Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei planeia produzir muito menos telefones em 2021

A Huawei foi capaz de capitalizar a recuperação do COVID-19 no seu mercado doméstico da China, enquanto as casas seguras da Samsung na Europa e América do Norte estavam a ser duramente atingidas pela pandemia. A Huawei planeia lançar apenas 50 milhões de smartphones em 2021.

A Huawei surpreendeu o mundo da tecnologia quando emergiu como marca número um de smartphones no segundo trimestre de 2020, ultrapassando a Samsung garantindo o primeiro lugar no pódio. A Huawei foi capaz de capitalizar a recuperação do COVID-19 no seu mercado doméstico da China, enquanto as casas seguras da Samsung na Europa e América do Norte estavam a ser duramente atingidas pela pandemia.

Huawei planeia produzir muito menos telefones em 2021 1

 

  • A Huawei planeia lançar apenas 50 milhões de smartphones em 2021.
  • Esta é uma queda de 74% em comparação com as remessas projetadas para 2020.
  • Como resultado, a Samsung pode tirar vantagem focando esforços na Europa e Índia.

Infelizmente para Huawei, o site Elec relata que a marca está a planear produzir muito menos smartphones em 2021. A Huawei terá dito aos seus subcontratados sul-coreanos que planeia produzir apenas 50 milhões de unidades no próximo ano.

Comparando com 2020? Bem, estamos a falar de uma queda de 74% em relação ao plano esperado de 190 milhões de unidades este ano. Além disso, a Huawei vendeu mais de 55 milhões de unidades apenas no segundo trimestre de 2020. A publicação coreana acrescenta que a proibição dos EUA é diretamente responsável pelos planos da Huawei para 2021.

Os efeitos da proibição dos EUA

A Huawei foi adversamente afetada pelas sanções dos EUA contra a empresa, impedindo-a de usar os serviços do Google nos seus novos dispositivos, ao mesmo tempo que impossibilita o uso de muitos componentes dos EUA. A proibição que impede a fabricante de Chipsets TSMC de produzir os próprios Chipsets Kirin da Huawei significa que a empresa terá que contar com outros fabricantes de Chipsets, e stock de processadores existentes, bem como Chipsets de empresas como a MediaTek.

Além disso, a gigante chinesa deve contar com a empresa chinesa SMIC para produzir alguns dos seus Chipsets Kirin. No entanto, recentemente descobriu-se que os EUA podem tomar medidas contra SMIC também.

Isto pode resultar num posicionamento mais agressivo da Samsung na Europa e na Índia no próximo ano. Os dados de que dispomos apontam que que a Samsung pretende lançar 300 milhões de smartphones no próximo ano.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!