Android Geek
O maior site de Android em Português

Xiaomi vai reduzir anúncios na MIUI, o mais rápido possível

Isto confirmou que os anúncios na MIUI não vão ser retirados, apesar dos utilizadores ficarem furiosos com isto.

A interface de utilizador personalizada da Xiaomi - a MIUI recebeu muitos elogios dos utilizadores no passado, mas agora está a enfrentar muitas críticas dos utilizadores desde os últimos meses. A principal razão por trás disso é a estratégia da empresa de colocar anúncios no MIUI. A empresa tinha anunciado recentemente que irá optimizar e monitorizar os anúncios na plataforma MIUI. Isto confirmou que os anúncios na MIUI não vão ser retirados, apesar dos utilizadores ficarem furiosos com isto.

MIUI 11 Agora, o director de produtos da Xiaomi e o chefe da MIUI tem dito que a empresa irá reduzir os anúncios na interface do utilizador o mais rapidamente possível e irá melhorar ainda mais a estabilidade do sistema. Anteriormente, a empresa havia dito que levaria cerca de três meses para implementar estas novas mudanças na MIUI, mas agora parece que a Xiaomi decidiu acelerar o processo e muitos utilizadores estão incomodados com os anúncios nos dispositivos e não estão a evitar registarem sua decepção online.

O CEO e co-fundador da Xiaomi também aponta que, além de reduzir os pontos de propaganda da interface do utilizador, a empresa também removerá anúncios inadequados que estragam a experiência de utilizador. A empresa também vai introduzir uma mudança fácil nas ferramentas do sistema MIUI para desactivar anúncios. Por isso, nos próximos meses, a Xiaomi visa fornecer uma MIUI mais leve e fresca. A empresa chinesa também aponta que planeia usar algoritmos que podem melhorar a taxa de alcance de anúncios e também garantir que o anúncio que os utilizadores vejam seja relevante para os seus interesses. A maior fonte de receita para a empresa continua a ser o negócio de smartphones, o segmento de software e serviços de internet da empresa respondeu por apenas 9,7% da receita total. Isso representa um crescimento marginal para a empresa, comparado a 9,1% um ano antes.

Fonte

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais