Câmaras Leica já não são exclusivas da Huawei, mas a câmara de 1 polegada do AQUOS R6 foi um tiro no próprio pé

Foi em 2016, que o fabricante alemão de câmaras estabeleceu uma parceria com a Huawei, e as câmaras Leica têm marcado presença nos smartphones Huawei, onde se inclui as séries P e Mate.

Foi em 2016, que o fabricante alemão de câmaras estabeleceu uma parceria com a Huawei, e as câmaras Leica têm marcado presença nos smartphones Huawei, onde se inclui as séries P e Mate.

 

A Huawei foi o primeiro fabricante de smartphones a celebrar uma parceria com a Leica, uma empresa alemã que fabrica câmaras, lentes ópticas e lentes fotográficas.

Foi em 2016, que o fabricante alemão de câmaras estabeleceu uma parceria com a Huawei, e as câmaras Leica têm marcado presença nos smartphones Huawei, onde se inclui as séries P e Mate.

O primeiro smartphone co-projetado com uma câmara Leica foi o Huawei P9. A cooperação entre as duas empresas tem crescido significativamente nos últimos anos e ambas têm trabalhado lado a lado para trazer para a mesa o melhor das suas habilidades.

Câmaras Leica já não são exclusivas da Huawei, mas a câmara de 1 polegada do AQUOS R6 foi um tiro no próprio pé 1

Também se espera que a próxima série Huawei P50 tenha como destaque um sistema de câmara co-projectado com a Leica. No entanto, parece que pode ser a última colaboração entre as duas empresas, mas não há confirmação oficial sobre o assunto.

A Leica tem-se aproximado de outros fabricantes de smartphones para criar aparelhos conjuntos, a lista de clientes em potencial inclui Xiaomi, Honor e Sharp.

Recentemente, uma fabricante chinesa de telefones - Sharp lançou um telefone chamado AQUOS R6, que tem um sistema de uma enorme câmara fotossensível de 1 polegada de 20,2 MP. O tamanho do sensor da câmara é o maior de qualquer smartphone do mercado. Há também uma câmara TOF e outra lente. O telefone é alimentado por um processador Snapdragon 888, display de 120 Hz, bateria de 5000 mAh e muito mais.

Relacionado:  Vendas de smartphones na China aumentam 7% durante o festival 618

No entanto, informações online sugerem que, mesmo com o sensor gigante, este telefone carece de uma otimização de imagem poderosa, bem como de recursos de processamento de imagem, o está a desiludir os consumidores. Parece que o mérito das incríveis fotografias que tiramos com os smarphones Huawei é em grande parte mérito da empresa chinesa.

O que acham?

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!