Android Geek
O maior site de Android em Português

O carregamento de 120w do Xiaomi Mi 10 Ultra vai derreter-vos a casa?

desde as primeiras descobertas com carregadores de 20W e 30W até às tecnologias agora comuns de 40W a 60W. Mas 2020 levou-nos ainda mais longe, com 120 W de carregamento agora no mercado.

Nos últimos anos, assistimos a uma revolução nas tecnologias de carregamento rápido: desde as primeiras descobertas com carregadores de 20W e 30W até às tecnologias agora comuns de 40W a 60W.

Mas 2020 levou-nos ainda mais longe, com 120 W de carregamento agora no mercado. A promessa é levar as baterias do nosso telefone de 0% a 100%  em apenas alguns minutos. No entanto, ainda existem dúvidas sobre os efeitos na longevidade da bateria.

O carregamento de 120w do Xiaomi Mi 10 Ultra vai derreter-vos a casa? 1

Para percebermos o desempenho do carregamento de 120 W e a rapidez com que carrega o Xiaomi Mi 10 Ultra vamos olhar para o processo em detalhe.

Eficiência de carregamento

Para começar, vamos primeiro entender se realmente tiramos 120W da rede eléctrica e eles passam para o telefone. Afinal, 120 W é mais do que um típico PC consome, esperamos que esta energia não esteja a ser desperdiçada. Curiosamente, o carregador de 120 W da Xiaomi fornece “apenas” 80 W ao Mi 10 Ultra. Talvez 120W seja possível no laboratório da Xiaomi, mas os testes no mundo real não chegam a 120w. Felizmente, o carregador não desperdiça os 40 watts que faltam.

A potência extraída da tomada começa em 92,3W, caindo rapidamente para 86,4W durante a maior parte da carga. Apenas 6,3 W (7,3%) de energia é desperdiçada no cabo e no carregador e é realmente melhor do que todos os carregadores que circulam no mercado.

CarregadorEnergia desperdiçadaEnergia extraída da paredeEnergia recebida no aparelho
Xiaomi 100W6,3 W (7,3%)86,4W80,1W
Huawei 40W5,5W (19,2%)Poco
Poco 27W5,6W (17,7%)31,6 W26W
Samsung 25W3,6 W (15,1%)23,8 W20,2 W
Google 18W2,8W (16,4%)17,1W14,3W

 

Por exemplo, o carregador de 40 W da Huawei gasta 5,5 W, mas isso é na verdade 19% do consumo total de energia. Da mesma forma, o carregador de 27 W do Poco F2 Pro gasta 5,6 W - significantes 17% da energia retirada da parede antes de chegar ao telefone. Os carregadores da Samsung e até mesmo do Google são igualmente desperdiçadores.

No final das contas, carregar com o adaptador de 120 W da Xiaomi não é pior para a conta de eletricidade do que qualquer outro carregador no mercado. Na verdade, é mais eficiente do que muitos carregadores de outras marcas.

Qual é a velocidade de carregamento de 120 W (80 W)?

 

Para começar, mesmo 80 W em vez dos 120 W significa um tempo de carga impressionantemente rápido. Carregar completamente leva apenas 21 minutos, ou apenas três minutos para atingir 25% da carga. Isso é incrível, visto que o telefone possui duas baterias de 2.250 mAh para uma capacidade combinada de 4.500 mAh.

Surpreendentemente, carregar a 50 W é igualmente rápido. Leva apenas 29 minutos para carregar e pouco mais de cinco minutos para atingir 25% da carga. Meros minutos de diferença significam que o slogan 120W é mais marketing do que uma mudança revolucionária aos nossos hábitos de carregamento.

Relacionado:  Samsung ocupa o 2º lugar na classificação de pedidos de patentes Smart Home em 2020

Carregar o Xiaomi Mi 10 Ultra com um carregador de 18 W mais tradicional leva muito mais tempo. 68 minutos ainda está OK para os padrões modernos, mas é claramente muito mais lento do que os outros dois testes.

Temperatura e saúde da bateria

Tempos de carregamento super-rápidos são óptimos, mas não são muito bons se impactar negativamente a vida útil da bateria de longo prazo. A temperatura é o grande assassino da vida útil da bateria, por isso também foram feitas leituras da temperatura da bateria durante os testes.

Carregando a 80 W, o Xiaomi Mi 10 Ultra atinge um pico de 43,8 ° C bastante quente. Esse valor seria ainda maior se o telefone conseguisse puxar os 120W completos. Isso é um sinal de alerta para a longevidade da bateria, já que as temperaturas devem permanecer abaixo de 40 ° C. Dado que o telefone leva apenas 21 minutos para carregar, a bateria não fica exposta a altas temperaturas por muito tempo. No entanto, há tempo suficiente acima de 40 ° C para causar preocupação. Salientamos que as temperaturas começam a cair novamente quando a bateria atinge 70%.

Carregar a 50W regista uma temperatura de pico de 39,1 ° C, um valor saudável de 4,7 ° C mais frio do que 80W de carregamento, mantendo-o abaixo da linha vermelha. Esse pico de temperatura também aparece próximo ao final do ciclo de corrente constante. A maior parte do carregamento ocorre abaixo de 37 ° C, o que não é muito mau. Dado que 50W carrega apenas 8 minutos mais devagar do que parece uma compensação que vale a pena.

Também vale a pena lembrar que a opção de 120W empurra mais corrente na bateria, stressando a taxa C. Esta é a outra metade importante da equação da longevidade da bateria. Entre isso e as temperaturas mais altas, é válido terem preocupações sobre como a implementação de 120W da Xiaomi afetará a capacidade da bateria a longo prazo. Carregar em níveis de energia mais baixos é a maneira mais segura de garantir que a bateria dure muitos anos.

O carregamento de 120 W vale a pena?

120W tem seus usos e as suas desvantagens. A implementação de 120 W da Xiaomi, pelo menos, deixa alguns motivos para preocupação com temperaturas de carregamento muito altas. Especialmente porque é apenas alguns minutos mais rápido do que carregar num carregador de 50W.

O melhor caso de uso de 120W são recargas rápidas ocasionais. Literalmente por um ou dois minutos. as temperaturas não sobem muito durante uma carga de dois minutos e o resultado é uma bateria com 20%. Isso é muito útil. No entanto, com taxas C estressantes e altas temperaturas ao longo de um ciclo de carga completo, os danos na bateria serão inevitáveis.

 

Fonte

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!