Android Geek
O maior site de Android em Português

O novo iPhone é um Huawei do ano passado?

A Apple era o mestre e a Huawei o aprendiz, agora quase a chegar a 2020 parece claro que mesmo sobre o forte ataque político pelo governo Norte Americano, os papéis se inverteram.

O iPhone 11 Pro Max e Huawei P30 Pro são os topos de gama de duas marcas adversárias e rivais bastante distintas entre si, mas que colocam os dois terminais em competição directa (até ao Mate 30 chegar ao mercado). Devemos basear a nossa comparação necessariamente numa soma de diversos factores. Antes de nos focarmos  nos equipamentos, em termos de hardware, software e respectivos recursos, devemos ressalvar que os dois telefones chegaram ao mercado em 2019, mas com com seis meses de diferença entre si. Por um lado, há uma Huawei bombardeada pelas ameaças de Donald Trump, no entanto por outro, há uma Apple em dificuldades no mercado chinês, e no mercado europeu, que tem sido uma forte aposta dos fabricantes chineses, uma Apple em queda trimestre após trimestre, que pouco ou nada têm trazido de novo para os seus equipamentos.

O novo iPhone é um Huawei do ano passado? 1

Especificações técnicas: desempenho, memória e bateria

Um dos pontos importantes de diferenciação é a sua capacidade de memória interna: o Huawei P30 Pro com o seu armazenamento nativo de 128 GB - 256GB - 512GB destaca-se nesta área, que assim reserva um recurso que pode atrair quem tire muitas fotografia, ou use muitas aplicações e armazene vários conteúdos multimédia no dispositivo. Quem opta pelo iPhone, no entanto, sabe que aqui a Apple tem uma estratégia bem diferente. Pois a marca continua a ter como standard uns míseros 64GB de armazenamento, e só depois chega aos 256 e 512 GB, saltando os 128GB. E muitos perguntam por que a gigante de cupertino o faz? Bem isso é simples, é um marketing agressivo, que coloca o utilizador com uma decisão entre mãos, optar pelo modelo mais barato, mas com baixo armazenamento, ou modelo intermédio de 256GB. O que leva bastantes utilizadores a optarem pelo intermédio, ou mesmo pelo de topo de 512GB, desta forma pagam bem mais pelo seu equipamento. Não precisamos de ressalvar que tal não acontece aos utilizadores da Huawei.

Huawei P30 e P30 Pro

Os dois telefones fornecem ao utilizador uma quantidade diferente de memória RAM, no Huawei P30 Pro ou 6 GB e 8 GB, e aqui existe uma grande diferença com o novo iPhone 11 Pro Max pois traz apenas 4GB RAM. Sempre que possível, é melhor escolhermos um dispositivo que possua a maior quantidade de RAM disponível, pois isso traduz-se num maior desempenho e fluidez das aplicações, e ainda podemos ter muitas aplicações a correrem de fundo sem termos de as desligar, ou serem desligadas pelo SO. Nos dois casos, somos confrontados com dispositivos com um enorme potencial, alto rendimento e uma fome intensa em termos de RAM:  portanto este componente mostra-se fundamental tanto na fotografia quanto nos jogos, mas contribui em geral para o pleno funcionamento do smartphone. Conclusão, apesar da melhor optimização do SO, quanto mais memória melhor!

O novo iPhone é um Huawei do ano passado? 2

Quando nos deparamos com a escolha de um novo dispositivo, não podemos nunca ignorar a capacidade de bateria: nesta perspectiva, o Huawei P30 Pro está novamente um passo à frente do iPhone 11 Pro Max, com os seus 4200 mAh, em comparação com os 3500 mAh do iPhone. Ambos os telefones estão equipados com um carregamento sem fios. No entanto, a Apple promete novamente uma maior optimização e maior autonomia em comparação aos modelos anteriores, enriquecendo ainda mais essa perspectiva com um novo tipo de carregamento rápido. Convém dizer que o carregamento rápido do iPhone, sem carregador na caixa (se quiserem compram à parte), é de 18W. Um pouco insignificante quando comparado ao carregamento de 40W do P30 Pro (que vem com carregador a acompanhar na caixa de 40W). O carregamento sem fios do novo Mate 30 Pro, será significativamente superior (27W) ao carregamento com fios(18W) no iPhone 11. Por aqui se vê a diferença na inovação e vontade de dar o melhor possível ao utilizador. Acrescento ainda que a tecnologia Fast Charge da Huawei, é certificada pela TÜV Rheinland, desde 2017!

