iPhone SE 3 é melhor que o iPhone 13 neste ponto específico

Vamos ver porque é que o iPhone SE é uma óptima escolha para quem procura um iPhone acessível. Há uma característica que o iPhone SE tem que faz sentir falta dos designs de smartphones mais antigos da Apple:

O iPhone SE é uma alternativa económica às opções mais caras da Apple. Mas não é apenas o preço que faz do SE 3 uma grande opção – é também o poderoso processador do telefone e a excelente câmara fotográfica. Vamos ver porque é que o iPhone SE é uma óptima escolha para quem procura um iPhone acessível.

Há uma característica que o iPhone SE tem que faz sentir falta dos designs de smartphones mais antigos da Apple: um botão Home físico com Touch ID.

iPhone SE 3 é melhor que o iPhone 13 neste ponto específico 1

Muitos utilizadores Apple adoram e sentem a falta do Touch ID, e rezam aos deuses Cupertino antes de cada evento da Apple para que o próximo iPhone ofereça a tecnologia de reconhecimento de impressões digitais no ecrã. Embora o iPhone 13 Pro Max seja um dos melhores telefones que se pode comprar, é decepcionante que a Apple não tenha encontrado uma forma de incorporar o Touch ID numa altura em que muitos estavam (e ainda estão) a usar máscaras.

A solução da Apple? Actualizar o ID facial para reconhecer quando um utilizador está a usar uma máscara. A solução permite a capacidade de usar o Face ID para desbloquear o seu iPhone enquanto mantém a máscara posta no iOS 15.4, que passará a versão beta algum tempo depois desta semana. A empresa também anunciou recentemente que iria permitir reparações de Face ID e outras partes danificadas do sistema TrueDepth Camera sem substituir o telefone inteiro. Por outras palavras, o Face ID continua a ser a prioridade biométrica.

iPhone SE 3 é melhor que o iPhone 13 neste ponto específico 2

Mas na semana passada, o mais recente iPhone SE estreou no mesmo design familiar do iPhone 8 que o iPhone SE 2020. E embora existam algumas actualizações quando se compara o iPhone SE (2022) com o iPhone SE (2020), eles partilham o mesmo chassis, botão Home físico e tudo.

Muitos desejam ver de volta o Touch ID à linha premium do iPhone. Sem considerar as importantes diferenças entre o iPhone SE (2022) e o iPhone 13, eu diria que o iPhone SE ganha com o argumento de deixar entrar mais facilmente no telefone. Nada é pior do que o Face ID não nos reconhecer.

Os utilizadores querem e precisam de um forma de entrar rapidamente no seu telefone, quer seja um leitor de impressões digitais ou um botão sensível às impressões digitais, como no iPad mini 6.

Claro, que a identificação facial é a ferramenta biométrica mais segura.

Infelizmente, não há provas de que a Apple planeie reintroduzir o Touch ID no iPhone de topo. Face a isto, a maioria dos rumores do iPhone 14 dizem que o Touch ID não vai definitivamente ser reintroduzido. O SE é um valor excelente, mas à custa de coisas como um ecrã de 120Hz e um sistema de câmara topo de gama.

Por isso, vamos permanecer optimistas de que um futuro iPhone irá trazer de volta o botão Home físico. Quando isso acontecer haverá muitos na fila para comprá-lo.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!