Android Geek
O maior site de Android em Português

Executivo da Huawei preso na Polónia por espionagem

O funcionário, um cidadão chinês que trabalha como diretor de vendas, foi preso ao lado de um ex-funcionário de alto escalão da agência de segurança interna da Polónia. Acredita-se que a agência de contrainteligência da Polónia tenha feito buscas à sede da Huawei na Polónia, uma filial local da Orange e as casas de ambos os suspeitos.

Um funcionário daH uawei foi preso na Polónia por supostamente espionar em nome do governo chinês. A TVPInfo deu a notícia hoje cedo (via Bloomberg, Jornal de Wall Street) no meio de crescentes tensões entre os EUA e a China.

O funcionário, um cidadão chinês que trabalha como diretor de vendas, foi preso ao lado de um ex-funcionário de alto escalão da agência de segurança interna da Polónia.

Acredita-se que a agência de contrainteligência da Polónia tenha feito buscas à sede da Huawei na Polónia, uma filial local da Orange e as casas de ambos os suspeitos. Eles receberam “documentos e dados electrónicos” do escritório da Huawei, disse o Jornal de Wall Street.

O par deve ficar sob custódia por pelo menos três meses e aparentemente pode apanhar até dez anos de prisão.

Num comunicado por e-mail enviado hoje, um porta-voz da Huawei disse: “A Huawei está ciente da situação e estamos a investigar. Nós não temos comentários de momento. A Huawei cumpre todas as leis e regulamentos aplicáveis ​​nos países em que opera e exigimos que todos os funcionários cumpram as leis e regulamentos dos países onde estão sediados. ”

Huawei-Mate-20-Pro-Q-A-Your-questions-answered.jpg

 

O Huawei Mate 20 Pro (acima) é um dos seus smartphones mais poderosos de todos os tempos.

Qual é o pano de fundo?

A Huawei está sob escrutínio global ultimamente. Além de produzir smartphones, a empresa chinesa desenvolve infraestrutura de rede móvel usada em muitos países, que algumas nações consideram um risco potencial à segurança.

Há especulações de que o governo dos EUA em breve venha a banir equipamentos de telecomunicações Huawei de serem usados no país por alegadas preocupações de segurança, embora também possa pedir que as nações da UE façam o mesmo. Austrália e Nova Zelândia têm já banido o uso de equipamentos de telecomunicações da Huawei para as suas redes 5G. O Japão é outro que deverá anunciar um movimento semelhante em breve.

Enquanto isso, a Huawei CFO Wanzhou Meng foi presa no Canadá a pedido do governo dos EUA em dezembro passado.

Apesar das alegações, a Huawei negou repetidamente envolvimento com o governo chinês nesses assuntos.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais