Android Geek
O maior site de Android em Português

5 perguntas a Manuel Ferreira da Wiko mostram a dedicação da marca ao mercado nacional

Tivemos a oportunidade de colocar algumas questões ao porta-Voz Wiko Manuel Ferreira que assume a função de  Country Manager para Portugal

A Wiko é uma marca muito conhecida dos consumidores portugueses. Já tivemos a possibilidade de testar vários dos seus smartphones e existe uma melhoria evidente e constante nos produtos desta marca.

No MWC 2019 a Wiko anunciou uma imagem renovada e entrada no mercado Norte Americano.

5 perguntas a Manuel Ferreira da Wiko mostram a dedicação da marca ao mercado nacional 1

Família Wiko View 3 é a aposta para 2019

Em 2018 a Wiko apresentou a gama View 2 que trouxeram as tendências aos equipamentos da marca. Hoje com a gama View 3 a Wiko apresenta câmaras triplas com super wide Angle e uma câmara principal SONY IMX586 que irá com a sua tecnologia Big Pixel permitir a captura de imagens com qualidade em qualquer condição de luminosidade  Tudo isto é complementado com AI avançada.

Tivemos a oportunidade de colocar algumas questões ao porta-Voz Wiko Manuel Ferreira que assume a função de  Country Manager para Portugal

Porta-Voz Wiko Manuel Ferreira que assume a função de  Country Manager para Portugal
Porta-Voz Wiko Manuel Ferreira que assume a função de  Country Manager para Portugal

AG: A Wiko tem uma imagem renovada e anunciou também a entrada nos EUA. Isto implica alguma alteração à estratégia na Europa?

MF: Sentimos que a Wiko conseguiu atingir já uma maturidade e por isso quisemos que a nossa imagem acompanhasse esse crescimento, com a apresentação de um novo logotipo. Este ano entramos também no mercado norte-americano, com dois escritórios – em Dallas (Texas) e Atlanta (Geórgia). Faremos a nossa primeira colaboração com a Sprint, a 4ª maior operadora de telefonia móvel dos EUA e contamos lançar um novo equipamento nas próximas semanas.

Quanto à estratégia a nível europeu, a mesma mantém-se na linha da que temos apresentado até agora. Através de tecnologia bem desenvolvida a preços acessíveis, a nossa ambição de marca é apoiar os nossos consumidores a viver a vida ao máximo e é isso que pretendemos transmitir.

 

AG: A gama View3 traz como habitual um conjunto de especificações atractivo e um preço muito competitivo, quais são as expectativas para 2019?

MF: Até agora sempre procurámos ser diferenciadores na nossa oferta de equipamentos de qualidade a preços mais competitivos.  Sentimos que os nossos novos smartphones, View3 Pro e View3, trazem a história do View para o próximo nível com ecrãs de imersão máxima, experiência de câmara tripla inteligente, baterias de longa duração e desempenho potente, sendo que o preço atrativo pretendemos manter sempre.

Em 2019 os consumidores podem esperar a mesma tecnologia bem desenvolvida a que os temos já habituado, e queremos que sobretudo se sintam apoiados pela marca.

A nossa ambição a médio prazo é consolidar a nossa posição dentro do top 4 do mercado nacional de smartphones Android, e é para isso que trabalhamos todos os dias.

 

AG: Segundo os dados da IDC, a Wiko vendeu 41 mil unidades em 2018 o que corresponde a 7% de quota e 25% de crescimento anual. Com a entrada de novos concorrentes no nosso mercado e apostas fortes de fabricantes conceituados na gama média é possível para a Wiko manter esta performance?

MF: Desde o início da comercialização da marca Wiko em Portugal, já vendemos mais do que 1,5 Milhões de terminais. Portugal é um mercado onde a marca Wiko foi muito bem-recebida desde o início, em 2013. Estamos conscientes dos novos players no mercado mas o nosso objetivo é continuar esta história de êxito e continuar a oferecer aos nossos consumidores os melhores equipamentos.

A concorrência em Portugal é feroz, e os portugueses são consumidores fiéis de várias marcas que, tal como nós, investem e apostam na qualidade das suas ofertas. Mas como referi ambicionamos crescer e continuar a apostar na melhor oferta para quem também aposta e acredita nos nossos produtos.  

 

AG: Após a entrada da Xiaomi em Espanha a quota de mercado da Wiko caiu neste mercado de 7% para 5%, é possível que se repita em Portugal?

Temos consciência que cada vez existem mais concorrência no mercado, e penso que tal apenas serve para nos motivar a apostar em ser cada vez melhores. Como referi, temos já grande parte dos portugueses fidelizados à Wiko, e acreditamos que a tendência venha a aumentar ou, pelo menos, para isso trabalhamos. Somos uma marca muito focada no consumidor e em oferecer-lhe a melhor experiência de utilização e por isso acreditamos que conseguiremos consolidar a nossa posição dentro do top 4 do mercado nacional de smartphones Android.

 

AG: O que podem os consumidores Portugueses esperar da Wiko no que resta de 2019?

MF: Acreditamos que a tecnologia está sempre a evoluir e não podemos nem pretendemos estagnar. Em 2019 vamos continuar com a aposta na oferta dos melhores produtos, acessíveis a todos os meios, e especialmente com o apoio aos nossos consumidores.  Lançámos agora a nossa gama View3 que iremos comercializar nos diversos mercados, e temos obviamente algumas surpresas reservadas para o resto do ano.

 

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link