Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei Mate 40 Pro: O que queremos ver!

O sucessor do Mate 30 Pro deve ser o último smartphone lançado em 2020 pela Huawei e fecha 12 meses de alegrias e desafios do gigante chinês que chegou ao topo das remessas globais de smartphones pela primeira vez na sua história, mas também é verdade que perdeu muito terreno fora da China devido ao impacto da Proibição comercial dos EUA. No entanto, cada grande lançamento da Huawei é , sem dúvida, um evento importante no calendário do mundo dos smartphones e a série Mate representa o auge do portfólio móvel da marca.

O Huawei Mate 40 Pro é sem dúvida o lançamento mais esperado do ano desta empresa chinesa. O sucessor do Mate 30 Pro deve ser o último smartphone lançado em 2020 pela Huawei e fecha 12 meses de alegrias e desafios do gigante chinês que chegou ao topo das remessas globais de smartphones pela primeira vez na sua história, mas também é verdade que perdeu muito terreno fora da China devido ao impacto da Proibição comercial dos EUA.

No entanto, cada grande lançamento da Huawei é , sem dúvida, um evento importante no calendário do mundo dos smartphones e a série Mate representa o auge do portfólio móvel da marca. Olhando para os dispositivos Mate anteriores, não seria rebuscado esperar que o Mate 40 Pro apresentasse um chipset atualizado, decisões de design ousadas e melhorias notáveis ​​nas já fantásticas câmaras. Aqui fica a nossa lista de desejos para o Huawei Mate 40 Pro.

Display Ultra curvo? Sim por favor.

Este é um tema polémico, há quem adore ecrãs curvos e quem deteste. Eu faço parte do primeiro grupo e o display em cascata do Mate 30 Pro é sinceramente uma maravilha de utilizar. A imersão com que conseguimos consumir conteúdo e a ergonomia com que navegamos pelo telefone vale para mim ouro e por isso espero que a Huawei não se coíba de apresentar algo semelhante no Huawei Mate 40 Pro.

Huawei Mate 40 Pro: O que queremos ver! 1

Há rumores de que o tamanho de ecrã do Huawei Mate 40 Pro será de 6,7 polegadas. Isso seria um pouco maior do que o ecrã de 6,53 polegadas do Mate 30 Pro, mas os renders sugerem margens em “cascata” menos agressiva no Mate 40 Pro. Isso deve apaziguar os utilizadores que odiavam as curvas acentuadas no Mate 30 Pro. Na minha opinião, nos smartphones e na vida, curvas acentuadas é sempre bom.

Um processador atualizado

A Huawei normalmente lança um novo processador principal da Kirin na série Mate a cada ano, e esse chipset é  usado na série P do ano seguinte. Esperamos o mesmo procedimento este ano, mas temos os dedos cruzados para que seja uma grande atualização e um dos destaques na folha de especificações do Mate 40 Pro.

Huawei Mate 40 Pro: O que queremos ver! 2

O Kirin 990 não foi uma atualização massiva em relação ao Kirin 980, manteve os mesmos núcleos de CPU e GPU, por exemplo. Vimos Chip de aprendizagem de máquina com melhorias e recursos de câmara (ou seja, 4K / 60fps), mas esperamos que a Huawei adote os mais recentes CPUs Cortex-X1 e Cortex-A78 para um grande passo em frente. O Mali-G78 da Arm também seria uma atualização bem-vinda sobre a GPU Mali-G76 do Kirin 990.

 

Câmaras , Câmaras , Câmaras

A Huawei tem conseguido estar no topo dos Benchmarks de fotografia há 7 anos consecutivos! Portanto não é de todo irreal esperar que a linha Mate 40 Pro traga as melhores câmaras de sempre num equipamento Huawei. Já sabemos que a configuração será circular como no Mate 30 Pro, esperamos no entanto ver o modo Macro de volta que tantas saudades deixou.

Huawei Mate 40 Pro: O que queremos ver! 3

A série Huawei P40 apresentou o chamado Golden Snap repleto de recursos relacionados à câmara e é uma tecnologia que agrada a todos. Alguns desses recursos incluem a capacidade de remover reflexos nas janelas e a capacidade de remover pessoas ao fundo. Este último não é novo, mas os poderosos chipsets de hoje são teoricamente capazes de fazê-lo melhor do que nunca.

Adoraríamos ver esses recursos chegarem ao Mate 40 Pro, mas esperamos que a Huawei traga algo igualmente inovador em fotografia computacional. Não diríamos não a alguns truques de software adicionais como o Single Take da Samsung.

Aplicações Google sem GMS

Não é nenhum segredo que os telefones Huawei recentes têm um pequeno desafio quanto ás aplicações. O cenário ideal para o Mate 40 seria o regresso da Google Play Store e os milhões de aplicações dentro dela, mas isto é altamente improvável devido à intensificação da proibição nos Estados Unidos. Em qualquer caso, esta também é uma oportunidade para a Huawei mostrar a todos que a sua própria App Gallery está cada vez melhor e que é possível viver sem serviços Google. Também existe o problema de aplicações de terceiros que requerem algum tipo de serviço do Google. A Huawei tem que continuar a trabalhar com esses programadores e oferecer incentivos para garantir que essas aplicações cheguem à App Gallery totalmente livres de qualquer dependência do Google.

Eu entendo que proibição impede que os equipamentos venham pré-instalados com GMS, mas seria excelente se houvesse uma forma legal de as partes chegarem a um acordo de colocar as aplicações Google na App Gallery.

Carregamento mais rápido

A série Mate 20 estreou com carregamento de 40W em outubro de 2018 e ainda se mantém incrivelmente dentro dos padrões de hoje. Essa tecnologia significa que a sua bateria de 4.200 mAh + pode ser recarregada em aproximadamente uma hora.

Huawei Mate 40 Pro: O que queremos ver! 4

No entanto, empresas como Oppo e outros rivais estão a apresentar soluções de carregamento de 65W nos últimos 12 meses. Isso significa que podem carregar uma bateria de 4.000 mAh em apenas 35 minutos. Conforme já vimos em fugas de informação o Mate 40 Pro poderá acompanhar esta tendência.

Suporte microSD

A Huawei apresentou Cartões de nano memória (NM) no final de 2018 com o lançamento da série Mate 20, e é essencialmente um formato de cartão de memória proprietário. os cartões NM cabem numa bandeja nano-SIM e são aparentemente 45% menores do que cartões microSD.

Huawei Mate 40 Pro: O que queremos ver! 5

Mas os cartões NM não são fáceis de encontrar e são demasiado caros. Por exemplo,um cartão de 128 GB por pouco mais de 45€. Mas um cartão microSD típico de 128 GB pode ser adquirido por 20€. Esperamos, que o Huawei Mate 40 Pro regresse ao formato de cartão padrão, por mais improvável que isso seja.

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!