Android Geek
O maior site de Android em Português

Este smartphone é desbloqueado com uma chave (literalmente)

Entendo que a segurança seja uma preocupação para alguns utilizadores, mas um smartphone com uma chave é demais. Ou não?

Ao longo do tempo já conhecemos dispositivos móveis realmente curiosos e alguns deles francamente maus.

Mas o que vos trazemos hoje é um smartphone que se afasta de toda lógica. Um dispositivo que é desbloqueado de uma das maneiras mais curiosas que já vimos.

Este é o IMPulse K1, o telefone mais seguro do mundo?

IMPulse K1

O IMPulse K1 é um telefone muito raro, pois é desbloqueado com uma chave de segurança

Não sabemos se o IMPULSe K1 é realmente o telefone mais seguro do mundo, mas é certamente um dos mais raros. Por quê?

Porque embora muitos telefones sejam desbloqueados com um pin, padrão, impressão digital ou reconhecimento facial, este faz isso com uma chave de segurança.

Este smartphone é desbloqueado com uma chave (literalmente) 1 Este smartphone é desbloqueado com uma chave (literalmente) 2

De acordo com o fabricante, o telefone é realmente inexpugnável e isso significa que ninguém poderá aceder aos dados e informação dentro da deste telefone sem a chave.

Claro que podemos instalar aplicações como Facebook, Twitter ou Instagram, entre outros, mas o fabricante desaconselha isso por razões de segurança.

Em relação às especificações do dispositivo, encontramos um telefone medíocre. Ecrã de 5,71 HD, processador MTK672, 4 GB de RAM, 32 GB de armazenamento, bateria de 3.400 MP e câmaras frontal e traseira de 13 e 5 MP respectivamente.

Claro que a graça deste IMPulse K1 não está no seu hardware, mas em todo o software de segurança que o rodeia. Agora, é preciso lembra que caso percamos a chave de segurança não poderemos aceder ao IMPulse K1 e deitado fora os 900 euros que este inviolável aparelho custa.

Vale a pena? A verdade é que preferimos gastar esse dinheiro em qualquer outro modelo.

Fonte

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!