Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei entra no mercado de ecrãs para competir com empresas como a Xiaomi

O negócio de smartphones da Huawei está surpreendentemente saudável, ainda que a série de proibições dos EUA venha a afetar os negócios de smartphones da empresa. A última proibição que visa o fornecimento de Chipsets, a fabricante chinesa está em contra relógio para arranjar alternativas.

A Huawei é uma empresa multinacional com muitos negócios que apresentam um bom desempenho em todo o mundo. O negócio de smartphones da Huawei está surpreendentemente saudável, ainda que a série de proibições dos EUA venha a afetar os negócios de smartphones da empresa. A última proibição que visa o fornecimento de Chipsets, a fabricante chinesa está em contra relógio para arranjar alternativas. A Huawei Mate 40 series pode ser na verdade o seu último smartphone FlagShip, mas a Huawei não desiste. Com o seu negócio de smartphones estabilizado,a Huawei está agora a mudar sua atenção para outros negócios.

Logotipo da Huawei

De acordo com informações recentes, a Huawei está preparar-se para lançar os seus produtos de ecrã de marca própria. A empresa lançará ecrãs curvos para o mercado de jogos. O objetivo da Huawei é competir com fabricantes emergentes como a Xiaomi. Além disso, a informação aponta que a Huawei irá terceirizar a produção de produtos de ecrã padrão (não curvos) para a BOEVT. Esta empresa é uma subsidiária ODM (Original Design Manufacturer) da BOE Technology Group. O primeiro lote de ecrãs da Huawei incluirá de 2 a 3 ecrãs de modelos distintos.

Além disso, a empresa irá subcontratar a tarefa de fabrico de ecrãs curvos para o mercado de jogos para a TPV Technology. O pedido inicial é de cerca de 1 milhão de unidades, e o tamanho de ecrã inclui o actual mainstream de 27 e 34 polegadas. Os analistas acreditam que a ambiciosa entrada da Huawei no mercado de ecrãs também está de acordo com as crescentes especulações de que a Huawei também está preparar-se para entrar no mercado de PCs desktop.

De acordo com Informações anteriores, o primeiro modelo de desktop da Huawei será o “Qingyun W510”, que usará o processador 7nm Kunpeng 920 3211K da HiSilicon. Este PC irá executar o sistema UOS. Este é desenvolvido por um grupo que inclui o China Electronics Group e a Wuhan ShenZhiDuo Technology Co. O sistema operativo chinês é um esforço conjunto de muitas empresas do setor.

Huawei também entrará no mercado de PCs desktop

Além disso, renders de PC desktop da Huawei também apareceram na página web oficial de programadores da Huawei. Os renders do PC são consistentes com os rumores e abrem o apetite para o que a Huawei nos trará no futuro. Além disso, há relatos de que o desktop da Huawei será fabricado pela subsidiária da Foxconn Electronics, “Hongfujin Precision Industry (Wuhan) Company”. Os analistas prevêem que os desktops da Huawei serão fornecidos primeiro a grupos de utilizadores importantes, como empresas. Esses aparelhos devem chegar ainda este ano.

Será que a fabricante chinesa conseguirá usar os ecrãs ou o mercado de PCs para compensar o declínio do mercado de smartphones? Só o tempo dirá.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!