Android Geek
O maior site de Android em Português

O mundo vai mudar com um telefone que funciona sem bateria

Uma equipa de cientistas e engenheiros da Universidade de Washington criou o que parecia quase impossível: um telefone que funciona sem bateria. O dispositivo pode fazer, assim como receber chamadas, usando apenas alguns microwatts de energia, que obtém de sinais de rádio ou luz ambiente. A equipa demonstrou isso fazendo uma chamada do Skype com o protótipo, mostrando que pode receber e transmitir audio, bem como comunicar com uma estação base.

O mundo vai mudar com um telefone que funciona sem bateria 1
O primeiro telefone que funciona sem bateria

Shyam Gollakota, que faz parte da equipa de pesquisa da Universidade de Washington, afirma que criaram o primeiro telefone que necessita de quase zero energia. Shyam também acrescentou: “Para alcançar um consumo de energia realmente, muito baixo, precisamos de um telefone que recolha energia do meio ambiente, devemos repensar fundamentalmente como estes dispositivos são projetados”.

Eles fizeram isso, basicamente, eliminando a maior parte da energia na maioria das modernas transmissões telefónicas, que é depois convertida em sinais analógicos que transmitem o som para dados digitais que um telefone pode processar. Em vez disso, o novo dispositivo tira proveito de pequenas vibrações no microfone ou alto-falante de um telefone que ocorrem quando uma pessoa a falar ao telefone ou em chamada.

Para transmitir o audio, o telefone sem bateria usa vibrações do microfone do dispositivo para codificar padrões nos sinais refletidos. Para receber o audio, converte sinais de rádio codificados em vibrações sonoras que são recolhidas pelo alto-falante do telefone. O único problema é que o utilizador precisa pressionar um botão para alternar entre os dois modos – transmitir e receber. Algo tipo Walkie Talkie.

Vejam o vídeo abaixo para descobrir mais.

O protótipo é feito a partir de componentes disponíveis e usa a energia colhida da luz ambiente com uma minúscula célula solar, que é aproximadamente do tamanho de um grão de arroz. Ele também pode se comunicar com uma estação base que fica a 50 metros de distância.

Antes de começarem a pensar que o vosso próximo smartphone não vai precisar de bateria, tenham em conta que este é apenas um protótipo. Mas é sem dúvida um passo muito positivo que pode vir a revolucionar a tecnologia móvel como a conhecemos.

 

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link