Android Geek
O maior site de Android em Português

WhatsApp ameaça quem não respeite as suas Informações Legais

Afinal de contas haverá sempre mentes interessadas em fazer dinheiro, à custa de outros, e a pensar nos seus utilizadores é que o WhatsApp reforçou a sua política de utilização de forma a garantir a segurança dos mesmos.

O facto de milhões de utilizadores usarem uma plataforma, pode ser visto como sinal de um sucesso, mas nunca pensamos no revés da medalha, e a aplicação WhatsApp é um bom exemplo disso.

A aplicação de conversas, deixou de ser apenas um mecanismo para mantermos em contacto com os nossos amigos e familiares. E neste momento é usada mundialmente por vários utilizadores e inclusive empresas. E quando este número de utilizadores ativos aumentou, os riscos de segurança, bem como aqueles que querem tirar proveito da comunidade aumentaram também.

Afinal de contas haverá sempre mentes interessadas em fazer dinheiro, à custa de outros, e a pensar nos seus utilizadores é que o WhatsApp reforçou a suas Informações Legais de forma a garantir a segurança dos mesmos.

WhatsApp Informações Legais
Informações legais da plataforma WhatsApp

Nas condições de utilização do serviço WhatsApp, é explicito que ninguém pode tirar proveito da aplicação, dos utilizadores e das APIs, que se conectam a diferentes aplicações e serviços.

Temos visto o crescente aumento de falhas de segurança, bem como a praga das notícias falsas que circulam livremente sem controlo, inclusivo anúncios presentes no serviços. Perante este novo mundo, a empresa mãe do serviço do WhatsApp. Sim estamos a falar do Facebook, veio reforçar as informações legais do seu serviço, mas num tom, no mínimo Agressivo!

Facebook ameaça judicialmente, quem se aproveitar da plataforma WhatApp.

Neste momento, se forem uma empresa, ou mesmo, um simples utilizador que queira tirar proveito da plataforma WhatsApp. Tenham atenção! Pois podem, quando menos esperar, ter um advogado do Zuckerberg à vossa porta.

Mark Zuckerberg
Cuidado Mark Zuckerberg está de olho em todos nós!

O WhatsApp comprometido em usar todos os seus recursos contra qualquer um que abuse da sua plataforma

Como tínhamos, referido anteriormente, o serviço por trás do WhatsApp é o Facebook, e com todo o dinheiro estimado pelo jovem empresário Zuckerberg. Pode não ser uma boa ideia, tentarem abusar da aplicação para o vosso próprio benefício.

O WhatsApp especifica numa nova página das suas condições de uso que: eles não hesitarão em tomar medidas legais contra aqueles que abusarem da aplicação ou das APIs.

Como referimos,dada à enorme popularidade da plataforma, bem como o número  cresecente de ataques que tem recebido. Afinal de contas, através das suas conversas, já passaram toneladas de dados e informações confidenciais de vários membros de múltiplas organizações e governos.

Sem qualquer tipo de filtro, o que tem sido um chamariz para muitos de forma a conseguirem acesso a essas preciosas informações, para seu próprio proveito.

Sem falar nos programadores que se dedicam à modificação da aplicação do WhatsApp, ou se aproveitam a versatilidade da mesma. Para desenvolver os seus próprios serviços e aplicações.

Tendo tudo isso em conta, o WhatsApp no seu novo artigo, onde referem as suas novas  Informações Legais, do Serviço mencionam:

A partir de 7 de dezembro de 2019, o WhatsApp tomará medidas legais contra aqueles que estão determinados a se envolver ou ajudar outras pessoas a cometer abusos que violam nossos Termos de Serviço.

As condições do serviço do WhatsApp são violadas quando uma aplicação não autorizada é usada, recorrendo às APIs de comunicação. Estas podem ser utilizadas sem permissão, através de ferramentas de terceiros para envios de pedidos em massa, de forma a simularem ataques e assim acederem aos dados dos utilizadores, violando a segurança da aplicação.

O reforço na política de utilização do serviço, não serve apenas para eliminar os riscos dos utilizadores, mas também para erradicar a ideia, de que o WhatsApp não é seguro.

Será que finalmente, vamos ver o dito exercito de advogados do Facebook a ser usado, para outro fim, que corrigir todos os erros de segurança e privacidade da empresa.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais