Android Geek
O maior site de Android em Português

5 razões pelas quais não devem perder o MWC 2019

Não é segredo, apesar do crescente número de participantes, o MWC é o maior evento do calendário da indústria de tecnologia móvel  e tornou-se uma fonte de anúncios de destaque, de tendências de mercado e revelações de produtos.

Chegou aquela altura do ano em que se aproxima a passos largos a edição 2019 do Mobile World Congress, e este ano estou verdadeiramente animado com o evento e vocês também deviam estar.

5 razões pelas quais não devem perder o MWC 2019 1

Não é segredo, apesar do crescente número de participantes, o MWC é o maior evento do calendário da indústria de tecnologia móvel  e tornou-se uma fonte de anúncios de destaque, de tendências de mercado e revelações de produtos.

Em edições anteriores vimos a apresentação de novas linhas de produtos e OEMs a competir com unhas e dentes pelo centro das atenções, mas o mercado de tecnologia móvel já foi mais entusiasmante, edições anteriores foram acompanhada de promessas sem sentido de que “o futuro dos smartphones estava finalmente aqui” só que não  era só mais do mesmo.

Tem havido alguns vislumbres de genialidade, é claro, mas o MWC tem estado em grande parte atordoado pela falta de verdadeira inovação nos smartphones.

Sou presença assídua no MWC desde há 7 edições e posso dizer que por razões várias o evento tem perdido algum do seu brilho, algo que pode mudar na edição do MWC 2019.

Ao olhar para os teasers, fugas de informação e hype, há um crescente vislumbre de esperança de que o MWC 2019 seja o tipo de vitrine estimulante que a indústria de tecnologia móvel móvel e os consumidores merecem.

Futuro dobrável,  é hoje

Uma mulher a segurar um telefone dobrável na frente de uma cidade à noite.Samsung

Parece que finalmente vamos ao menos dar uma vista de olhos na primeira vaga de telefones dobráveis com displays flexíveis no MWC 2019.

O modelo de design do smartphone tem clamado por um novo fator de forma desde sempre. Muitos OEMs – onde se incluem os dois principais do Android, Samsung e Huawei – consideram os telefones dobráveis ​ a próxima evolução verdadeira de design de smartphone.

Vimos fatores de formato experimentais, como o ecrã duplo do Axon M, telefones com elementos modulares da Motorola, LG e Essential, dispositivos com conceitos bizarros com ecrãs na parte traseira e agora estamos a ver telefones sem botões, mas a todos eles faltava algo.

Enquanto isso, a Samsung, a LG e outros fabricantes líderes de displays preparam-se para um futuro dobrável há algum tempo. A Samsung brincou com a tecnologia e como ela poderia mudar a maneira como interagimos com os smartphones já em 2013.

Essa abordagem lenta – para não mencionar a decisão do Google de apoiar nativamente designs dobráveis ​​no Android – sugere que não estamos apenas a olhar para outra novidade efémera.

Apesar de tecnicamente já termos visto o primeiro telefone dobrável de um OEM chinês , o mundo ainda está à espera para ver o que a elite do Android tem na manga.

Samsung e Huawei devemssurpreender com dispositivos dobráveis ​​em Barcelona.

5G é uma realidade cada vez mais próxima

5 razões pelas quais não devem perder o MWC 2019 2

Se participaram pessoalmente do MWC nos últimos anos, lembram-se de frases como “5G está aqui” ou “5G chegou”, estampado em cartazes em vários stands dos gigantes de telecomunicações. Só que não era verdade.

Acontece que não tinha chegado até então, mas será este ano.

Ainda vai demorar um pouco até podermos desfrutar de velocidades de download extremamente rápidas e streaming 4K suave, mas as principais operadoras norte-americanas comprometeram-se a ativar a tecnologia em breve. É outros países já têm redes de quinta geração com alguma capacidade em 2019.

O primeiro lote de Telefones 5G, do qual essas redes dependerão, parece estar pronto no MWC 2019.

Os candidatos mais prováveis ​​neste estágio parecem ser Samsung, Oppo, Huawei e Xiaomi. A OnePlus já confirmou que terá um protótipo de telefone 5G para breve.

É claro que um telefone 5G não é tão empolgante quanto um dispositivo que se transforma num tablet, mas o 5G pode significar uma revolução da Internet das coisas e tornar-se o ponto central das cidades inteligentes. Ele pode atuar como um gateway para as experiências de RV, AR e XR em dispositivos móveis que mudam a maneira como jogamos, fazemos compras e nos envolvemos com os nossos aparelhos. Isso tudo pode fazer do MWC 2019 uma edição memorável.

