Android Geek
O maior site de Android em Português

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade

Mesmo que pareçam (e sejam) caros, frágeis e com falhas por agora, eles vão evoluir e a Samsung já mostrou que em 2 gerações já fez inúmeras melhorias. A progressão na qualidade do Galaxy Z Fold 2 prova que a indústria está a ir na direção certa.

Os smartphones dobráveis ​​vão desempenhar um papel importante no futuro dos da indústria móvel. Mesmo que pareçam (e sejam) caros, frágeis e com falhas por agora, eles vão evoluir e a Samsung já mostrou que em apenas 2 gerações já fez inúmeras melhorias.

A progressão na qualidade do Galaxy Z Fold 2 prova que a indústria está a ir na direção certa. 

Mas, ninguém compra um telefone dobrável, muito menos um de 2.000€ para fazer parte da evolução da tecnologia. Compramos um equipamento pelo que pode fazer para servir as nossas necessidades e desejos.

Nesta análise vamos olhar em detalhe para tudo aquilo que Galaxy Z Fold 2 5G traz para justificar o seu preço.

Hardware, design e ecrãs do Galaxy Z Fold 2 5G

O novo Galaxy Z Fold 2 segue o mesmo conceito do seu antecessor: um dispositivo do tamanho de um pequeno tablet, dividido ao meio por uma grande dobradiça, com um ecrã dobrável no interior e um “ecrã externo” no exterior. Não é exagero dizer que a Samsung reviu cada detalhe da execução deste conceito nesta geração. E mudou tudo para melhor.

 

A Samsung sabe bem como fazer telefones de última geração que parecem valer o dinheiro que pagamos por eles, e isso também se aplica a este aparelho gigante. O vidro fosco de dois tons e as peças de metal brilhante dão ao Z Fold 2 muito estilo e, embora eu goste, o preto também é uma opção.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 1

Cada ângulo é perfeito, todos os detalhes são perfeitos, este equipamento grita Premium de todos os poros.

Galaxy Z Fold2 5G grita Premium de todos os poros

A dobradiça redesenhada é a maior responsável pela sensação robusta que o Z Fold 2 transmite. Como o Z Fold2 5G se mantém firme em qualquer ângulo, já não existe aquela sensação de fragilidade que sentimos na nossa análise ao Galaxy Fold original.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 2

É possível definir o ângulo de ecrã em qualquer ponto que desejarem e ele permanece nessa posição - mas mantém força na dobradiça quando abre. Com o ecrã aberto, podem segurar o telefone com uma das mãos, sacudi-lo, segurá-lo na vertical ou de cabeça para baixo e ele não fecha. É sólido e bem construído.

Samsung Galaxy Z Fold 2

Também é relativamente fácil voltar á posição dobrada com uma mão - contanto que tenham coragem de pressionar o polegar no ecrã. Ele fecha com um sólido e satisfatório “clique” quando as molduras se encaixam ajuda magnética.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 3

A Samsung reveu a execução do hardware e os dois ecrãs estão a um novo nível.

A versão anterior tinha um ecrã externo demasiado pequeno, e isto foi uma das coisas que a Samsung resolveu no Fold 2 5G, com o painel dobrável de 7,6 polegadas agora cercado por molduras 25% menores e uma câmara num orificio simples em vez do enorme entalhe anterior.

Ecrã Galaxy Z Fold2 5G

O ecrã é incrível. Claro que sim, é um ecrã Samsung. As cores são saturadas, o brilho é excelente mesmo em ambientes externos e não há variação de cor quando visto de um ângulo mais arrojado. O ecrã interno tem uma taxa de atualização de 120 Hz, assim como a série S20, os movimentos são suaves como seria de esperar.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 4

Com as camadas de ecrã, a clareza não está ao mesmo nível que os painéis de vidro no Note 20 Ultra da Samsung. Mas, além dessa ligeira mudança visual, este ecrã é indistinguível dos melhores da indústria - e tem o dobro do tamanho. Simplesmente bom.

