Android Geek
O maior site de Android em Português

Índia continua o ataque a aplicações chinesas e proíbe o navegador da Xiaomi

Este ataque concertado já se traduz em 59 aplicações banidas em junho, o país tem, nas últimas semanas, prosseguido esta guerra comercial com mais 47 aplicações banidas. O governo indiano está agora a dar seguimento a esta estratégia proteccionista e vai banir em breve um número desconhecido de novas aplicações, onde se inclui o Mi Browser Pro da Xiaomi, a versão em inglês da aplicação QQ da Tencent e algumas aplicações de pesquisa da Baidu, conforme regista a Reuters.

A campanha da Índia contra as aplicações chinesas continua. Este ataque concertado já se traduz em 59 aplicações banidas em junho, o país tem, nas últimas semanas, prosseguido esta guerra comercial com mais 47 aplicações banidas.

O governo indiano está agora a dar seguimento a esta estratégia proteccionista e vai banir em breve um número desconhecido de novas aplicações, onde se inclui o Mi Browser Pro da Xiaomi, a versão em inglês da aplicação QQ da Tencent e algumas aplicações de pesquisa da Baidu, conforme regista a Reuters.

Índia continua o ataque a aplicações chinesas e proíbe o navegador da Xiaomi 1

Ao contrário das proibições originais, o governo indiano optou por não divulgar publicamente a última série de proibições, por isso não está claro quantas aplicações foram afetadas. Já sabemos que o país estava a ponderar proíbir até 275 outras aplicações, onde se inclui o popular título Battle Royale PUBG.

A aplicação Mi Browser Pro, felizmente, não é o navegador padrão que vem com os dispositivos da Xiaomi. Para os utilizadores da Xiaomi na Índia, que chegam a 90 milhões, isso é uma boa notícia, embora também não esteja totalmente claro se o navegador padrão está incluído na lista de aplicações recém-banidas.

Relacionado:  Guia Samsung Galaxy Tab S7 e S7 Plus: Um tablet para o novo normal de trabalho remoto

Numa declaração ao Times of Índia, um porta-voz da gigante chinesa de tecnologia observou que a Xiaomi segue todas as leis de privacidade de dados do país e que a empresa está "a trabalhar para entender o desenvolvimento e tomará as medidas apropriadas conforme necessário".

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!