Android Geek
O maior site de Android em Português

Nokia 9.3 e Nokia 7.3 serão lançados em agosto ou setembro

O pretenso sucessor do Nokia 9 PureView do ano passado, tem a tarefa de ser um sucesso, em termos de vendas, ao contrário do seu antecessor. Não é algo fácil de realizar para uma marca renascida, mas também não é difícil superar o Nokia 9 em volume de vendas.

O próximo smartphone topo de gama da Nokia está a demorar a chegar ao mercado. O pretenso sucessor do Nokia 9 PureView do ano passado, tem a tarefa de ser um sucesso, em termos de vendas, ao contrário do seu antecessor. Não é algo fácil de realizar para uma marca renascida, mas também não é difícil superar o Nokia 9 em volume de vendas.

As informações não oficiais de hoje afirmam que o Nokia 9.3 será anunciado a meados do final do terceiro trimestre. Isso significa que em agosto ou setembro. Portanto, parece que a HMD desistiu de tentar competir com a primeira onda de Flagships de 2020 e, em vez disso, vai apostar num lançamento na segunda onda do ano. Não podemos esquecer que nessa altura a Samsung também deve lançar a sua linha Note20, a Huawei lançará o Mate 40, o Google lançará o Pixel 5 e assim por diante.

Nokia 9.3 e Nokia 7.3 serão lançados em agosto ou setembro 1

Nokia 9 PureView

No mesmo evento, o Nokia 9.3 será supostamente acompanhado pelo Nokia 7.3, um sucessor (baseado no nome) do Nokia 7.2 que foi lançado em setembro passado.

Relacionado:  Que tal um Samsung Galaxy S21 FE? Cores e alguns recursos do Samsung SM-G990B

De acordo com uma fonte não identificada, atualmente os Nokia 9.3 e 7.3 estão a passar por testes de protótipo, que estão a avançar como esperado. Aparentemente, existem dois protótipos do Nokia 7.3, um dos quais com suporte a 5G.

O prazo de lançamento revelado hoje é provisório, pois os executivos da HMD ainda estão à espera para ver em que direção a situação do COVID-19 evoluirá nas próximas semanas e meses.

Fonte

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!