Apple enfrenta mais um processo devido a conversas gravadas pela Siri

Com os avanços da tecnologia, as empresas querem colocar um dispositivo inteligente no bolso dos utilizadores e em casa, levantando assim várias questões sobre privacidade.

‎Quase todos os grandes fabricantes de smartphones têm o seu próprio assistente de voz. Com os avanços da tecnologia, as empresas querem colocar um dispositivo inteligente no bolso dos utilizadores e em casa, levantando assim várias questões sobre privacidade.‎

‎Em consonância com isso, um processo foi aberto contra a Apple alegando que o assistente de voz da empresa, chamado Siri, gravou indevidamente conversas privadas. Em uma decisão relacionada a este caso, o juiz decidiu que a empresa terá que enfrentar o processo, informa a ‎‎Reuters‎‎.‎

Apple enfrenta mais um processo devido a conversas gravadas pela Siri 1

‎A Apple tinha pedido para o processo ser anulado, e o juiz Jeffrey S. White, do tribunal do Distrito Federal em Oakland, rejeitou uma parte deste processo que envolvia o dano económico dos utilizadores. Mas ele decidiu que os queixosos, que estão a tentar tornar uma ação coletiva, poderiam continuar a perseguir as alegações sobre a violação de privacidade do utilizador.‎

‎O juiz disse que os queixosos podem prosseguir com as alegações de que a Apple violou a Lei Federal de Escuta e a Lei de Privacidade da Califórnia e cometeu uma quebra de contrato. No entanto, ele rejeitou uma reivindicação de concorrência desleal. O caso alega que a Siri se ligou sozinha e que conversas foram gravadas que não deveria ter passado os dados para terceiros.‎

Apple enfrenta mais um processo devido a conversas gravadas pela Siri 2

‎Um utilizador da Siri disse que suas conversas privadas com o seu médico sobre um "tratamento cirúrgico" o levaram a receber anúncios direcionados para esse tratamento, enquanto que outros dois disseram que as suas conversas sobre ténis Air Jordan, óculos de sol Pit Viper e "Olive Garden" fizeram com que eles recebessem anúncios para estes produtos.‎

‎A Apple não é a única a enfrentar um processo por isso, mas os seus concorrentes Google e Amazon também estão a enfrentar alegações de violação da privacidade do utilizador devido a assistentes de voz. As empresas negam que estejam a ouvir conversas para qualquer finalidade que não as pretendidas.‎

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Relacionado:  Xiaomi é a 2ª marca TWS mais importante do mundo
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!