Nokia está a preparar um smartphone com um ecrã em cascata

O foco da empresa está principalmente nos equipamentos de orçamento e nos segmentos médios, mas os dispositivos caros e sofisticados também se enquadram na estratégia da marca.

Os smartphones Nokia não chegaram ainda aos níveis de popularidade que tinham na década de 2000. Mas o conglomerado finlandês-chinês HMD Global está a tentar tornar-se um dos melhores fabricantes de smartphones da actualidade, e para cumprir esse objectivo cada passo conta. O foco da empresa está principalmente nos equipamentos de orçamento e nos segmentos médios, mas os dispositivos caros e sofisticados também se enquadram na estratégia da marca.

Nokia está a preparar um smartphone com um ecrã em cascata 1

HMD Global está a preparar um smartphone Nokia com ecrã em cascata

Em termos de design, os modernos aparelhos Nokia não são propriamente surpreendentes e, talvez, apenas o Nokia 9 PureView se destacasse entre os demais pelo desempenho da câmara principal. Mas talvez o próximo FlagShip do fabricante possa surpreender com o seu design.

Um conceito do que será alegadamente um futuro smartphone Nokia surgiu online. Os quadros ao redor do ecrã são mínimos. O smartphone apresenta um "ecrã em cascata" e tem uma margem inferior extremamente fina. E a margem superior é pequena o suficiente para incorporar a câmara frontal, coluna e os outros sensores.Nokia está a preparar um smartphone com um ecrã em cascata 2

As imagens mostram que o telefone pode vir com duas tendências da moda: um ecrã curvo e a ausência de uma entrada de áudio de 3,5 mm. Temos seis câmaras na parte traseira, cinco das quais estão concentradas numa plataforma redonda. Nokia está a preparar um smartphone com um ecrã em cascata 7

Relacionado:  Nokia XR20 visto no Geekbench com Qualcomm Snapdragon 480

Mas se a HMD Global lançará um smartphone assim ou não será mais que uma fantasia de modelos conceituais. Vamos descobrir apenas no futuro.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!