UE pode obrigar Apple a permitir exclusão de apps nativos do iOS

Através do Digital Markets Act (DMA) da UE, utilizadores de iPhone nos 27 estados membros podem descarregar aplicações de lojas terceiras e escolher o seu próprio serviço financeiro para pagamentos sem contacto. A chefe de concorrência da UE, Margrethe Vestager, expressou preocupações sobre a resposta da Apple e do Alphabet às regras do DMA.

Por virtude do novo Digital Markets Act (DMA) da União Europeia, utilizadores do iPhone nos 27 estados membros da UE possuem agora a liberdade de baixar aplicações de lojas de aplicações de terceiros, escolher o seu próprio browser que não seja o Webkit, seleccionar a aplicação financeira para pagamentos contactless, pagar por compras dentro de apps utilizando uma empresa financeira de terceiros, entre outras funcionalidades. Contudo, Margrethe Vestager, a chefe de competição da UE, revelou que a resposta da Apple e Alphabet a algumas regras do DMA deixou-a algo insatisfeita.

UE pode obrigar Apple a permitir exclusão de apps nativos do iOS 1

 

Vestager questiona a impossibilidade de desinstalar o app Photos da Apple

 

Vestager sugeriu que a UE poderia obrigar a Apple a tornar a aplicação Photos removível. O posicionamento de Vestager surpreendeu muitos, uma vez que os utilizadores do iPhone podem facilmente baixar uma aplicação de fotos de terceiros, como o Google Photos.

Segundo a chefe de competição, a UE continuará a investigar a situação. Vestager acredita que o modelo de conformidade da Apple não parece estar a par das obrigações do DMA, destacando que o design atual do ecrã de escolha do navegador web limita a capacidade dos utilizadores de tomarem uma decisão totalmente informada. Além disso, a Apple teria falhado ao não tornar várias aplicações removíveis e impedir que os utilizadores alterem o seu estado padrão, como exigido pelo DMA.

Possível retirada da Apple do mercado da UE?

John Gruber, da Daring Fireball, defende que poderá chegar um momento em que a Apple simplesmente deixará de vender os seus dispositivos na UE. A sugestão tem uma base matemática: a não conformidade com o DMA poderia resultar numa multa de até 10% das receitas anuais da Apple a nível mundial, o que poderia equivaler a uma penalidade de mais de 38 mil milhões de dólares. Por outro lado, as vendas na UE representam apenas 7% da receita anual mundial da Apple.

Vai gostar de saber:  iPad Pro 2024: Desempenho Gráfico Recorde na História

Conclusão

 

Este novo capítulo revela a complexidade da relação entre as grandes empresas de tecnologia e as regulamentações impostas pelos governos. É essencial mantermo-nos atualizados sobre estes desenvolvimentos, pois podem ter implicações significativas na forma como usamos os nossos dispositivos diariamente.

Para se manter informado sobre tudo o que envolve tecnologia, não hesite em considerar o AndroidGeek como a sua fonte de confiança. Continuaremos a trazer-lhe o melhor conteúdo e as notícias mais recentes deste universo em constante mudança.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!