Android Geek
O maior site de Android em Português

Os smartphones dobráveis da Huawei serão mais pequenos e em maior número

Este é o presente da empresa, mas Richard Yu, o CEO da divisão de consumo, falou numa entrevista sobre o futuro da empresa, em que ecrã dobrável móvel tem muito a dizer. Acabamos de começar o quarto mês do ano, mas não estaremos errados se dissermos que o Huawei Mate X será um dos equipamentos mais relevantes de 2019. Este que é o primeiro smartphone com ecrã flexível da empresa chinesa, veio introduzir uma mudança no sector dos smartphones.

 

A Huawei está na boca de todos nos últimos dias devido ao lançamento dos seus mais recentes produtos, o Huawei P30 e P30 Pro. Este último já estamos a testar e dentro de alguns dias iremos lançar a sua análise completa.

Este é o presente da empresa, mas Richard Yu, o CEO da divisão de consumo, falou numa entrevista sobre o futuro da empresa, em que ecrã dobrável móvel tem muito a dizer.

O Huawei MateX é apenas o começo

Os smartphones dobráveis da Huawei serão mais pequenos e em maior número 1

Acabamos de começar o quarto mês do ano, mas não estaremos errados se dissermos que o Huawei Mate X será um dos equipamentos mais relevantes de 2019. Este que é o primeiro smartphone com ecrã flexível da empresa chinesa, veio introduzir uma mudança no sector dos smartphones.

Richard Yu confirmou que o Mate X é o seu smartphone principal e que, embora ele use um P30 Pro devido à sua câmara, mas trabalhar e navegar pelo smartphone dobrável ​​é mais perfeito e conveniente.

Questionado sobre o futuro destes dispositivos, o executivo declarou que seria normal num par de anos cerca de metade dos seus modelos high-end fossem deste tipo. Não significa que metade dos seus terminais sejam, apenas, os mais importantes.

Outro facto importante é que eles estão a trabalhar em dispositivos dobráveis ​​menores, algo que seria ideal para quem procura um smartphone com 6 ou 7 polegadas do ecrã que pode ser dobrado, ocupando quase metade do seu tamanho aberto.

O software é importante, mas no longo prazo Os smartphones dobráveis da Huawei serão mais pequenos e em maior número 2

Richard Yu também respondeu a perguntas sobre o movimento da Apple em direcção a serviços ou o lançamento de alternativas similares pela Huawei para além da China. Para o gestor, a Apple fez um movimento lógico, uma vez que é mais difícil para eles competirem em P & D em hardware, se quiserem manter os lucros.

Nesse sentido, também respondeu a uma pergunta que enfatizava o facto de que nas apresentações da Huawei sempre falam sobre a Apple. A razão é que muitas pessoas não sabem que em alguns aspectos os smartphones Huawei são melhores, a empresa quer destacar isso e torná-lo conhecido.

Além disso, confirmou que deseja levar o seu Assistente de voz para outros mercados, mas sabe que o Google e a Amazon estão à frente deles nos mercados fora da China, por isso preferem integrar os seus assistentes, para que os utilizadores tenham a melhor experiência possível.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais