Android Geek
O maior site de Android em Português

Donovan Sung (porta-voz global) e Jai Mani (divisão POCO) deixam a Xiaomi

Donovan Sung foi ao Twitter hoje cedo para revelar que este será o seu último mês na Xiaomi. O chinês-americano juntou-se à Xiaomi há cinco anos e fez parte da equipa que ajudou na expansão para novos países.

Hoje cedo,  o vice-presidente e co-fundador da Meizu, Li Nan, saiu da empresa. Hoje também, dois altos executivos da Xiaomi também saíram. O primeiro é Donovan Sung, que é o porta-voz global da empresa e director de gestão de produtos, e o segundo é Jai Mani, chefe de produto da divisão POCO. Donovan Sung foi ao Twitter hoje cedo para revelar que este será o seu último mês na Xiaomi. O chinês-americano juntou-se à Xiaomi há cinco anos e fez parte da equipa que ajudou na expansão para novos países.

No fluxo de tweets a anunciar sua saída da empresa, ele revelou que irá juntar-se ao Google em Singapura para ajudar com o avanço do seu sistema de pagamento (Google Pay) em mercados emergentes. Por outro lado, Jai Mani, que costumava ser o gestor de produto da marca POCOPHONE, não fez nenhum anúncio, mas sua biografia no Twitter agora diz que o ex-gestor de produto da POCOCPHONE e da Xiaomi India. Jai Mani POCOPHONE De acordo com o Android Central, Jai Mani também está na Xiaomi há cinco anos. Ele foi contratado por Hugo Barra, que já foi o vice-presidente global da Xiaomi. Parte da conquista de Mani é a POCOFONE F1. Ele desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento do telefone que pegou 2018 de surpresa. Ainda não há notícias de um sucessor e, como o gestor de produtos saiu agora, as coisas parecem desanimadoras. A sua biografia no Twitter diz que está interessado em saúde + tecnologia com foco em saúde mental. Também afirmou que o seu DM está aberto, o que significa que ainda está para ter um novo papel em outro lugar. Desejamos a ambos o melhor nos seus futuros empreendimentos.

Foram ambos muito importantes para a Xiaomi, cada um com os seus trabalhos mas no geral fizeram da Xiaomi ainda maior nos últimos anos.

(Fontes: 1, 2)

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais