Android Geek
O maior site de Android em Português

Ymobile adia lançamento do Huawei P30 Lite no Japão

A Ymobile – operadora de tecnologia móvel de baixo custo da SoftBank Corp adiou o lançamento do Huawei P30 Lite, devido às restrições comerciais dos EUA. Para se proteger de qualquer perda, a empresa precisa de tempo para avaliar o impacto da proibição comercial dos EUA.

 

Desde a imposição das restrições de comércio pelos EUA,  que a Huawei está a lutar para garantir vendas suficientes. A incerteza entre os utilizadores da Huawei sobre actualizações futuras e serviço pós-venda está a manchar ainda mais a reputação da empresa. Infelizmente, a Huawei atingiu outro obstáculo no Japão. A Ymobile - operadora de tecnologia móvel de baixo custo da SoftBank Corp adiou o lançamento do Huawei P30 Lite, devido às restrições comerciais dos EUA. Para se proteger de qualquer perda, a empresa precisa de tempo para avaliar o impacto da proibição comercial dos EUA. Hiroyuki Mizukami, porta-voz da Ymobile disse:

"De momento, estamos a tentar confirmar se nossos clientes poderão usar o equipamento com uma sensação de segurança".

A Ymobile não tem certeza sobre o lançamento do Huawei P30 Pro. Da mesma forma, outra operadora japonesa - KDDI realizou a venda de aparelhos desde quarta-feira. A porta-voz da KDDI, Reiko Nakamura disse:

"Estamos a verificar os factos sobre como (a decisão dos EUA) foi tomada e o seu impacto".

Considerando que, a maior operadora de telecomunicações do Japão, a NTT Docomo está actualmente a avaliar a situação e deve manter reservas para o smartphone Huawei P30 Pro. A empresa cita que eles estão:

“a estudar a possibilidade de interromper o recebimento de pedidos de vendas do HUAWEI P30 Pro que planeamos lançar neste verão.”

Na semana passada, o presidente dos Estados Unidos - Donald Trump colocou na lista negra a Huawei e classifica isso como "um risco inaceitável para a segurança nacional dos Estados Unidos". Ele impediu que todas as empresas dos EUA fornecessem equipamentos e outros serviços para a Huawei. O Google particularmente baniu o suporte Android para dispositivos Huawei, no entanto, mais tarde foi adiado por 90 dias. Várias empresas, onde se incluem a ARM, a Qualcomm e a Intel terminaram os seus acordos com a Huawei.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais