Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei desafia a Apple com uma nova loja em Xangai, China

A decisão ocorre logo após os Estados Unidos terem adicionado mais sanções à gigante chinesa. Parece que a Huawei está a tentar garantir uma fatia maior do mercado no seu país, onde já é marca líder em smartphones, atacando directamente empresas como a Apple.

Devido à pandemia COVID-19, a Huawei Technologies abriu uma nova loja numa das ruas comerciais mais exclusivas da China. A decisão ocorre logo após os Estados Unidos terem adicionado mais sanções à gigante chinesa.

Parece que a Huawei está a tentar garantir uma fatia maior do mercado no seu país, onde já é marca líder em smartphones, atacando directamente empresas como a Apple.

A nova loja Huawei possui três andares, que cobrem quase 5.000 metros quadrados.

Nova loja flagship da Huawei na China
Nova Huawei Flagship Store em Xangai, China. (Imagem: Reuters)

Está estabelecida num elegante edifício art déco em Xangai. A loja fica do outro lado da rua a loja Apple. Antes da loja abrir oficialmente a porta aos clientes, as filas mostravam bem o impacto que este espaço pode ter na concorrência. De acordo com a informação disponível, a multidão consistia principalmente de jovens clientes que queriam experimentar os mais recentes produtos da Huawei.

A loja também irá realizar palestras diárias gratuitas sobre vários temas, desde a produção de vídeos até fitness e música. Assim como a Apple faz, a loja terá cerca de 220 consultores que oferecerão suporte em 10 idiomas para ajudar os clientes.

No ano passado, a Huawei abriu a sua "primeira loja global" no centro de Shenzhen, onde a empresa está sediada. Além da China, a empresa lançou grandes lojas em Madrid e Paris.

A Huawei está preparar-se para lançar o seuu FlagShip de última geração na série Mate 40  por volta da mesma altura do lançamento do novo iPhone.

A recente repressão dos EUA interrompeu a cadeia de fornecimento da Huawei, o que pode levar a um atraso na produção de componentes e peças para os próximos dispositivos.

Mesmo com todos os desafios a Huawei continua a colocar os seus utilizadores em primeiro plano. Parece que, com esta nova abertura de loja, a empresa está a apelar ao patriotismo dos clientes chineses. E parece estar a funcionar.

Os clientes chineses estão a optar mais pelos smartphones da Huawei, depois dos Estados Unidos colocarem a gigante chinesa numa lista negra.

Com os clientes já a preferirem a Huawei em vez de outras marcas chinesas como OPPO, Vivo e Xiaomi, a Huawei está agora com os olhos na base de fãs Apple na China.

A Huawei tem cerca de 42,6% da participação de mercado na China.

(Fonte)

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!