Samsung Galaxy Z Fold 2

Vamos falar sobre o vinco. Sim, está lá, acho que é inevitável não falar nisso e vão dar por ele. É mais percetível com o ecrã com baixo brilho e em fundos brancos ou claros. Mesmo assim, depois de alguns dias, descobri que é fácil de ignorar. O ecrã tem uma proporção de aspeto muito ampla raramente tocamos no vinco.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 5

A maioria dos utilizadores está mais preocupada com a durabilidade. Só usei o Z Fold 2 por duas semanas para esta análise e, como tal, não posso dizer se ele vai aguentar bem com o tempo. Mas estou confiante que está pelo menos melhor que a versão anterior. Este novo modelo possui o “UTG”, ou Ultra Thin Glass da Samsung, que cobre o ecrã e é muito mais resistente a arranhões e impactos. Há também um protetor de ecrã pré-instalado feito do típico plástico fino e flexível, do qual não sou um grande fã, mas é uma camada de proteção.

Samsung Galaxy Z Fold 2

O vinco pode mudar um pouco de forma ao longo de meses de utilização. E, sim, se cravarem a unha no ecrã ou o deixarem cair enquanto estiver aberto é provável que se estrague. Mas a maioria dos telefones vão sofrer danos se caírem e o Z Fold2 5G não é diferente. A maior vantagem do Z Fold 2 é que, quando não está a ser usado o ecrã está fechado e protegido.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 6

A Samsung fez progressos para tornar este hardware tão elegante e compacto quanto a tecnologia atual permite, mas é um gigante em comparação com telefones não dobráveis ​​de ecrã único.

Para começar com o peso, 282 gramas, que é cerca de 25% mais pesado do que um iPhone 11 Pro Max e 35% mais pesado do que o Galaxy Note 20 Ultra. A espessura, quase 17 mm, é quase o dobro de um telefone comum (como se esperaria).

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 7

Isso resulta num dispositivo pesado. É grande e pesado e nunca nos deixa esquecer disso - nem na mão, nem no bolso. Também não é resistente à água.

O peso é mais percetível quando está fechado, que é como o vão usar com mais frequência. Felizmente, o novo ecrã externo de é grande o suficiente para realizar a maioria das tarefas, como um ecrã de típico smartphone, notificações, ecrã inicial e todas as aplicações estão disponíveis e são utilizáveis.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 8

O ecrã é um pouco estreito, o que pode dificultar a digitação, mas o principal problema é chegar ao topo deste ecrã muito alto enquanto equilibramos um telefone robusto e grosso na mão.

O outro problema é a compatibilidade da aplicações. Algumas aplicações simplesmente não permitem ecrã inteiro, porque a relação é demasiado alta. Isso é um aborrecimento e não um verdadeiro problema de usabilidade, mas está lá. A maioria dessas aplicações são as mesmas que precisam ser reiniciadas à força quando abrimos o telefone enquanto estão em execução.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 9

Mas na verdade não usei o ecrã externo mais do que o essencial, porque ao abrir o Z Fold 2 tenho aquele painel glorioso. O. Conforto de ter mais área de visualização é fácil de perceber. Mais área de mapa, mais página web, fotos em tamanho maior, mais de cada mensagem numa lista, mais livro antes de virar a página e assim por diante.

O Galaxy Z Fold2 5G proporciona uma excelente experiência

Os algoritmos do YouTube devem achar que só descobri a plataforma agora porque estou a passar muito mais tempo no YouTube do que alguma vez passei com qualquer outro smartphone.

Mais uma vez, isso depende das aplicações que usam estarem otimizadas para esta relação de aspeto. Muitas aplicações, onde se inclui todas as do Google e da Microsoft, usam bem esse espaço extra quando são executadas em ecrã inteiro. Temos um painel extra ou controlos de interface de tamanho apropriado. Outras aplicações são simplesmente más. Twitter, Strava, Telegram, a lista continua. Todas estas apenas estendem a interface e não fornecem mais conteúdo ou área de visualização, porque não foram projetadas para ecrãs grandes. O Instagram é notoriamente mau em preencher o ecrã, e o resultado é umas barras pretas enormes nas laterais ao usar a aplicação. Enfim, é mau.

