Apple vende mais smartphones 5G a nível global, mas a Honor é quem mais cresce

A Apple, por outro lado, representa apenas 25% de todos os carregamentos globais de smartphones 5G no 3º trimestre de 2021. Os fabricantes de telefones Android foram os restantes 75%.

O 5G tem sido apontado há muito como a tecnologia de comunicações sem fios do futuro, com velocidades alegadamente dez vezes mais rápidas do que 4G. No entanto, até 2021, o lançamento global do 5G tem sido relativamente lento, mas com cada vez mais países a acelerarem os seus lançamentos de cobertura 5G e a incorporarem internet 5G nas suas comunidades digitais. Como resultado, até 2021, a procura global de dispositivos 5G terá disparado, e os fabricantes de smartphones vão apressar-se a satisfazer a procura dos consumidores.

De acordo com um novo relatório da Strategy Analytics, a Apple, vai ganhar a corrida global de envios de smartphones 5G no 3º trimestre de 2021. Tendo em conta que a Apple acaba de lançar a sua popular e novíssima série 5G, iPhone 13 em setembro de 2021, além de oferecer cortes de preço de USD de 100 dólares para o seu anterior topo de gama 5G, o iPhone 12, não é surpresa que a Apple tenha enviado mais smartphones 5G no 3º trimestre de 2021. Estes dois fatores impulsionaram as vendas de iPhones, ao mesmo tempo que impulsionaram os envios de smartphones 5G da empresa.

A Apple, por outro lado, representa apenas 25% de todos os carregamentos globais de smartphones 5G no 3º trimestre de 2021. Os fabricantes de telefones Android foram os restantes 75%. A Xiaomi voltou a liderar as tabelas do Android, uma vez que a empresa tem vindo a trabalhar para lançar os seus muitos dispositivos 5G, incluindo equipamentos “flagship killer” como a série Poco F3 e a série Mi 11T, bem como dispositivos de nível de entrada 5G como o Poco M3 Pro 5G e o Redmi Note 10 5G. No entanto, em comparação com o desempenho da Xiaomi no Q3 no ano passado, o seu desempenho no 3º trimestre de 2021 estagnou devido ao aumento da concorrência.

 

Apple vende mais smartphones 5G a nível global, mas a Honor é quem mais cresce 1

A Samsung, vice-campeã em carregamentos globais de smartphones Android 5G, é a maior concorrente. A Samsung tem feito muito para garantir que não fica atrás dos seus concorrentes, graças aos seus populares Galaxy Z Flip3 e Fold3 lançados em agosto e à sua gama cada vez maior de smartphones da série A (com o Galaxy A22 5G a ser o mais recente e mais barato dispositivo da série A com suporte 5G). A Samsung tem vindo a fechar a lacuna na Xiaomi nos envios globais de smartphones 5G no 3º trimestre de 2021, e se a tendência se mantiver, a Samsung poderá ultrapassar a Xiaomi já no trimestre seguinte.

Em termos de crescimento global de envios de smartphones 5G, a Honor é atualmente a marca que mais cresce no mercado, com um aumento trimestral de 194%. A Honor foi vendida pela Huawei a um consórcio tecnológico chinês no início de 2021 devido à escassez de oferta da sua anterior empresa-mãe, a Huawei, que incluía a TSMC, que fabricava os seus chips Kirin, e a Google, que fornecia acesso aos Serviços Google Play.

A Honor fez um regresso à indústria dos smartphones com a sua série Honor 50, apesar dos inúmeros desafios que enfrentou. Uma vez que o Magic UI da Honor, que era muito semelhante ao EMUI da Huawei, a série Honor 50 foi desenhada para preencher a lacuna principal deixada pela Huawei. Além disso, o Honor 50 veio com chipsets Qualcomm 5G, ao contrário dos atuais topos de gama da Huawei, que só vêm com chipsets Qualcomm 4G. O regresso das aplicações da Google Play Services aos smartphones Honor, uma vez que já não faz parte da Huawei e, portanto, não é afetado pelas sanções dos EUA, é sem dúvida o fator mais importante para impulsionar o crescimento global das vendas da Honor fora da China.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!