pelo deputado texano Mike Conaway, está a trabalhar em outra proibição à tecnologia chinesa. Conhecida como a “Lei de Defesa das Comunicações do Governo dos EUA”, que proibiria o governo federal de usar “serviços ou equipamentos de telecomunicações” da Huawei e da ZTE.

Nem a proposta de lei do Congresso, nem a ordem executiva, provavelmente impactariam as vendas de smartphones e outros produtos electrónicos de consumo da Huawei e da ZTE nos Estados Unidos.

A Huawei originalmente tinha planos de expandir a sua presença de smartphones nos Estados Unidos, mas ambas a AT & T e Verizon desistiram de vender os dispositivos da empresa, supostamente devido à pressão do governo dos EUA.

A diretora financeira da Huawei aguarda extradição do Canadá para os Estados Unidos por acusações de que encobriu as ligações da Huawei a uma empresa que tentou vender tecnologia para o Irão. O CEO da Huawei disse numa carta aos funcionários que as proibições do governo afetariam fortemente a empresa e os seus trabalhadores. “Nos próximos anos, a situação geral provavelmente não será tão brilhante quanto imaginamos, temos que nos preparar para tempos difíceis”, disse ele.

 

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link