Xiaomi sobe ao palco (outra vez)

xiaomi-logo-640x426.jpg

Xiaomi teve um incrível 2018 com a continuação de sucesso em mercados emergentes, crescimento maciço no Ocidente, lançamentos de sucesso em novas regiões em toda a Europa, e um aumento geral nos equipamentos expedidos em smartphones e vendas fortes nos seus produtos IoT e Life Style.

Agora, querem transportar esse momento para o MWC 2019, regressando à Fira Gran Via a sério.

Independentemente do que a Xiaomi vai apresentar, será fascinante ouvir o que ela tem a dizer.

Encorajado pelo seu rápido crescimento em escala global (e com Planos de mercado para os EUA aparentemente ainda em preparação), o briefing de imprensa da Xiaomi será uma declaração de intenção, pois parece derrubar alguns dos seus concorrentes e estabelecer-se como uma das principais marcas Android do mundo.

A empresa aparentemente está a preparar uma Variante 5G dos seus Mi Mix 3  para o evento, mas há cada vez mais especulações de que também pode apresentar a Mi 9 Series. Podemos até dar uma vista de olhos oficial num Xiaomi dobrável.

Um FlagShip digno da Nokia

Pressione as renderizações do Nokia 9 PureView.91mobiles

A HMD Global fez um trabalho incrível ressuscitando a Nokia desde que se estreou no MWC 2017. O outrora grande nome da Nokia – reforçado pelo Google Android One – agora, finalmente, significa algo novo após a escuridão total da era Microsoft / Lumia.

Já vimos a HMD fabricar telefones competitivos e acessíveis para quase todos os tipos de preços que, na maioria das vezes, receberam ótimas críticas e ajudaram a marca a recuperar gradualmente um modesto percentual de participação de mercado em várias regiões.

O Nokia 8 e Nokia 7 foram as duas séries que apresentaram telefones que se aproximam das especificações de topo, não vimos um FlagShip da marca Nokia de primeira linha desde o Lumia 930 em 2014.

Parece quase certo queiisto vai mudar no MWC 2019 com a chegada do Nokia 9.

Ha rumores que pode ser um telefone verdadeiramente sofisticado com um design premium – ecrã OLED, interiores emblemáticos e uma câmera Penta-Lens.

É um pouco decepcionante ouvir que o telefone poder ser alimentado pelo Snapdragon 845 quando o Qualcomm Snapdragon 855 está pronto para o horário nobre, mas se a HMD puder mais uma vez manter o preço baixo, o Nokia 9 pode ser o telefone que os fãs da Nokia estavam à espera.

Samsung Galaxy S10

Samsung Galaxy S10 Plus Sem marcas d'águaEvan Blass

O Evento Unpacked da Samsung de 20 de fevereiro, apenas alguns dias antes do início oficial da MWC, não é apenas o trabalho normal da fabricante de smartphones mais bem-sucedida do mundo.

O Galaxy S10 é um lançamento importante para o gigante sul-coreano por muitas razões, até porque representa o décimo aniversário da marca Galaxy. Alguém acredita que a Samsung não vá apostar tudo nesta data?

Há também fatores mais sérios em jogo. Em face do declínio de vendas, a Samsung quer que o lançamento do S10 seja um desafio para qualquer concorrente (leia-se: Huawei). A Samsung quer mostrar que ainda tem um controlo de ferro na indústria.

Para fazer isso, a Samsung deve revelar pelo menos três novos telefones – o Galaxy S10, S10 Plus e S10e. Os dois primeiros representam actualizações significativas em relação ao Galaxy S9 e S9 Plus , com ecrãs com buracos para as câmeras selfie, sensores de impressão digital no ecrã, especificações de topo e câmeras traseiras de lente tripla com sensores 3D.

Também teremos um modelo de menor especificação o Galaxy S10e, que é a resposta da Samsung ao iPhone XR.

A Samsung está sob pressão para vencer em grande escala no MWC 2019.

Mais recentemente, a Samsung começou a mostrar o seu telefone dobrável – rumores de ser chamado de Galaxy f – aparecerá no MWC 2019. Há também especulações sobre uma versão ultra premium do Galaxy S10 com suporte 5G.

Embora ainda existam pontos de interrogação sobre o que exatamente a Samsung vai revelar, este é o primeiro ano em algum tempo, onde o gigante da eletrónica está sob pressão real para vencer e convencer.


Essas são apenas algumas das razões pelas quais acredito que o MWC 2019 deste ano poderia, por fim, reverter a tendência de anúncios aborrecidos e previsíveis e preparar o terreno para um ano marcante para o setor de tecnologia móvel.

Partilha com os teus amigos!

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilha com os teus amigos!

Obrigado pela visita!
close-link