Relacionado:  Análise Huawei Mate 40 Pro: Anos á frente da concorrência

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 10

A Samsung também utiliza a dobradiça rígida para permitir que o utilizador apoie o telefone num ângulo no "modo flexível", que aciona uma interface diferente em algumas aplicações - YouTube, Google Duo, câmara e alguns outros. Embora seja uma boa demonstração, não é muito útil. Por que cortar o ecrã pela metade?

Só encontrei utilidade para videochamadas quando não queria segurar o telefone. 

Pela minha experiência a melhor forma de executar várias aplicações é lado a lado, o que melhora drasticamente a experiência. É imediatamente intuitivo e extremamente útil. Executem o Twitter enquanto escrevem mensagens, verifiquem o status de um pedido Uber Eats enquanto um vídeo no YouTube. Verifiquem a agenda enquanto leem um e-mail.

É neste uso de aplicação dupla que o Z Fold 2 brilha e justifica o seu tamanho. Podem configurar pares de aplicações (ou grupos de três, se realmente quiserem) para iniciar automaticamente em conjunto com um único toque. Ou, se já tiver uma aplicação de ecrã inteiro aberta, podem arrastar uma segunda, ou aplicação flutuante a qualquer momento usando uma pequena aba na lateral no ecrã.

Aproximadamente 90% das aplicações que uso permitem ser executadas lado a lado - não é perfeito, mas está próximo.

Usar este telefone sempre fechado não faz sentido, para tirar o melhor partido do Z Fold 2 é abrir o ecrã interno e desfrutar do seu tamanho.

Performance Galaxy Z Fold 2 5G

A Samsung dá ao Z Fold 2 mais do que potência suficiente para executar três aplicações ao mesmo tempo. O telefone tem um Snapdragon 865+, 12 GB de RAM e 5G - tudo funciona exatamente como seria esperado num telefone de última geração, e funcionará a um nível elevado nos próximos anos. Temos ainda 256 GB de armazenamento, bem como outros recursos interessantes, como colunas stereo, carregamento rápido, carregamento sem fio rápido e carregamento sem fio reverso. Não há nenhuma falha nas especificações ou recursos em comparação com telefones não dobráveis.

Bateria Galaxy Z Fold 2 5G

A duração da bateria é quase igual à dos principais telefones de ecrã único, mas a longevidade depende muito de como usamos o Z Fold2 5G. Com muito uso de ecrã principal e multitarefa, podem fazer desaparecer a bateria de 4.500 mAh (a mesma do Note 20 Ultra) . Não é surpreendente que, quando vemos vídeos com mais frequência e executamos duas aplicações constantemente, isso consuma recursos. Mas no meu uso normal, cheguei ao fim do dia com 10 a 20% de bateria restante.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 11

A velocidade de carregamento é talvez uma das únicas áreas em que este Galaxy Z Fold2 5G é apenas mediano. Temos 25W de carregamento com fio e 11W de carregamento sem fio.

Máquinas fotográficas Galaxy Z Fold 2 5G

A configuração de câmaras do Galaxy Z Fold2 5G éfaz lembrar o Galaxy S20: a mesma câmara principal de 12 megapixels com OIS (estabilização ótica de imagem) emparelhada com dois sensores menores de 12 MP para zoom e Ultra Wide.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 12

É um pouco dececionante que este telefone de 2.000€ não tenha pelo menos a configuração da câmara do Galaxy S20 + (ou Note 20 Ultra, por falar nisso). Mas onde as coisas são importantes, a câmara principal, temos uma experiência idêntica.

