HTC U Ultra hands on

Como continuamos ainda por terras dos nuestros hermanos, nomeadamente Barcelona na MWC 2017 hoje trazemos o próximo topo de gama da taiwanêsa HTC, conhecidos pela sua construção e equipamentos soberbos, hoje mostramos o mais recente HTC U Ultra.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS

  • Ecrã quad-HD de 5,7 polegadas
  • Display secundário de 2 polegadas
  • Software AI
  • Fones de ouvido USB-C incluídos
  • Android 7
  • Armazenamento de até 256 GB
  • Câmara de 12 megapixels, f / 1.8
  • Áudio 3D
  • Fabricante: HTC
  • Revisão Preço: a confirmar

À primeira impressão podemos dizer que o HTC U Ultra em termos de design mudou completamente ao que era a linha HTC como por exemplo era o HTC 10, o topo de gama do ano passado.

HTC tem defendido longos telefones de metal com linhas duras e bordas chanfradas, mas o Ultra U é quase tão longe quanto possível.

Em vez de metal, a HTC optou por usar vidro na parte traseira do U Ultra. Não é unibody - há uma borda do metal que funciona em torno dos lados - mas sente fantástico.

O conceito é  Liquid Surface Design é inspirado pelos movimentos de água, e o uso de vidro 3D dá-lhe uma propensão para mudar cores dependendo da luz.

Outro ponto que reconhecemos de imediato é o facto do U Ultra ter dois ecrãs na parte, temos o principal 5,7 polegadas, 2560 x 1440 painel LCD que é nítido e vibrante, além de uma tela secundária de 2 polegadas que fica logo acima. A configuração de tela dupla é semelhante à observada no LG V10 e V20.

Relacionado:  ‎Lituânia pede a utilizadores para não comprarem telefones chineses devido a preocupações com a censura‎

 

smartphones com ecrãs Grandes

 

A tela suplementar mostrará notificações e atalhos para coisas como aplicativos e contactos. Mensagens curtas também podem ser mostradas e podemos percorrer as mesmas como fazemos normalmente.

 

 

HTC diz que o ecrã está sempre activo por padrão, e não deve afectar a vida da bateria demais.

O HTC U Ultra vem equipado com um Snapdragon 821 CPU com 4GB de RAM, e 64GB ou 128GB de armazenamento interno.

Na parte de trás há um sensor OIS de 12-UltraPixel com uma lente f / 1.8 e pixels de 1.55-micron. Em torno da parte dianteira é um atirador do selfie de 16 megapixels, com um modo de UltraPixel para uma luz mais baixa e um auto-HDR.

Tal como acontece com o HTC 10 Evo , a entrada jack  foi retirada substituída por uma única porta USB-C.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!