Redmi K40 recebe a MIUI 12.5 mas ainda em Beta Estável

A atualização ‎MIUI 12.5 é a versão mais recente do sistema operativo móvel da Xiaomi. É uma atualização incremental para a MIUI 12 do ano passado. A nova iteração traz melhorias de desempenho e segurança, além de outras pequenas mudanças no design e IU.‎

‎A Redmi lançou a série Redmi K40 composta por três dispositivos no final de fevereiro. O Redmi K40 é‎‎ o ‎‎modelo mais barato ‎na série Redmi K40 vendida na China. Apesar disso, tornou-se no primeiro dispositivo da linha a receber a atualização MIUI 12.5.‎

Redmi K40 recebe a MIUI 12.5 mas ainda em Beta Estável 1

A atualização ‎MIUI 12.5 é a versão mais recente do sistema operativo móvel da Xiaomi. É uma atualização incremental para a MIUI 12 do ano passado. A nova iteração traz melhorias de desempenho e segurança, além de outras pequenas mudanças no design e IU.‎

‎Dito isto, a atualização MIUI 12.5 do Redmi K40 na China ‎‎chega‎‎ com o número de compilação V12.5.2.0.RKHCNXM. Está atualmente na fase 'Beta estável'. Ou seja por outras palavras, esta atualização é apenas para alguns utilizadores selecionados.‎

Redmi K40 recebe a MIUI 12.5 mas ainda em Beta Estável 2

‎No entanto, a mesma deverá estar disponível para todos os utilizadores nos próximos dias. No entanto isto só irá acontecer se os primeiros utilizadores, não enfrentarem grandes problemas. Se houverem alguns bugs irritantes, então a Xiaomi irá lançar uma nova compilação, e vai tudo passar pelo mesmo processo novamente.‎

‎Dito isto, o Redmi K40 é vendido como POCO F3 e Mi 11X nos mercados globais. Como o telefone original recebeu a atualização da MIUI 12.5, podemos esperar que as versões internacionais sejam as próximas a recebê-la muito em breve.‎

Redmi K40 recebe a MIUI 12.5 mas ainda em Beta Estável 3

 

Redmi K40

Redmi K40 não se parece nada com o seu antecessor. Ele substitui a sua câmara no ecrã posicionada à direita de maior dimensão, por uma mais pequena câmara alinhada ao centro. Ele também muda o seu design na traseira para um bastante semelhante ao do ‎‎Mi 11‎ com menos sensores de câmara que o ‎‎Redmi K30‎. A Redmi também conseguiu torná-lo mais fino e leve, embora tenha uma bateria um pouco maior.‎

Relacionado:  Não é só Portugal que vai ganhar no UEFA EURO 2020 com a Hisense

O ecrã LCD IPS de 120Hz do seu antecessor foi substituído por um bem mais interessante E4 AMOLED True Tone de 6,67 polegadas com uma taxa de atualização de 120Hz e uma taxa de amostragem de toque de 360Hz. O display tem uma gama de cores DCI-P3, HDR10+, e um brilho máximo de 1300 nits. Ele também tem MEMC e está coberto por uma camada de Gorilla Glass 5. Para quem está preocupado com o tamanho do buraco, a Redmi diz que são 2,76 milímetros.‎

‎O Redmi K40 recebe um grande aumento no seu desempenho. O ‎‎Snapdragon 730G‎‎ do Redmi K30 foi substituído por um processador ‎‎Snapdragon 870‎ que possui até 12GB de RAM LPDDR5 e 256GB de armazenamento UFS 3.1.‎

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!