O novo iPhone é um Huawei do ano passado? 3

Apple iPhone 11 Pro vs Huawei P30 Pro: o design em comparação

Os dois telefones oferecem um ecrã com dimensões de 6,5 polegadas (6,47 para sermos precisos no P30 Pro), portanto, a diagonal não pode ser considerada um critério decisivo para a escolha de um ou outro modelo. O elemento de peso influencia bastante as características de um dispositivo, no que diz respeito a este ponto de vista, o iPhone 11 Pro Max perde alguns pontos, resultando num equipamento bem mais pesado 34 gramas, de diferença para o P30 Pro. No entanto, em termos percentuais, é apenas cerca de 15% do peso total, mas é uma diferença que é sentida na mão no seu uso diário. Em termos de design, a escolha da Apple é claramente corajosa, ao criar um alinhamento de lentes bastante peculiar.

A escolha da Huawei é mais espartana e baseada na tradição (a mesma tradição que a Apple e a Samsung ajudaram a criar na imaginação dos utilizadores), menos original, mas mais agradável. Levará algum tempo para absorvermos o impacto visual da família iPhone 11. A Apple que outrora era vista como o modelo favorito, tornou-se uma fabricante sem ideias originais ou sem um sentido de beleza, que teve em outros tempos. Vejam a Samsung com o Note 10+, um equipamento claramente inspirado pelo P30 Pro, por muito que custe admitir a algumas pessoas, basta ver ambos lado a lado. A Samsung deixou o design da linha S com as câmaras alinhadas horizontalmente no topo da traseira, para um design mais limpo, com as câmaras alinhadas verticalmente, claramente um Win. Enquanto que a Apple se virou para algo inspirado no Mate 20 Pro da Huawei, mas com um alinhamento de lentes um pouco ortodoxo.

 

O novo iPhone é um Huawei do ano passado? 4

Apple iPhone 11 Pro Max vs. Huawei P30 Pro: a câmara

A característica do sector óptico é um dos componentes mais importantes na comparação entre telefones. Especialmente para produtos sofisticados, para legitimar o alto preço, o número de sensores ópticos e a qualidade do sector fotográfico devem ser verdadeiramente superiores. O P30 Pro está equipado com cinco câmaras, o iPhone 11 Pro Max apenas com quatro. Aqueles que esperam tirar fotos e vídeos de um determinado nível a partir de um dispositivo devem necessariamente avaliar os seus sensores fotográficos. Entre os dois telefones, em comparação, o P30 Pro está equipado com um alinhamento fotográfico superior comparado com o iPhone 11 Pro Max (embora este último deva primeiro ser testado completamente), o iPhone 11 Pro Max possui sensores com distância focal F / 1.8, F / 2 e F / 2.4, enquanto que o P30 Pro com F / 1.6, F / 2.2 e F / 3.4.

A Apple promete, por outro lado, uma experiência melhorada de gravação de vídeo, com várias soluções originais ao nível de software, que podem fazer a diferença, apesar de ambos os dispositivos poderem gravar com qualidade 4K. No entanto relembramos que o Mate 30 Pro, está quase a chegar, e segundo todas as fugas de informação até ao momento, vai novamente elevar o patamar fotográfico, e bater-se de igual para igual em video com todos os rivais.

 

O novo iPhone é um Huawei do ano passado? 5

Qual é o melhor? Apple iPhone 11 Pro Max vs Huawei P30 Pro?

A Apple deu finalmente um passo em frente, em termos de fotografia, pelo menos no que toca à versatilidade. No entanto no geral, apenas introduziu recursos que a Huawei já usa há vários anos. Carregamento sem fios, certificação IP, carregamento rápido (P30 Pro vem na caixa com carregador rápido 40W), versatilidade de câmaras, modo de noite, baterias de elevada capacidade e por aí fora. A Apple "apenas" aumentou ligeiramente a capacidade de bateria dos seus equipamentos, e aumentou as câmaras para 3, standard, telefoto e grande angular. A configuração de câmaras traseiras, é desoladora. O iPhone 11 Pro Max, é um nome que não faz jus ao equipamento. A Apple nos últimos anos deixou marca quando introduziu um iPhone X, com um notch enorme, mas com uma primeira tentativa para um ecrã bezel-less. Basta pensarmos o que a Huawei fez desde o P9 e Mate 9, até aos dias de hoje com o P30 Pro e o quase oficial Mate 30 Pro que está aqui ao virar da esquina. É uma evolução assombrosa que têm elevado e muito o mercado de smartphones.

O Huawei P30 Pro ganha quase todas as frentes, perante um equipamento poderoso, mas que ainda tem muito que pedalar para atingir a quantidade de recursos, e capacidades dos flagships da Huawei. Não estamos a dizer que o iPhone 11 Pro Max, seja um mau equipamento, muito pelo contrário, não quero ser tendencioso, a opinião é dada tendo por base os factos reais. A Apple era o mestre e a Huawei o aprendiz, agora quase a chegar a 2020 parece claro que mesmo sobre o forte ataque político pelo governo Norte Americano, os papéis se inverteram.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais