Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama

Os FlagShips por si só não fazem uma marca com as ambições da Samsung e a marca sul coreana tem intensificado os seus esforços de média gama, dos quais o Samsung Galaxy A52 5G é a última entrada.

A Samsung há muito tempo que domina o panorama dos telefones de topo Android, isto deve-se ao sucesso global da prestigiosa série Galaxy S. Mas os FlagShips por si só não fazem uma marca com as ambições da Samsung e a marca sul coreana tem intensificado os seus esforços de média gama, dos quais o Samsung Galaxy A52 é a última entrada.

Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama 1

Em vez de se destacar apenas numa característica específica este telefone de 389€ oferece um nível de competência abrangente que vai garantir que os utilizadores fiquem satisfeitos. Com um ecrã rápido e vibrante, uma câmara principal decente e qualidade de construção sólida, o Samsung Galaxy A52 faz bem a maioria das tarefas principais de um smartphone.

Mas a concorrência é forte neste segmento do mercado, e os esforços dos rivais de marcas chinesas como Xiaomi e OnePlus conseguem fazer o Galaxy A52 parecer um pouco caro.

Samsung Galaxy A52 : Especifficações

  • Android 11 / One UI 3.1
  • 6.5″, FHD+, Super AMOLED, 120Hz, display plano
  • In-display fingerprint sensor
  • Gorilla Glass 5 (front)
  • Armação de Plastico
  • Qualcomm Snapdragon 750G
  • 6/8GB LPDDR4 RAM
  • 128/256GB Armazenamento, microSDXC slot
  • 64Mp, f/1.8, 1/1.7X” Câmara principal com OIS
  • 12Mp, f/2.2 ultrawide camera
  • 5Mp, f/2.4 macro camera
  • 5Mp, f/2.4 depth camera
  • Up to 4K @ 30fps rear video
  • 32Mp, f/2.2 front-facing camera
  • Up to 4K @ 30fps front video
  • Stereo speakers
  • Dual-SIM
  • Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac
  • Bluetooth 5.0
  • 4500mAh de bateria
  • 25W fast charging
  • 159.9 x 75.1 x 8.4mm
  • 189g
  • Cores disponiveís: Awesome Black, Awesome White, Awesome Violet, Awesome Blue

Design e Construção

O Galaxy A52 não impressiona pela sua linguagem de design, é um equipamento simples que se parece com tantos outros, mas as suas armas são o equilíbrio.

A parte frontal é protegida por Gorilla Glass 5 rodeado por uma moldura de metal brilhante que contrasta com o acabamento fosco do painel traseiro. Apesar do plástico da traseira parecer.. barato, destaca-se de todas as restantes ofertas que usam materiais com efeito de vidro que dão o horrível aspecto gorduroso muito habitual no mercado de baixo custo.

Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama 2

O telefone parece sólido na mão com uma reconfortante falta de flexibilidade, mas com 189g, dificilmente é o que chamaria de leve.

Temos uma proteção extra na forma de uma classificação IP67, o que é algo surpreendente porque costuma ser uma das primeiras coisas a ser descartada em nome do corte de custos. É um daqueles pequenos exemplos de que pode valer a pena comprar um telefone média gama, desde que seja bem escolhido.

Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama 3

O Galaxy A52 tem o “velhinho” conector de fone de ouvido de 3,5 mm na parte inferior do telefone, bem ao lado da porta USB-C e frente a um dos dois alto-falantes stereo.

Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama 4

Display

O Samsung Galaxy A52 não é um telefone que tenha especificações de grande carisma, mas se há uma que se destaca é sem dúvida o seu ecrã

Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama 5

Este é o tipo de painel Super AMOLED vibrante de 6,5 polegadas sobre o qual a Samsung construiu uma reputação formidável. Com uma resolução Full HD +, um brilho máximo de 800nits e uma taxa de atualização de 120Hz arruma para canto muitos dos seus concorrentes nesta faixa de preço.

Existem algumas peculiaridades, como a falta de suporte de streaming HDR. Mas, apesar dessa omissão, o conteúdo de vídeo é ótimo num ecrã tão vibrante.

Galaxy A52 5G screen

É um ecrã totalmente plano, e isto não deve ser visto como uma característica de telefone barato, pois a Samsung aplicou a mesma estratégia a alguns dos equipamentos da linha S21, por outro lado a ausência de curvas torna o telefone muito mais utilizável no dia-a-dia.

Com uma proporção de ecrã para corpo de 84,1%, as margens do Galaxy A52 não são as mais reduzidas que já encontrámos, mesmo num telefone de gama média, mas são finas o suficiente e suficientemente bem proporcionadas para não serem uma distração.

Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama 6

Uma surpresa menos positiva foi o sensor de impressão digital no display do Galaxy A52 . É lento para desbloquear e falha demasiadas vezes para o nosso gosto.

Espeficações e Desempenho

A Samsung conseguiu um bom equilíbrio de especificações ao criar o seu mais recente telefone média gama. Mas onde ele não brilha particularmente é no seu desempenho bruto.

O chipset Snapdragon 750G do telefone é uma melhoria em relação ao Exynos 9611 do Galaxy A51, mas não impressiona. Na verdade, fica atrás de uma série de alternativas com preços semelhantes.

Galaxy A52 5G performance

Por exemplo, o OnePlus Nord apresenta-se com um Snapdragon 76, que consegue framerates 20 a 30% mais altas nos testes de benchmark GFXBench. Enquanto isso, um dispositivo mais recente como o Poco F3 que conta com o ainda mais rápido Snapdragon 870 pontua duas a três vezes mais nesses mesmos testes.

Em termos de desempenho puro da CPU, uma pontuação multi-core Geekbench 5 de 1886 posiciona o Galaxy A52 um pouco atrás do OnePlus Nord (1963) e bem atrás do Poco F3 (3151).

A maioria das pessoas não irá sentir estas diferenças entre Galaxy A52 e os restantes concorrentes no uso diário, e em uso geral, o Galaxy A52 funciona bem. O ecrã de 120 Hz da Samsung é agradável e fluido aqui e a experiência de navegar pelos menus é muito agradável, o que nem sempre é o caso em telefones de 120 Hz mais baratos. Podem escolher 6 ou 8 GB de RAM, e por isso, alternar entre os aplicativos abertos não é um problema.

Aqueles que já usaram telefones mais poderosos, no entanto, serão capazes de notar a diferença.

Para a maioria das pessoas, e na maioria dos cenários, isso não será particularmente problemático. Afinal, não estamos a alar de um equipamento de primeira linha.

Camaras

A maioria dos componentes podem passar despercebidos , consoante o uso de cada um, mas não há como confundir um telefone de média gama com um telefone de topo ao comparar os resultados da câmara.

Embora a câmara Samsung Galaxy A52 , apesar de não ser comparável a produtos de preço superior, consegue resultados muito satisfatórios.

Vai gostar de saber:  Amazfit Helio Ring: concorrente do Samsung Galaxy Ring lançado a 15 de maio com um preço atrativo

Análise Samsung Galaxy A52. Sem dúvida um dos melhores na sua gama 7

O sensor principal de 64Mp tira fotos bem iluminadas e razoavelmente detalhadas, ao estilo do que já nos habituou a Samsung.

Comparado com alguns dos equipamentos com que já comparámos o Galaxy A52 , as fotos do Galaxy A52 são muito mais brilhantes e geralmente têm melhores detalhes. A Samsung consegue registar mais detalhes em situações HDR, embora algumas imagens possam parecer superexpostas.

Em certos cenários, a câmara do Galaxy A52 excede-se no processamento.

 

Já dissemos que o Galaxy A52 se destaca por alguns detalhes,  significativos, e um deles é a inclusão do OIS. Esta tecnologia estabilizadora ainda não é comum em telefones média gama – nem o Poco F3 nem o mais caro OnePlus 9 a têm, por exemplo, embora o OnePlus Nord tenha.

Graças parcialmente a este OIS, o Galaxy A52 consegue fotos noturnas relativamente claras e iluminadas.

O sensor ultrawide de 12Mp do Galaxy A52 não pode , no entanto, ser comparado a uma oferta de topo, mas as fotos são muito boas tendo em conta o preço.

O Galaxy A52 captura bem fotos de retrato, com o assunto bem delineado e um bokeh eficiente. A Samsung precisa trabalhar um pouco os tons de pele, pois não parecem tão naturais como alguns dos seus rivais.

Selfies com a câmara frontal de 32Mp também são boas, embora os resultados sejam mais desbotados do que com câmara principal.

É uma pena que a Samsung tenha cedido á pressão dos números e tenha incluído um par de sensores 5MP que servem para muito pouco – um para assistência de profundidade, outro para fotos macro. Preferiríamos ter visto a inclusão de outro recursos nas duas câmaras principais.

No Galaxy A52 não temos sensor telefoto, infelizmente, mas o sensor principal de 64Mp permite pelo menos fotos 2x aceitáveis por meio de recorte. Não recomendamos que estiquem mais a corda, no entanto.

Se somarmos a gravação de vídeo de 4K / 30fps ou 1080p / 60fps e temos uma câmara capaz de resultados sólidos, mas nada espetacular. Mais uma vez, a Samsung parece ter optado pela consistência ao invés da qualidade excecional, e parece ter sido uma escolha inteligente, pois este equipamento tem como um dos seus objetivos fundamentais, manter os custos baixos.

Bateria e Autonomia

A Samsung está de parabéns por incluir uma bateria de 4500mAh no Galaxy A52 . Este é o tipo de bateria que estamos habituados a ver num topo de gama moderno como o OnePlus 9 Pro, que obviamente tem um ecrã muito mais exigente para alimentar.

Embora o Samsung Galaxy A52 não seja o telefone de dois dias que todos desjariam, ele durará confortavelmente um dia inteiro sem problemas.

O teste de bateria No PC Mark resultou Numa pontuação de 11:03, que coloca o Galaxy A52 entre o Galaxy S21 (8:04) e o Galaxy S20 FE (12:35).

Na nossa experiência conseguimos aproximadamente um dia e meio de utilizaçãi, com quatro horas de ecrã, isto com o Always On Display sempre ligado e 120 Hz ativos.

Carregamento

Este não é o telefone com o carregamento mais rápido do mundo. A velocidade de 15 W do carregador Samsung fica muito aquém dos 30 W e acima da Xiaomi, Oppo e companhia. Conseguimos carregar o A52 de 0 a 31% em 30 minutos de carregamento, o que não é nada de especial em 2021.

Sem surpresa, também não temos carregamento sem fio. Este não é um recurso comum na categoria em que se enquadra o Galaxy A52 .

Software

O A52 vem com o One UI 3.1 da Samsung sobre o Android 11.

O software da Samsung evoluiu consideravelmente desde os velhos tempos do TouchWiz, a Samsung conseguiu uma interface muito mais leve e funcional com seus esforços de personalização, mesmo quando comparado às versões anteriores do One UI.

O assistente Bixby ainda está lá, pronto para ser descoberto com um pressionamento prolongado do botão energia.

Para além disto, temos uma série de aplicativos pré-instalados que podem oou não ser do vosso agrado. Isso inclui o aplicativo de notícias Samsung Free, TikTok, Netflix e Microsoft OneDrive.

Mesmo assim a Samsung consegue arrancar um sorriso a qualquer um quando se fala de atualizações. Quatro anos de atualizações de segurança é uma promessa que não deve ser desprezada, especialmente neste segmento de mercado.

No geral, a One UI é uma interface rápida, fluida e utilizável, e que oferece amplo potencial para personalização.

Preço e disponibilidade

O Samsung Galaxy A52 foi colocado à venda em março de 2021. Os preços começam em 389€, o que é um Price Point muito apelativo.

Em termos de valor pelo dinheiro, a conectividade do Galaxy A52 coloca-o em destaque quando comparado com outras ofertas na mesma faixa de preço.

Resumindo, o Samsung Galaxy A52 vale bem o dinheiro, embora seja possível encontrar ofertas com outras características, dependendo de quais são as vossas necessidades.

Veredito

O Samsung Galaxy A52 oferece um pacote de média gama equilibrado e bem construído por cerca de 389€. O destaque vai para o excelente display Super AMOLED de 120 Hz, mas atenção que se trata de um telefone que tenta cobrir todas as bases e falha em alguns detalhes.

Elementos como uma classificação IP67, OIS para a câmara, um conector de fone de ouvido de 3,5 mm e quatro anos de atualizações de segurança podem ser muito mais uteis que um corpo de vidro e metal ou um processador rápido, mas isto vai depender do gosto e necessidades de cada um.

O desempenho poderia e talvez devesse ser melhor pelo dinheiro, o sensor de impressão digital está curiosamente abaixo da média.

Os consumidores confiam na Samsung por um motivo. E se têm menos de 400€ para gastar no vosso próximo telefone, o Samsung Galaxy A52 não vai dececionar.

72%
Equilíbrio é a palavra chave

Samsung Galaxy A52 5G

  • Design
  • Construção
  • Ecrã
  • Autonomia e Carregamento
  • Câmaras
Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!