Android Geek
O maior site de Android em Português

Xiaomi Mi A2 Lite passa pela entidade reguladora

O Xiaomi Mi A2 ainda não é oficial, e parece que a fabricante de smartphone da china já prepara uma versão lite do mesmo. O lite deverá significar uma versão menos potente, e por consequência mais económica.

Um dispositivo da Xiaomi com o número de modelo M1805D1SG foi visto no site do IMDA de Singapura (órgão regulador como a TENAA na China). A página menciona que o dispositivo será comercializado como sendo o Xiaomi Mi A2 Lite.

Xiaomi Mi A2 Lite passa pela entidade reguladora 1

Xiaomi M1805D1SG é o Xiaomi Mi A2 Lite

O número do modelo deste dispositivo não nos é totalmente desconhecido, pois é muito semelhante ao de alguns outros telefones vistos na TENAA na semana passada. Esses telefones têm os números de modelo M1805D1SC, M1805D1SE e M1805D1ST. Não é difícil de perceber que as únicas diferenças da versão de Singapura são os dois últimos dígitos. Embora a maioria dos sites se tenha referido ao telefone como sendo o Redmi 6, agora sabemos que ele será lançado como o Mi A2 Lite.

Xiaomi Mi A2 Lite passa pela entidade reguladora 2

Assim e segundo a listagem da TENAA, o telefone chegará com um ecrã de 5,84 polegadas com um entalhe na parte superior, com a resolução FullHD +. Ele será alimentado por um processador octa-core com clock máximo de 2.0GHz. Quando for lançado, ele estará disponível em variantes com 2 GB, 3 GB e 4 GB de RAM, com 16 GB, 32 GB e 64 GB de armazenamento interno, respectivamente.

Como o Mi 6X, que deverá ser lançado como o Mi A2 mais tarde, o Mi A2 Lite também terá dupla câmara traseira, com um sensor de 12MP e o segundo que ainda é desconhecido de momento. Já a câmara frontal será composta por um sensor de 5MP, que fica dentro do entalhe.

Há também scanner de impressões digitais na parte de trás do dispositivo. O A2 Lite virá com Android 8.1 Oreo de fábrica e embalará uma generosa bateria de 3900mAh.

Até ao momento em que este artigo está a ser escrito, não temos qualquer informação sobre quando o dispositivo será lançado, nem a que mercados chegará. Pessoalmente acho desnecessário uma versão lite de um suposto Mi A2, e provavelmente será uma versão ainda mais económica do equipamento.
Não é difícil de perceber que, uma vez que falam de um processador octa-core a 2,0Ghz sem mencionar a fabricante e modelo, a juntar uma bateria gigante que colocará o telefone mais pesado e “grosso”, que o equipamento venha com um processador da Mediatek, e provavelmente sem ser da séria P.

Vamos esperar para ver.

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link