Analise Sony Xperia XZ Premium

O Xperia XZ Premium é até ao momento o principal equipamento da Sony para 2017. Como não podia deixar de ser, ele vem equipado com tudo aquilo que de bom o mercado nos dá. Um ecrã de 5,5 polegadas com a resolução 4K, o Snapdragon 835, e um brilhante conjunto de sensores fotográficos, como não podia deixar de ser.

Analise Sony Xperia XZ Premium – Ecrã

Ainda antes de começar, uma pequena ressalva. Apesar de anunciado com a resolução de ecrã de 4K (3840 x 2160), na grande maioria do tempo, o equipamento usa a resolução FullHD (1920×1080). Em situações de extrema necessidade, aí sim, o ecrã passa a usar a resolução 4K, que torna o painel num verdadeiro “chupista” da bateria do equipamento.
Mas tirando esse facto, é verdadeiramente espetacular. Com o ecrã IPS Triluminos tudo é verdadeiramente nítido. Estamos perante um telefone com suporte do padrão HDR, isso significa alto brilho mesmo quando não estamos a assistir conteúdo HDR. A sua visualização em condições de luz solar intensa, é simplesmente espetacular. Resumindo, o Sony Xperia XZ Premium tem o ecrã que todos gostávamos de ter nos nossos equipamentos.

Analise Sony Xperia XZ Premium image

Analise Sony Xperia XZ Premium – Design

A Sony tem um característica muito própria, e que nada a faz querer mudar, nem mesmo as fracas vendas. Enquanto que a grande maioria das grandes fabricantes mundiais procura sucessivamente um novo e mais apelativo design, a Sony não muda e insiste nos mesmo desenho. Estamos perante um equipamento com as margens superior e inferior de grandes dimensões, e margens laterais com mais de 2mm. Apesar de muito ágil na mão, e muito premium a nível de acabamentos, colocar este equipamento ao lado de um Galaxy S8 ou de qualquer equipamento de topo de 2017, torna-se vergonhoso  para ele.

A versão que recebemos para a review foi o Cromado luminoso, que talvez seja a mais engraçada desta linha de equipamentos. Os materiais usados neste equipamento são realmente de primeira qualidade, como o vidro na parte frontal e traseira, com o Gorilla Glass 5 adicionando-lhe alguma robustez.

O vidro traseiro é incrivelmente escorregadio. Colocar o telefone em cima de uma secretária que não seja totalmente plana, que tenha alguma vibração, é um perigo para  equipamento. Ele desliza até acabar no chão. Só para terem a noção do quão escorregadio ele é, quando estou a tentar tirar algumas fotografias ao telefone em cima da caixa original, o mesmo em menos de 4 ou 5 segundos está no chão.. quando a caixa só está ligeiramente côncava. Nunca tal me tinha acontecido, e muitos telefones já me passaram pelas mãos.

Na lateral esquerda temos a slot para cartões de memoria e respetivo cartão SIM. Slot essa que me parece extremamente frágil. Tão frágil que recebemos o equipamento de testes com suporte do cartão nanoSIM partida… mas nada que nos impedisse de usar o equipamento.
Na parte inferior temos a porta USB do Tipo C e na parte superior a famosa entrada de 3,5mm (que tem tendência para desaparecer), e que neste caso, felizmente ainda possui.

O Xperia XZ Premium tem a classificação IP68, o que significa que pode ser submerso por água até 1,5 metros de profundidades durante 30 minutos, que é sempre é uma característica útil e muito bem-vinda.

Analise Sony Xperia XZ Premium – Desempenho e software

Que desempenho se poderia esperar de um telefone com o Snapdragon 835, 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno? O melhor possível, certo? É esse mesmo desempenho que a Sony coloca no XZ Premium. Tudo flui muito bem e sem qualquer tipo de problema, ou lag. O Android 7.1.1 está bem otimizado no equipamento, e oferece uma experiência excelente.

Os testes de benchmark correram como esperado, com pontuações muito semelhantes aos de todos os topos de gama atualmente no mercado. Foram experimentados jogos como Asphalt, Baldur’s Gate II Enhanced Edition, X-Men: Days of Future Past e outros, e não tive qualquer problema com desempenho ou lag.

A UI da Sony, tal como o design dos equipamentos, necessita de ser mudada. Olhar para um equipamento destes, e ter o Android 7.1.1 Nougat, com aspecto de Android Lolipop, não é realmente o melhor chamariz. Felizmente vem instalado no equipamento o Xperia Lounge, que vem disfarçar um pouco está UI sem graça.

Analise Sony Xperia XZ Premium – Câmara

O Xperia XZ Premium é o primeiro telefone a utilizar o sistema próprio de captura ‘Motion Eye’ da Sony, que se baseia no know-how de imagem digital da empresa. Essencialmente, isso equivale ao primeiro sensor de memória móvel empilhada com memória dedicada, que ajuda na velocidade de processamento da imagem.

Em Português corrente e direto, é fácil de explicar: fiquei maravilhado com este sensor de 19MPx de 1/2,3” Exmor RS. Ele conta com uma lente G f2.0 e Zoom Digital x8, que permite tirar fotografias com cores respeitáveis e ​​com boa nitidez.

No entanto, é na gravação de vídeo em câmara lenta que este sensor se destaca.

Analise Sony Xperia XZ Premium – Bateria

A Sony promete que a bateria de 3230mAh deste equipamento consegue durar facilmente um dia de uso. E felizmente isso acontece. Todos os dias desligo o equipamento do carregador ás 06h e só o volto a ligar por volta das 23h. E apesar de usar intensamente o equipamento nesse período, em tempo algum senti que a bateria não iria chegar ao fim do dia. Muita rede social, internet em geral, Spotify durante algumas horas, e chegar a casa com 40% de bateria é realmente bom.

Desligar o telefone do carregador, ligar o Netflix e assistir a uma série com 67 minutos com o brilho um pouco acima dos 50%, e ele ter perdido somente 19% de bateria, mostra que realmente a bateria dura.

Além disso, podemos usar o famoso modo Stamina para aumentar a vida útil da bateria desativando as funções que estão a ser executadas em segundo. Isto ajuda-nos naquele momento em que sabemos que vamos ter  um dia de uso do telefone particularmente intenso. Uma notificação inteligente surge habitualmente a informar que bateria provavelmente irá morrer antes da próxima carga,  e pergunta-nos se queremos ativar a função de economia de bateria.

Neste ponto (mais uma vez), a Sony está de parabéns.

Analise Sony Xperia XZ Premium – Veredito final

A distancia entre a sua apresentação e a chegada do equipamento ao mercado, fez com que a Sony tivesse perdido uma boa fatia do mercado. O equipamento é realmente bom, com um ecrã brutal, sensores dignos de um equipamento de topo, e a câmara lenta a 960fps são pontos muito positivos deste equipamento. O seu processador não merece muitos comentários, não fosse ele o melhor atualmente no mercado. Os 4GB de RAM são mais que suficientes para tudo o que possamos fazer nos dias de hoje, mas se a XZ Premium tivesse os já habituais 6GB, certamente teria muito mais fãs e interessados.

Analise Sony Xperia XZ Premium image

Mas infelizmente o que leva grande parte dos utilizadores a não optar por este tipo de equipamento é mesmo o seu design. Não consigo compreender as razões que levam a Sony a insistir num design com mais 5 ou 6 anos, e o simples facto de lhe aplicar os melhores materiais, não o torna realmente bonito.

Outro ponto que a Sony tem muito a melhorar é a sua UI, ninguém quer a ultima versão do sistema operativo com aspeto de uma versão com 3 anos, ou seja, ter um equipamento de topo com uma carcaça com design de 2013 e software de 2017 com aspeto de 2014, só mesmo para os amantes da marca.

Tirando esses 2 grandes pormenores, estamos perante um dos melhores smartphones lançados em 2017.

Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.

Comentários estão fechados.