Android Geek
O maior site de Android em Português

Tweet do Google afirmava que iam cobrar a OEMs chineses já em 2019

Momentos depois, o tweet foi excluído. Confusos?

O Google ou melhor, a conta oficial do Twitter escreveu que iria começar a cobrar aos fabricantes chineses, tais como: Huawei, Xiaomi e ZTE e vários outros a começar no terceiro trimestre de 2019. Momentos depois, o tweet foi excluído. Confusos? Não fiquem.

Google Android cobrando OEMs chineses

No ano passado, a Comissão europeia multou o Google em € 4,34 biliões por violar as regras "antitrust" da UE. A Comissão europeia disse que o Google impôs restrições a fabricantes de dispositivos Android e operadoras de redes móveis para consolidar a sua posição dominante na pesquisa geral na Internet. Diz-se que o Google fez isso de três maneiras:

  1. exigiu que os fabricantes pré-instalassem a aplicação de pesquisa do Google e o navegador Chrome como condição para o licenciamento da loja do Google Play
  2. pagou a determinados fabricantes de grande porte e operadoras de redes móveis que pré-instalassem exclusivamente a aplicação de pesquisa do Google nos dispositivos
  3. Os fabricantes impedidos de pré-instalar as aplicações do Google venderam dispositivos móveis com versões bifurcadas do Android que não foram aprovadas pelo Google

A comissão diz que todos são ilegais sob as regras "antitrust" da UE.

O Google precisou actualizar o seu acordo de compatibilidade regional em outubro de 2018 para permitir que os fabricantes separassem os principais serviços do sistema operativo Android. No entanto, se quiserem separar alguns destes serviços, por exemplo, a Play Store, o utilizador terá que pagar uma taxa de licenciamento. Os fabricantes que desejem incluir a Pesquisa do Google e o navegador Chrome não serão cobrados. Aparentemente, a taxa de licenciamento para aqueles que não querem a pesquisa e o navegador Chrome, é uma espécie de pagamento para o desenvolvimento e distribuição gratuita do Android. Estas novas regras aplicam-se apenas aos dispositivos enviados para o Espaço Económico Europeu.

Quanto ao tweet, parece que o Google quer começar a cobrar a OEMs chineses, onde se incluiem por exemplo a Huawei, ZTE e Xiaomi, a partir já deste ano. Ainda não está claro se estes fabricantes de smartphones serão cobrados pelos seus telefones vendidos apenas na UE, ou se são para os seus telefones vendidos no mercado doméstico.

Fonte

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link