Android Geek
O maior site de Android em Português

Os smartphones podem superar as consolas no coração dos utilizadores?

O crescimento é inequívoco e as contingências da atual pandemia estimulam e potenciam este tipo de atividades online. Espera-se que fatores como o aumento do número de utilizadores de smartphones, o aumento da procura de bens e serviços pela Internet, o forte crescimento dos jogos móveis, o crescimento dos eventos desportivos e o aumento das apostas desportivas online impulsionem o mercado.

Estima-se que em 2024 o mercado de jogos venha a gerar dezenas de milhares de milhões de euros em cada mercado. O crescimento é inequívoco e as contingências da atual pandemia estimulam e potenciam este tipo de atividades online.

Espera-se que fatores como o aumento do número de utilizadores de smartphones, o aumento da procura de bens e serviços pela Internet, o forte crescimento dos jogos móveis, o crescimento dos eventos desportivos e o aumento das apostas desportivas online impulsionem o mercado.

As apostas desportivas têm também assistido a um crescimento nas ofertas disponíveis e, felizmente, já temos algumas alternativas nacionais de elevada fiabilidade como a ESC Online que é uma das instituições mais tradicionais e históricas da indústria do jogo em Portugal e até mesmo da Europa.

Os smartphones podem superar as consolas no coração dos utilizadores? 1

O mobile tem caminho aberto para bater as consolas?

O crescimento da indústria será desafiado por regulamentações governamentais rigorosas, questões de segurança e altas taxas de impostos. As tendências são um número crescente de mulheres apostadoras online, mudanças nos hábitos de jogos do consumidor, o aumento do uso de dinheiro virtual, a adoção de tecnologias de RV e RA e o uso de tecnologia de IA.

O mercado de jogos está segmentado em lotarias, máquinas VLT, apostas desportivas, apostas em corridas de cavalos, jogos de mesa e póquer, sendo que nestes a lotaria é a dominante.

No futuro espera-se que o mercado de jogos cresça devido ao aumento dos gastos com meios de entretenimento, ao crescimento dos jogos móveis e à crescente adoção de jogos digitais. As apostas desportivas representam o mercado de jogos que mais cresce, com um aumento nos torneios desportivos e um número crescente de competições desportivas online na forma de jogos de vídeo.

Conclusão

Na nossa opinião as consolas não têm nada a temer por parte da indústria de smartphones. Ainda que a tendência seja fazermos cada vez mais tarefas exclusivamente nos nossos smartphones, a verdade é que os períodos de confinamento parciais e totais a que fomos obrigados em 2020 levaram a que os jogadores valorizem o poder e qualidade dos jogos de consola. Paralelamente, duas das maiores potências de fabricantes de consolas como a Microsoft e sua nova XBOX Series X e a Sony com a sua polémica PS5 conseguiram aguçar o apetite dos fãs do jogo online com as suas ofertas para 2020.

Relacionado:  MediaTek revela Dimensity 700, um chipset de 7 nm com modem 5G

Vários fabricantes de smartphones apostaram forte nas suas ofertas Gaming. Destes, destacamos a Asus e o seus Asus Rog e a Xiaomi com a sua linha BlackShark que mostraram que é possível ter uma boa experiência de jogo num smartphone. Mas será que é suficiente?

Os smartphones podem superar as consolas no coração dos utilizadores? 2

Ainda que os smartphones consigam providenciar-nos belos momentos de entretenimento, ainda não se comparam às ofertas tradicionais no que respeita a conforto e jogabilidade. A aposta dos maiores fabricantes em consolas mais potentes com poder de computação gráfico (quase) ao nível PC leva-nos a crer que, pelo menos durante os próximos tempos, os smartphones vão servir apenas de passatempo até estarmos junto da nossa consola.

A “compatibilidade com versões anteriores” é uma indicação que vemos com frequência quando é lançada uma consola de nova geração. Isso significa que essa nova consola de jogos oferece suporte a jogos da geração anterior. A Sony fez uma publicação no blog a explicar como funcionará na PlayStation 5 (PS5).

Uma das áreas de melhoria que as fabricantes de consolas deveriam "atacar" é a retrocompatibilidade de jogos. Um jogador que tem dezenas (ou centenas) de jogos não está disposto a abdicar de todos eles para ter a última consola, a não ser que esta ofereça essa possibilidade.

Costumam jogar? A vossa preferência vai para consolas, PC ou smartphone?