Xiaomi quer ser o primeiro fornecedor de tecnologia móvel 5G da China

O mercado de smartphones no ano passado experimentou um período de declínio, no qual apenas algumas empresas conseguiram sair “mais fortes do que antes”.  Estamos a falar da sua rival Huawei, que, em paralelo com a Xiaomi e algumas outras empresas (Samsung e Apple), detêm quase todo o mercado de smartphones.

Num contexto de competição cada vez mais acirrada e crescimento exponencial de tecnologias, uma declaração do CEO da Xiaomi, Lei Jun revelou algo de extrema importância.

Xiaomi quer ser o primeiro fornecedor de tecnologia móvel 5G da China 1

O fundador, numa entrevista dedicada ao crescimento do setor de pesquisa e desenvolvimento, anunciou que Xiaomi pretende ser o primeiro fabricante de Smartphones 5G na China.

O mercado de smartphones no ano passado experimentou um período de declínio, no qual apenas algumas empresas conseguiram sair “mais fortes do que antes”.  Estamos a falar da sua rival Huawei, que, em paralelo com a Xiaomi e algumas outras empresas (Samsung e Apple), detêm quase todo o mercado de smartphones.

Assim, o anúncio de Lei Jun parece um desafio para as empresas rivais, uma revelação parcial lançada com pleno conhecimento - na nossa opinião - sendo que a Xiaomi foi a primeira empresa a apresentar um smartphone 5G na Europa, que é a nova variante do Xiaomi Mi MIX 3.

Claramente, pretende trazer o novo padrão de rede na maioria dos seus próximos dispositivos para garantir que a nova tecnologia seja acessível a todos no menor tempo possível: o desafio está lançado, apenas temos que esperar.

Relacionado:  Motorola Moto G Stylus 5G visto em certificações com o Snapdragon 480

 

Fonte

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!