Android Geek
O maior site de Android em Português

Resumo da semana: TikTok e Huawei estão a salvo da Trumpmania para já

Não só houve vários lançamentos de hardware e software importantes nesta semana, mas a corrida presidencial dos EUA já está a mostrar o impacto que a mudança terá em algumas das aplicações e serviços mais populares da atualidade. Aqui estão os vencedores e perdedores da semana passada.

Que semana tão turbulenta na indústria de tecnologia. Não só houve vários lançamentos de hardware e software importantes nesta semana, mas a corrida presidencial dos EUA já está a mostrar o impacto que a mudança terá em algumas das aplicações e serviços mais populares da atualidade. Aqui estão os vencedores e perdedores da semana passada.

Primeiro, a Microsoft e a Sony começaram a distribuir as suas consolas de jogos de próxima geração. Jogadores ávidos ao redor do mundo finalmente conseguiram pôr as mãos na nova Xbox Series X e PlayStation 5. A consola da Sony é um monstro este ano, mas foi a consola da Microsoft que causou uma tempestade nas redes sociais depois de vários utilizadores aparentemente simular em fogo no seu novo Xbox. Aqui no AndroidGeek optamos por apenas vos trazer notícias quando temos algum grau de certeza e ainda que bem que não falámos nesse tema porque tinha truque.

Alguns utilizadores usaram um truque com fumo de cigarros electrónicos para dar a ilusão que a consola estaria em sobreaquecimento. A Microsoft foi forçada a pedir educadamente aos proprietários a não soprarem fumo na sua nova consola de jogos de centenas de euros. O mundo está louco.

 

A Apple também teve destaque mediático esta semana com a apresentação do seu novo Chipset M1 e o primeiro computador em que é executado. Os novos MacBook Air, MacBook Pro e Mac Mini parecem interessantes e, se a Apple puder dar resposta às exigências de desempenho, será uma má notícia para a Intel se o Apple Silicon evoluir rapidamente.

Vencedor da semana: TikTok e Huawei a salvo da Trumpmania

Sexta-feira, 13 de novembro, deveria ser o dia em que os Estados Unidos desligariam o TikTok. Uma ordem executiva assinada em agosto pelo, ainda, presidente Donald Trump deveria forçar a Apple e o Google a retirar o TikTok das suas respectivas lojas de aplicações. Um acordo entre o proprietário da TikTok ByteDance e uma parceria Oracle-Walmart para a TikTok nos EUA foi elaborada apressadamente, mas nunca chegou a ser concretizada. Na semana passada, a juíza Wendy Beetlestone emitiu uma decisão que bloqueou a proibição. O Departamento de Comércio viu isso como um bom motivo para não fazer cumprir os planos de fechar o TikTok em solo americano.

Relacionado:  O smartphone 5G mais vendido de 2020 não é chinês
TikTok2 1
Os Estados Unidos não são a única nação a entrar em conflito com a TikTok recentemente.

Também vimos luz no fim do túnel da Huawei na semana passada, quando se soube que a Qualcomm obteve uma licença para fornecer Chipsets para a empresa chinesa. A Huawei procurou um caminho totalmente novo após as sanções dos EUA e a guerra comercial em curso EUA-China, e parte de mim acha que a Huawei já foi longe demais nesse caminho para voltar atrás agora, mas com Joe Biden a caminho da Casa Branca pode mudar a política á volta de coisas como neutralidade da rede, Huawei e empresas de tecnologia chinesas.

Perdedor da semana: Google cancela o YouTube Rewind (porque ninguém quer ver 2020 novamente)

Esta semana, o Google cancelou oficialmente o YouTube Rewind, a Análise anual (muitas vezes não muito popular) de 2020. É uma espécie de vídeo "Vencedor do Ano" que mostra as tendências, histórias, criadores e eventos dos últimos doze meses. Mas ninguém quer ver 2020 novamente. Este será o primeiro ano em que o Google não criou um vídeo no YouTube Rewind desde o seu lançamento em 2010. Um comunicado afirma que não parece certo terminar 2020 como se fosse apenas um ano normal.

No entanto, é improvável que a decisão cause muito entusiasmo entre os fãs do YouTube em todo o mundo. A edição 2018 do YouTube Rewind, intitulada Everyone Controls Rewind, é aquela com mais de 18 milhões de votos "polegares para baixo" e é possivelmente o vídeo mais impopular na plataforma de streaming de vídeo.

 

Quem foram para vocês os vencedores e perdedores da semana? Deixem-nos um comentário.

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!