Android Geek
O maior site de Android em Português

DuckDuckgo acusa a Google de abuso de poder

Mais uma polémica gira em volta da Google, desta vez relacionada com a alegada tentativa de silenciar a concorrente DuckDuckgo

A Google não tem tido descanso, as últimas notícias mostram que primeiro foi a multa interposta pela comissão da união europeia no valor 4.3 mil milhões de euros, no seguimento da acusação relacionada com a sua política de aplicações pré instaladas em equipamentos Android, agora surgiram informações sobre uma tentativa da empresa de Silicon Valley em comprar o domínio da concorrente DuckDuckgo de modo a silenciar a mesma, o que poderá vir a seguir?

De acordo com um relato feito pela Bloomberg, a Comissária Margrethe Vestager, teria entrado em negociações com a gigante da Mountain View, de forma a encontrar uma resolução para a acusação feita no seguimento da notícia do suposto monopólio no qual envolvia o Android desde 2016.

Apesar do interesse da comissão em arranjar uma solução, a Google demorou pelo menos 1 ano em mostrar o mínimo interesse nas acusações, apenas veio pronunciar-se sobre o assunto, depois de surgir uma outra multa no valor 2,4 mil milhões de euros por práticas anticompetitivas relacionadas com o Google Shopping, acumulando assim uma dívida em multas no valor de 6,7 mil milhões de euros. Inclusive a Google tentou terminar alguns acordos de casos antigos, de forma a tentar fechar contratos com outras fabricantes devido a restrições na Play Store, Sundar Pichai o CEO da Google num post de resposta a toda esta polémica que envolve a Google, chegou até a mencionar que o Android poderia perder a sua liberdade como “sistema operativo livre”, passando a ser pago e fechado como a concorrência.

DuckDuckgo
pesquisa por Duck.com redirecionada para outros sites, em vez do motor de pesquisas

Não obstante tudo isso, um novo facto surgiu, aparentemente a Google teria criado barreiras para uma extensão no Google Chrome da empresa rival DuckDuckGo, e tentou alegadamente comprar o domínio Duck.com de forma a silenciar todo o caso. Inclusive a empresa de Silicon Valley já redirecionou as pesquisas feitas por “Duck.com” o vice-presidente da empresa, Rob Shilkin, explicou o caso através da sua conta no Twitter.

 

Fonte twitter
Através de bloomberg

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais