Android Geek
O maior site de Android em Português

Nokia une-se à Qualcomm para bater a Huawei no 5G

No MWC este ano a Nokia (HMD Global) confirmou à CNET que está a trabalhar com a Qualcomm para trazer dispositivos 5G ao mercado, mas não têm pressa. Agora, em contagem descrescente para o lançamento do seu primeiro smartphone habilitado para 5G, a HMD Global e a fabricante de chipsets Qualcomm assinaram um acordo estratégico sobre uma patente 5G que atribui ao fabricante de smartphones Nokia as licenças de patente para desenvolver, fabricar e vender dispositivos 5G.

Os telefones da Nokia com capacidade 5G ainda não são uma realidade, mas já estiveram mais longe. Provavelmente até ao início de 2020, a HMD Global irá apresentar no timing que considera adequado a sua  implementação 5G nos principais mercados, onde vê uma oportunidade na Europa Ocidental e EUA ”.

No MWC este ano a Nokia (HMD Global) confirmou à CNET que está a trabalhar com a Qualcomm para trazer dispositivos 5G ao mercado, mas não têm pressa.

Agora, em contagem descrescente para o lançamento do seu primeiro smartphone habilitado para 5G, a HMD Global e a fabricante de chipsets Qualcomm assinaram um acordo estratégico sobre uma patente 5G que atribui ao fabricante de smartphones Nokia as licenças de patente para desenvolver, fabricar e vender dispositivos 5G. . Com a entrada da HMD Global nete comboio , a Qualcomm confirma que agora possui mais de 35 licenças 5G e continua a expandir e solidificar os negócios de licenciamento.

androidgeek-2019-04-22_10-30-23_212348.jpg

Actualmente, o smartphone 5G mais acessível é o Xiaomi Mi Mix 3 5G que custa € 599 no mercado global. O primeiro e único telefone 5G da Huawei que está realmente disponível para compra é o Huawei Mate 20 X 5G, que carrega um preço de cerca de 800 €. Ele é alimentado por um chipset Kirin 980 emparelhado com um modem Balong 5000 5G que é capaz de atingir velocidades de até 6,5 Gbps graças à mmWave.

No entanto, ter um dispositivo 5G agora não é a escolha mais inteligente. Isto porque os seus preços ainda são muito altos: actualmente, na maioria dos casos, o utilizador precisa gastar cerca de 2 vezes mais do que um telefone 4G equivalente. Além disso, as redes 5G ainda estão em fase inicial e estão disponíveis apenas num número limitado de zonas em alguns países.

 

Fonte

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link