Samsung publica um teaser que destaca os principais recursos do Exynos 1080 SoC

A empresa decidiu publicar um vídeo oficial de introdução para destacar alguns dos recursos deste chipset. O vídeo foi publicado no Youtube e não apresentou nenhuma informação técnica, mas tenta alimentar o hype para o novo chipset.

Durante um evento transmitido online em Shangai, China, a Samsung revelou o chipset Exynos 1080. A empresa decidiu publicar um vídeo oficial de introdução para destacar alguns dos recursos deste chipset. O vídeo foi publicado no Youtube e não apresentou nenhuma informação técnica, mas tenta alimentar o hype para o novo chipset. É um novo chipset 5G destinado a alguns aparelhos Galaxy fora do espectro principal.

A Samsung precisa de um chipset capaz para o 5G nos seus telefones de gama média, ou gama média premium se o preferirem. O novo chipset irá alimentar a próxima geração de smartphones 5G FlagShip da Samsung e possivelmente outros telefones de outros fabricantes. A Samsung deseja que outras empresas adotem a sua solução de chipset Exynos. O chipset traz um modem 5G integrado e a Samsung afirma que este chipset será suficiente para velocidades de downlink “inovadoras” de até 5,1 Gbps em redes abaixo de 6 Ghz.

YouTube video

Como tudo hoje anda à volta do “IA”, a empresa traz uma NPU (Unidade de Processamento Neural) neste chipset para potencializar as suas capacidades de IA.

De acordo com a informação, o NPU pode oferecer até 5,7 TOPs de desempenho, proporcionando um grande aumento nas capacidades de IA dos dispositivos alimentados pelo Exynos 1080.

Uma poderosa arquitetura de 5nm com núcleos Cortex-A78

O vídeo promocional destaca o Exynos 1080 SoC como um dos primeiros chipsets a receber os novos núcleos de CPU Cortex-A78 da ARM. O telefone vem com um núcleo Cortex-A78 que opera a 2,8 GHz. também tem mais três núcleos Cortex-A78 em 2.6GHz. Nesta arquitetura, a Samsung pode ajustar os núcleos individualmente.

Relacionado:  Samsung anuncia novos sensores de 200MP ISOCELL HP1 e 50MP ISOCELL GN5

Por último, mas não menos importante, o chipset traz quatro núcleos Cortex-A55 de baixo consumo de energia em operação a 2,0 GHz. O SoC oferece suporte ao padrão LPDDR5 RAM de última geração e armazenamento UFS 3.1. Também é um chipset de jogos capaz graças ao uso de uma GPU Mali-G78 MP10.

O chipset traz HDR10 + e suporte para ecrãs com até 144 Hz de taxa de atualização em resolução Full HD +.

Quando se trata do departamento de câmaras, o dispositivo suporta sensores de câmara de até 200MP. O Exynos 1080 estará pronto assim que a Samsung tiver um sensor com essa capacidade. Também vem com gravação de vídeo HDR10 + em 4K UHD.

Data de lançamento do Samsung Exynos 1080 oficialmente anunciada | AndroidGeek

É interessante notar que este chipset é o primeiro processador da Samsung projetado e produzido num processo FinFET baseado em EUV de 5 nm. Ele consegue uma maior economia de energia massiva (potência e calor), mas aumenta o desempenho além do padrão de 7 nm.

Segundo a informação disponível, o Exynos 1080 fará a sua grande estreia no início do próximo ano dentro de um smartphone da fabricante chinesa Vivo. A malta anti-Exynos terá que lidar com o facto de que a divisão de chipsets da Samsung parece estar viva e para as curvas.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!