Como escolher uma televisão para jogos, e saber interpretar as suas características

Normalmente, quando se fala de TVs para jogos muitos clientes pensam apenas em duas funcionalidades – resolução 4K e taxa de atualização de 120Hz. Mas há algumas marcas que usam estas funcionalidades para enganar os clientes.

Devido a várias razões, hoje em dia, não se consegue encontrar um produto electrónico de consumo barato, mas de especificações avançadas. Por outro lado, os fabricantes estão constantemente a melhorar os seus produtos, adicionando várias tecnologias inovadoras. Isto também é verdade para os produtos de grande ecrã. Por isso, decidimos trazer este artigo, que deve ajudá-los a comprar uma televisão para jogos. No entanto, para isso, têm de estar atentos a especificações e tecnologias de hardware e software selecionados. Assim só sabendo quais as novas tecnologias que existem na indústria e compreendendo o que cada termo significa, pode tomar a melhor decisão.

Normalmente, quando se fala de TVs para jogos muitos clientes pensam apenas em duas funcionalidades – resolução 4K e taxa de atualização de 120Hz. Mas há algumas marcas que usam estas funcionalidades para enganar os clientes. Assim as pessoas acabam por adquirirem televisões que suportam estas duas características, mas que são inúteis noutros aspetos.

Como escolher uma televisão para jogos, e saber interpretar as suas características 1

HDMI 2.1

Embora, neste momento, não existam muitos jogos mainstream que suportem a reprodução nativa de 4K a 120Hz, num futuro próximo, as próximas consolas de jogos não só irão suportar este padrão, como também 8K a 60Hz. Para isso, as televisões para jogos deverão vir com o protocolo HDMI 2.1.

A versão topo da interface HDMI 2.1 poderá fornecer uma largura de banda máxima de 48Gbps. Desta forma, é ideal para 4K a 120Hz, 8K a 60Hz, e outras transmissões de vídeo de alta resolução e alta taxa de atualização.

Como escolher uma televisão para jogos, e saber interpretar as suas características 2

A este respeito, um dos termos que descreve esta funcionalidade, é a tecnologia de Taxa de Atualização Variável vulgarmente conhecida como VRR. É usada para descrever a situação quando a saída do ecrã do jogo muda de acordo com o conteúdo em tempo real. Garante que a taxa de fotogramas do ecrã renovado é consistente com a taxa de fotogramas de entrada.

Atualmente, a Xbox Series X já suporta a tecnologia VRR. Recentemente, a PlayStation também publicou uma notícia no seu blog, anunciando que a PS5 receberá suporte para VRR nos próximos meses.

Mesmo que o jogo em si não suporte VRR, a consola de jogos pode reduzir o desconforto causado pelo rasgo do ecrã através da computação em tempo real. Isto também faz com que Smart TVs que suportem protocolos VRR e HDMI2.1, obtenham melhores efeitos de visualização de imagem.

Como escolher uma televisão para jogos, e saber interpretar as suas características 3

Mas vale especialmente a pena notar que o HDMI 2.1 não é um requisito de certificação obrigatório. Significa que os dispositivos que suportam o protocolo HDMI 2.1 podem não aceitar necessariamente todas as especificações na lista oficial de parâmetros HDMI 2.1.

Por exemplo, a largura de banda de saída da interface HDMI 2.1 da PS5 é de 32Gbps e a largura de banda de saída do Xbox Series X é de 40Gbps. Assim, podemos afirmar que, embora venham com suporte HDMI 2.1, nenhum deles atingiu o padrão de largura de banda de 48Gbps anunciado nos primeiros dias do HDMI 2.1.

Portanto, se vocês são utilizadores que têm em conta os 4K a 120Hz como um indicador principal para comprar uma TV para jogos, vocês ainda precisam escolher uma Smart TV equipada com uma interface “verdadeira” HDMI 2.1. Além disso, existem muitas televisões que vêm de padrão com duas ou três portas verdadeiras HDMI 2.1.

Chip de Descodificação

Às vezes, os clientes sobrestimam os padrões de software. Mas o que realmente suporta os parâmetros de papel ainda é a configuração de hardware da própria TV. Se quiserem obter uma saída de imagem de 4K a 120Hz, as televisões para jogos que vão adquirir ainda deverá poder suportá-la ao nível do hardware.

Por exemplo, a Xiaomi lançou a Mi TV Q1 no início de 2021. Na lista de parâmetros da TV, menciona que a TV suporta a saída de qualidade de imagem 4K a 120Hz. Na verdade, a saída de imagem a 120Hz requer uma compensação por movimento MEMC.

Como escolher uma televisão para jogos, e saber interpretar as suas características 4

A Mi TV Q1 vem com uma interface HDMI 2.1 e um ecrã de material QLED 4K. Além disso, o SoC no interior é o MediaTek MT9611. Este último integra a GPU MP2 mali-G52, que não suporta a descodificação de imagens a 120Hz. Ou seja, a Xiaomi colocou o suporte 4K a 120Hz na lista por causa da porta HDMI 2.1, mas a placa gráfica não pode fornecer tal funcionalidade.

Acontece que as televisões para jogos devem suportar 120Hz MEMC em vez de 120Hz. MEMC significa Estimativa de Movimento e Compensação de Movimento. O princípio da tecnologia é adicionar um quadro de compensação de movimento entre dois quadros de imagens. Isto fará com que o ecrã proporcione um desempenho mais suave.

Ecrã

Além da resolução e da taxa de atualização, existem muitos outros parâmetros que são realmente importantes para qualquer TV. Entre eles, podemos mencionar o brilho máximo, precisão de cor e gama de cores.

Como escolher uma televisão para jogos, e saber interpretar as suas características 5

Neste sentido, devemos entender que algoritmos as televisões usam. Existem dois tipos – a tecnologia de duplicação de frequências HSR e a função DLG. A tecnologia anterior reduz o ajuste de tempo e a compensação automática do carregamento de pixels no painel para duplicar a taxa de atualização. A função DLG ajuda a obter visualmente uma taxa de atualização de 120Hz, digitalizando duas linhas de pixels ao mesmo tempo.

Claro que há muitas limitações. Portanto, não podem ser comparados com as televisões para jogos que suportam de forma nativa ecrãs de 120Hz.

Conclusão

Os jogadores estão a tornar-se o principal grupo de utilizadores para a compra de televisores 4K a 120Hz. É por isso que cada vez mais marcas tentam disfarçar alguns parâmetros técnicos. Mas ter algum conhecimento sobre as principais características vai ajudá-los a tomarem uma melhor decisão de compra.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!