Mi 11 fora da China terá aumento de preço de 45%

O Mi 11 terá um preço de 749 euros para a versão de 8 GB + 127 GB e 799 euros para a versão de 8 GB + 256 GB.

Na noite de 8 de fevereiro, a Xiaomi lançou oficialmente para o mercado global a sua linha principal Mi 11. O Mi 11 terá um preço de 749 euros para a versão de 8 GB + 127 GB e 799 euros para a versão de 8 GB + 256 GB.

No mercado doméstico (China), ambas as versões de armazenamento custam RMB 3999 (514,73€) e RMB 4299 (553,35€), respectivamente. Comparando o preço com o mercado doméstico chinês, o preço global do Mi 11 é quase 45% superior.

Os preços podem variar de mercado a mercado devido a políticas fiscais diferentes, percebemos isso, mas um aumento de 45% nos preços é um exagero.

Em termos de configuração,, a versão global do Mi 11 é basicamente igual à linha da China, mas não existe um modelo de memória de 12 GB e, em termos de carregador, temos o carregador Gan de 55W incluído na caixa.

Em termos de especificações, o Mi 11 usa um ecrã AMOLED quadrada de 6,81 polegadas de 2K que suporta uma taxa de atualização de 120 Hz e uma taxa de amostragem de toque de 480 Hz. O brilho é 900nit, e o brilho máximo pode chegar a 1500nit e também oferece suporte a profundidade de cor de 10 bits.

Relacionado:  O primeiro smartwatch Huawei com recurso de medição de pressão arterial será lançado no segundo semestre deste ano
Mi 11 Step Fora da China
Mi 11 fora da China terá aumento de preço de 45% 2

O Xiaomi 11 é alimentado pelo mais recente Chipset Snapdragon 888 da Qualcomm, que é fabricado num processo de 5nm e melhora o desempenho da CPU em 25% e reduz o consumo de energia em 25% em comparação com o processador Snapdragon 865 da geração anterior e melhora o desempenho da GPU em 35% e reduz o consumo de energia em 20%. Podem saber mais sobre o Mi 11 aqui.

Fonte 1, Fonte 2

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!