Assim como os Flagships da Samsung em 2020, o Z Fold 2 tira fotos incríveis, coloridas e atraentes. A câmara é extremamente confiável e consistente. Há uma tendência para muita saturação e, às vezes, o céu pode explodir ou gerar efeitos de halo pesados ​​ao redor dos objetos, mas esses são pequenos problemas

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 13

A câmara com zoom é um pouco dececionante, já que é um sensor menor e não tem o OIS encontrado na câmara principal (e na câmara com zoom do Galaxy S20). Podem perceber facilmente que as fotos com zoom são mais suaves do que com a câmara principal, mesmo com apenas 2X, e em cenas com pouca luz, o software muda totalmente para o sensor principal.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 14

Esta câmara de zoom remete para a série Galaxy S10, e para os telemóveis gama média actuais, e a este preço não é satisfatório. A câmara Ultra Wide faz o seu trabalho, mesmo que não seja exatamente a mesma das séries S20 e Note 20.

Talvez o maior destaque de todas as câmaras seja a câmara selfie. Podem virar o Z Fold 2 e usar a câmara traseira como um sensor para selfies e o display interno como visor.

A nossa opinião sobre o Galaxy Z Fold 2 5G

O Galaxy Z Fold 2 é uma grande evolução do original. O hardware foi bem trabalhado e exala qualidade, a funcionalidade dos ecrãs e dobradiças foram melhoradas drasticamente. Tudo isso sem muitos compromissos na experiência básica do smartphone - temos boas câmaras e a maioria dos recursos “imprescindíveis” de um telefone comum.

Análise Samsung Galaxy Z Fold 2 5G. Dobra a versatilidade 15

As desvantagens são usabilidade, tamanho e preço. O Z Fold 2 é enorme, dificultando o uso com uma mão por vezes - e se não vão usar o ecrã grande constantemente, parece uma tarefa árdua andar com este dispositivo enorme. Ao mesmo tempo, muitas das experiências de software com o ecrã aberto deixam algo a desejar. E depois, há o preço. Por 2.049,90 € podemos comprar um telefone topo de gama, fones topo de gama e um bom smartwatch.

O Galax Z Fold2 5G é um feito tecnológico incrível, mas ainda estamos numa fase inicial desta inovação. Isso significa que há arestas a limar e a maioria dos utilizadores deseja (ou precisa) de uma experiência perfeita.

Existe uma alternativa melhor?

Não há alternativa direta ao Galaxy Z Fold 2. Alguns dirão que o Huawei Mate Xs é um concorrente, mas já com mais de 1 ano de existência é superado pelo Galaxy Z Fold2 5G que tem tudo do bom e do melhor neste final de 2020.

Quanto tempo vai durar?

Não estou particularmente preocupado com a durabilidade a longo prazo da dobradiça de ecrã no Z Fold 2. A Samsung esforçou-se muito para solucionar as primeiras falhas de hardware e até mesmo o Fold do ano passado acabou por se mostrar bastante durável ao longo do tempo . A Samsung também oferece boa proteção de garantia e serviços de substituição de ecrã, se necessário. O Z Fold 2 também receberá pelo menos duas actualizações principais de software e patches de segurança regulares, que trazem um conforto a quem o decidir comprar.

78%
Dobra a versatilidade

Galaxy Z Fold2 5G

O Galaxy Z Fold 2 é uma grande evolução do original. O hardware foi bem trabalhado e exala qualidade, a funcionalidade dos ecrãs e dobradiças foram melhoradas drasticamente. Tudo isso sem muitos compromissos na experiência básica do smartphone - temos boas câmaras e a maioria dos recursos “imprescindíveis” de um telefone comum.

  • Design
  • Durabilidade
  • Performance
  • Câmara
  • Bateria

As desvantagens são usabilidade, tamanho e preço. O Z Fold 2 é enorme, dificultando o uso com uma mão por vezes - e se não vão usar o ecrã grande constantemente, parece uma tarefa árdua andar com este dispositivo enorme. Ao mesmo tempo, muitas das experiências de software com o ecrã aberto deixam algo a desejar. E depois, há o preço. Por 2.049,90 € podemos comprar um telefone topo de gama, fones topo de gama e um bom smartwatch.

O Galax Z Fold2 5G é um feito tecnológico incrível, mas ainda estamos numa fase inicial desta inovação. Isso significa que há arestas a limar e a maioria dos utilizadores deseja (ou precisa) de uma experiência perfeita.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!