Android Geek
O maior site de Android em Português

Por que a Xiaomi dificulta o desbloqueio do bootloader e regressar a uma ROM anterior

Há alguns dias dissemos que o tempo de desbloqueio para o bootloader de equipamentos Xiaomi estariam a demorar mais de um mês, algo que não entendemos e que eles tiveram que modificar no caso do PocoPhone F1. Hoje temos uma explicação para os tempos de espera da Xiaomi, bem como a razão pela qual não é possível regressar a uma ROM anterior depois de instalarmos o MIUI 10.

Há alguns dias dissemos que o tempo de desbloqueio para o bootloader de equipamentos Xiaomi estariam a demorar mais de um mês, algo que não entendemos e que eles tiveram que modificar no caso do PocoPhone F1. Hoje temos uma explicação para os tempos de espera da Xiaomi, bem como a razão pela qual não é possível regressar a uma ROM anterior depois de instalarmos o MIUI 10.

Por que a Xiaomi dificulta o desbloqueio do bootloader e regressar a uma ROM anterior 1

O XDA Developers publicou uma explicação detalhando as razões, vamos ver qual é a situação atual, e as fortes razões pelas quais a Xiaomi coloca tantos obstáculos quando os utilizadores querem mudar a ROM.

As razões da Xiaomi

Tempos desbloqueio bootloader

Xiaomi age rápido, o POCO F1 pode ser desbloqueado em três dias

Primeiro, temos que falar sobre o desbloqueio do bootloader. O XDA, diz que isto é, basicamente, para impedir que vendedores façam modificações em ROMs, e é que muitos deles aproveitavam os tempos curtos de disponibilização de Bootloader para mudar as ROMs para outras não originais, carregadas com publicidade e serviços desnecessários.

Por que a Xiaomi dificulta o desbloqueio do bootloader e regressar a uma ROM anterior 2

Tempos demorados para desbloquear o bootloader visa impedir que fornecedores externos vendam terminais com ROMs modificadas, algo que os utilizadores vão acabar por agradecer, mesmo que signifique um maior tempo de espera.

Anti-reversão

 

A anti-reversão, é a forma de impedir os utilizadores de regressar a uma ROM anterior tem a ver com o mesmo. Isto evita que os terminais enviados com MIUI 10 sejam modificados com ROMs antigas e carregados com publicidade. Além disso, este é um recurso que o Google trouxe no Android 8.0 e que permite que os nossos smartphones sejam mais seguros.

Por que a Xiaomi dificulta o desbloqueio do bootloader e regressar a uma ROM anterior 3

As ROMs mais antigas são sempre mais desprotegidas contra qualquer tipo de ataque, e tendo em conta que a Xiaomi atualiza a versão MIUI mesmo em dispositivos mais antigos, É muito importante impedir que os fabricantes modifiquem esse aspecto básico.

O famoso modo EDL

 

Por fim, vamos falar sobre o modo de download EDL – de emergência. Este é o método que a Xiaomi usa para carregar as ROMs nos seus terminais, em vez do clássico modo fastboot do Android. Ao usar esse método, a Xiaomi impede que os terminais vendidos com uma ROM da China sejam modificados, desde que o bootloader esteja fechado.

Por que a Xiaomi dificulta o desbloqueio do bootloader e regressar a uma ROM anterior 4

Além disso, Se o utilizador não tiver uma conta MI autorizada, não poderá usar o método EDL, por isso é mais difícil desbloquear dispositivos que foram roubados. Como podem ver, a Xiaomi está certa de que a segurança é um pilar importante nos seus dispositivos, e o que a priori pode parecer ser obstáculos, são meras medidas para proteger os nossos terminais.

 

Fonte: XDA

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link