Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung começa remontada com o segundo lugar na Índia durante o segundo trimestre de 2020, com 26% de participação de mercado

A Samsung dominava o mercado indiano de smartphones há muitos anos, mas foi superada recentemente pela Xiaomi, que mantém, de momento, a posição de liderança no mercado indiano de smartphones há vários trimestres. No último trimestre encerrado em março, ou seja, no primeiro trimestre de 2020, o gigante sul-coreano caiu para a terceira posição na Índia, atrás da Xiaomi e Vivo.

A Índia como ssabem é nada menos que o segundo maior mercado de smartphones logo atrás da China, por isso não é de estranhar que tantas empresas tentem vingar neste mercado tão promissor e tão competitivo. A Samsung dominava o mercado indiano de smartphones há muitos anos, mas foi superada recentemente pela Xiaomi, que mantém, de momento, a posição de liderança no mercado indiano de smartphones há vários trimestres.

No último trimestre encerrado em março, ou seja, no primeiro trimestre de 2020, o gigante sul-coreano caiu para a terceira posição na Índia, atrás da Xiaomi e Vivo.

Mas a empresa conseguiu voltar à segunda posição. Não apenas isso, mas a Xiaomi também registou um crescimento substancial e está a caminhar a passos largos para tornar-se novamente a marca líder.

Remessas indianas de smartphones para o segundo trimestre de 2020

De acordo com dados divulgados pela Counterpoint Research, a Samsung conquistou 26% da participação de smartphones no segundo trimestre de 2020, apenas três% menos que a Xiaomi, que detém 29% do mercado.

Os números mostram grandes melhorias para a Samsung, que, segundo a IDC, teve uma participação de mercado de 15,6% no primeiro trimestre de 2020. A Samsung detinha quase metade da participação de mercado da Xiaomi, que liderava o mercado com uma participação de 31,2%.

No segundo trimestre de 2020, e+a vivo, Realme, e OPPO ficaram na terceira, quarta e quinta posição, com 17%, 11% e 9% de participação de mercado, respectivamente. Nas cinco principais marcas de smartphones, a Samsung é a única empresa não chinesa.

No entanto, a informação salienta que as remessas para a Samsung no segundo trimestre de 2020 chegaram a apenas 18 milhões de unidades, principalmente por causa do confinamento nacional por mais de dois meses, como um esforço para conter a disseminação de COVID-19. Para comparar, a empresa havia enviado mais de 31 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2020.

Nos segmentos premium e ultra premium de smartphones, são a OnePlus e Apple queddetêm a posição de liderança, respectivamente. No entanto, nenhuma das duas chegou às cinco principais marcas de smartphones do mercado no segundo trimestre.

A Samsung está em vantagem no mercado indiano e não será surpresa se a empresa se consagrar novamente como a marca líder em smartphones neste trimestre por causa dos movimentos anti-chineses na Índia.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!