Android Geek
O maior site de Android em Português

Xiaomi colabora com TSMC para produzir o seu novo chipset Surge S2

No passado houve bastantes notícias acerca do próprio chipset da Xiaomi, e agora mais recentemente pouco ou nada tem surgido sobre isto. Depois do lançamento do Surge S1 o ano passado, tudo acalmou. Mas isto não significa que a marca não esteja a trabalhar no seu chipset. Se considerarmos a enorme competição na indústria mobile, o desenvolvimento do próprio chipset parecer ser o caminho a seguir. No entanto tudo isto leva o seu tempo, e requer muitos esforços e paciência a fim de resultar num bom chipset.

Agora segundo a Taiwan Electronics Times a Xiaomi, chegou a um acordo secreto com a TSMC de maneira a produzir o seu próximo chipset S2, com a tecnologia de processo 16nm. O S2 baseado no processo de fabrico de 16nm da TSMC, teria 8 núcleos, com 4 núcleos A73 a uma frequência de 2.2GHz, e os restantes 4 núcleos a uma frequência de 1.8GHz. A sua GPU incluída será uma MALI G71MP8. Trazendo ainda a armazenamento UFS2.1 e memória RAM LPDDR4.

Por agora ninguém sabes os detalhes específicos sobre este S2, porque existem demasiadas variáveis que ainda poderão mudar. No entanto parece certo que o chipset Xiaomi S2, está a ser desenvolvido e vai ser lançado assim que finalizado.

Xiaomi colabora com TSMC para produzir o seu novo chipset Surge S2 1

A primeira geração do chipset surgiu com o Xiaomi Mi 5C, que era o primeiro smartphone a ser alimentado pelo processador Pinecone Surge S1, da própria Xiaomi. Era um SOC independente que vinha com oito núcleos Cortex A53 que chegavam no máximo a 2,2GHz, com o GPU Mali-T860MP4, arquitectura de 64 bits e incluía suporte VoLTE.

O Xiaomi Mi 5C tinha um ecrã de 5.15 polegadas e 3GB LPDDR3 de RAM. Vinha ainda com 64GB eMMC 5.0 de armazenamento interno e com o Android 7.1 Nougat, sob a forma da MIUI.

Em termos de câmara, ele trazia um sensor ultra-sensível na traseira com 12 MP com tamanho de pixel de 1.25μm e outro sensor frontal de 8 MP para selfies com smart beauty 3.0. Tudo isto era alimentado por uma bateria de 2850 mAh, juntamente com suporte para carregamento rápido com carregador de 9V / 2A. O smartphone tinha um corpo de metal e pesava apenas 132 gramas.

 

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link