Foxconn está a contratar 200 mil trabalhadores antes do lançamento do iPhone 13

‎De acordo com um relatório da ‎‎SCMP,‎‎ um dos principais fornecedores da gigante sediada em Cupertino iniciou contratações rápidas para 200.000 trabalhadores que atualmente precisa de preencher até ao final de setembro de 2021.

‎O fornecedor Foxconn da Apple está aparentemente atarefado a contratar um grande número de novos trabalhadores para a maior fábrica de iPhones do mundo, que está situada na China. A empresa está apressada para contratar 200.000 trabalhadores antes do lançamento da nova série iPhone 13.‎

‎De acordo com um relatório da ‎‎SCMP,‎‎ um dos principais fornecedores da gigante sediada em Cupertino iniciou contratações rápidas para 200.000 trabalhadores que atualmente precisa de preencher até ao final de setembro de 2021. Esta novidade chega quando chegamos perto da data de lançamento da última linha de smartphones da Apple, iPhone 13.

Foxconn está a contratar 200 mil trabalhadores antes do lançamento do iPhone 13 1

De acordo com o vice-gerente da fábrica Foxconn, o processo de contratação de mão-de-obra adicional é o "maior objetivo" a partir de agora. Embora, Wang diz estar confiante de que o local de produção, que também é chamado de "iPhone City" poderá alcançar esse objetivo com a atual velocidade de recrutamento, que também está a ser apoiada pelo governo local.‎

A grande instalação pode ter até 350.000 trabalhadores na linha de montagem e produzir até 500.000 smartphones por dia. Além disso, na província central de Henan, vários governos locais também começaram a processar novos recrutas para a enorme instalação de produção de iPhones. Esses governos locais também disponibilizaram 100 autocarros para irem buscar os candidatos a emprego nas suas comunidades e deixá-los nos portões da fábrica.‎

Resultado de imagem para foxconn

Este novo e intensivo recrutamento da fabricante, revela que a empresa provavelmente estará a preparar-se melhor para a procura projetada para a próxima linha de iPhones de última geração. Os novos recrutas permitiriam à Foxconn aderir melhor ao cronograma de produção da série iPhone 13. A Apple supostamente pretende enviar algo entre 130 e 150 milhões de unidades dos novos iPhones apenas no segundo semestre deste ano, e a sua atual cadeia de fornecedores na Ásia seria capaz de produzir de 90 a 100 milhões de unidades para atender às encomendas iniciais dos novos smartphones.‎

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Relacionado:  Data de lançamento do iPhone 13 e mais alguns detalhes revelados
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!